23/07/2020
07:30

Isabela Braga Netto –filha do ministro Walter Braga Netto (Casa Civil)– desistiu nesta 4ª feira (22.jul.2020) de assumir uma vaga na ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar).

Ela estava cotada para entrar na Gerência de Análise Setorial e Contratualização com Prestadores. A cadeira tem nomeação livre. Não há concurso público nem sabatina no Senado. O salário de cerca de R$ 13.000.

A indicação de Isabela já tinha sido aprovada pela própria Casa Civil, chefiada pelo seu pai. Restava apenas uma análise interna dentro da ANS. Porém, a nomeação corria o risco de ser considerada nepotismo –crime de favorecimento a parentes em detrimento de nomes mais qualificados.

Isabel comunicou a desistência a Rodrigo Rodrigues de Aguiar, diretor de Desenvolvimento Setorial. Rodrigo, que seria seu superior na agência, disse que recebeu a solicitação e negou que o processo seletivo teria sofrido “ingerências externas”.

“Lamento profundamente o uso político do caso. O processo de nomeação expôs desnecessariamente autoridade do governo federal que possui conduta ilibada e ética ao longo de toda carreira profissional, servidores de carreira da própria ANS e particulares”, diz a nota do diretor.

A agência é vinculada ao Ministério da Saúde e cuida do controle e fiscalização do setor de planos de saúde. Isabel, porém, não tem especialidade na área. É formada em design na ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing) desde 2016.

PODER 360

Publicado por: Chico Gregorio

0 Comentários

Deixe o seu comentário!