09/11/2018
12:48

247- O PT ingressou com uma representação junto ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) pedindo a exoneração de Sérgio Moro em função de ter aceitado o convite para ocupar o cargo de ministro da Justiça do governo de Jair Bolsonaro (PSL); deputados federais Wadih Damous, Paulo Pimenta e Paulo Teixeira, alegam que Moro exerceu atividade político-partidária enquanto ainda exercia o cargo de juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba, o que é vedado pela Constituição e pela Lei Orgânica da Magistratura; PT pede, ainda, a nulidade dos atos jurisdicionais ou administrativos praticados por Moro desde o dia em que anunciou a adesão a um projeto político-eleitoral

Publicado por: Chico Gregorio

0 Comentários

Deixe o seu comentário!