06/07/2023
08:16

Um acordo de cooperação entre o Banco do Nordeste e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do Rio Grande do Norte foi assinado na manhã de hoje, na sede da Superintendência Estadual, no bairro Tirol, em Natal. Ele prevê a atuação conjunta das instituições em prol dos pequenos empreendimentos no campo potiguar, de acordo com a metodologia do Agroamigo Mais, uma das linhas de crédito programa de microfinança rural do BNB. São três anos de vigência, podendo ser prorrogado até 2028.

A iniciativa visa levar conhecimento, novas tecnologias e proporcionar mais qualidade de vida aos produtores e suas famílias. As ações conjuntas devem proporcionar a elevação da competitividade, inovação e sustentabilidade e ampliação do atendimento aos agricultores familiares contemplados com financiamentos. Entre outros itens, os projetos incluirão orientação para o crédito, assistência técnica e extensão rural (ATER) e acompanhamento dos empreendimentos.

Agricultores familiares de todos os 167 municípios potiguares podem ser beneficiados com as ações acordadas. No instrumento legal, o banco de desenvolvimento regional se compromete a promover o acesso às linhas de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), por meio do programa Agroamigo Mais, em sua rede de atendimento.

BNB e Senar ainda atuarão conjuntamente na identificação e estruturação de atividades econômicas e setores prioritários, como: agroindústria, bovinocultura de leite e corte, mandiocultura, avicultura, horticultura, apicultura, ovinocaprinocultura, agricultura orgânica ou com base agroecológica, geração de energias renováveis e infraestrutura hídrica.

O presidente da Faern/Senar-RN, José Álvares Vieira, destacou a importância da iniciativa. “O crédito e a assistência técnica têm que caminhar juntos. BNB e Senar precisam, então, estar sempre fortalecendo e buscando inovação, desburocratizando cada vez mais e fazendo com que o setor Agro do RN possa ser pujante. E que todos do setor agropecuário possam ter uma receita, ter uma renda cada vez melhor. O Senar levando a assistência técnica continuada e o banco chegando com o crédito pra melhorar justamente a vida do produtor”, afirma.“Para o Banco é uma enorme satisfação assinar esse termo, porque a gente entende que o crédito chegando aos municípios de forma orientada, equilibrada, em cima das vocações da região, permite a melhoria da qualidade de vida do produtor. E temos o asseguramento do retorno do crédito, que é fundamental, porque cada vez que esse crédito retorna, ele vai beneficiar mais agricultores e proliferar financiamentos a bons projetos na Região Nordeste”, finaliza o superintendente do BNB no RN, Jeová Lins de Sá.

Publicado por: Chico Gregorio

0 Comentários

Deixe o seu comentário!