16/08/2020
07:57

O Palácio do Planalto aguarda uma “bomba” do Jornal Nacional, da Globo, para as próximas horas. A principal aposta é em torno do caso Queiroz.

A subida da aprovação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) mexeu com o humor na direção da emissora. O Datafolha e a Paraná Pesquisas afirmam que o “Coiso” num esteve tão bem quanto agora.

O contra-ataque da Globo, por meio do JN, tornou-se inevitável com a delação de Dario Messer na Lava Jato.

Segundo o doleiro dos doleiros, ele realizou entrega de pacotes de dinheiro dentro da sede da Rede Globo, no Jardim Botânico, Rio de Janeiro. Messer afirma que um funcionário de sua equipe entregava de duas a três vezes por mês quantias que oscilavam entre 50 mil e 300 mil dólares aos Marinho.

Blog Esmael Morais.

Publicado por: Chico Gregorio

0 Comentários

Deixe o seu comentário!