17/11/2015
17:20

:

Senador Roberto Requião (PMDB-PR) abriu dissidência no congresso da Fundação Ulysses Guimarães, braço político do PMDB, ao afirmar nesta manhã que o evento demonstra uma clara tentativa de adesão à tese do golpismo e do neoliberalismo econômico; “Estão esperando que a presidente Dilma Rousseff seja cassada e o vice Michel Temer assuma o governo com uma pauta muito pior que atual”, disse; de acordo com o parlamentar, as propostas são “apócrifas”, porque ninguém assina e “nem o PSDB nem a antiga Arena tiveram coragem de defender”; durante o evento, que acontece em Brasília, militantes do PMDB gritavam “Brasil, pra frente, Temer presidente”

Publicado por: Chico Gregorio

0 Comentários

Deixe o seu comentário!