25/10/2017
15:08

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), encerrou às 14h22 desta quarta-feira (25) a sessão que iria votar a denúncia contra o presidente Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência).

A decisão foi tomada após uma manobra da oposição, que contou também com parlamentares da base governista. Apesar de estarem no Congresso, esses deputados não registraram presença em plenário e fizeram com que o quórum mínimo não fosse atingido.

São necessários 342 deputados registrados para a votação ser aberta. O quórum chegou a passar dos 280 ás 13h, mas nova verificação contou pouco mais de 190 após às 14h.

Publicado por: Chico Gregorio

0 Comentários

Deixe o seu comentário!