31/03/2016
15:31

AB – O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse hoje (31) que o PMDB foi precipitado na decisão de romper com o governo da presidenta Dilma Rousseff. Para ele, a atitude de seu partido provocou um efeito cascata negativo. “Evidente que isso precipitou reações em todas as órbitas: no PMDB, no governo, nos partidos da sustentação, nos partidos da oposição, o que significa em outras palavras, em bom português, que não foi um bom movimento.”

Presidente do Senado, Renan Calheiros, diz que PMDB foi precipitado em rompimento com o governo Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Presidente do Senado, Renan Calheiros, diz que PMDB foi precipitado em rompimento com o governo Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Renan tem posição contrária à da maioria do partido, assim como alguns ministros que ainda permanecem no governo. Questionado se, por isso, o partido está desunido, Renan disse que não. “O PMDB demonstrou uma férrea unidade na convenção quando elegeu Michel Temer em chapa única. De modo que demonstrou que pode sim construir, como sempre construiu, a unidade na diversidade.”

Sobre como ficaria a relação entre o governo e o PMDB caso o processo de impeachment não tenha êxito, Renan Calheiros disse que não acredita em um acirramento maior. “A direção do PMDB fala pelo partido. Não acredito que o PMDB, seja qual for cenário, vá liderar uma corrente de oposição no parlamento. A maioria parlamentar está tão difícil e será muito mais difícil ainda se dela se ausentar o PMDB.”

Publicado por: Chico Gregorio


31/03/2016
10:01

Do G1 PB

Foi transferido para a Paraíba, o empresário de 35 anos preso em flagrante em um hotel de luxo na cidade de Mossoró, no Rio Grande Norte por suspeita de estelionato. Conforme a Polícia Civil da Paraíba, o empresário era procurado por uma série de fraudes na compra e venda de veículos que somam um valor de R$ 350 mil. O suspeito tinha sido preso no dia 24 de março, em operação conjunta com a Polícia Militar do Rio Grande do Norte, e será encaminhado para um presídio de João Pessoa. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (30).

De acordo com o delegado da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF) de João Pessoa, Lucas Sá, o empresário é investigado desde 2014 por fraudes relacionadas à negociação de pelo menos 15 veículos. “Ele obteve aproximadamente R$ 350 mil em razão das fraudes, pois repassava os carros a terceiras pessoas, sendo que esses bens foram destinados a locais ignorados”, explicou o delegado.

As investigações ainda apontam que o suspeito estava foragido de João Pessoa há pelo menos um ano e que teria permanecido um período no interior do Ceará, continuando a praticar fraudes que fizeram mais sete vítimas. O chefe da unidade especializada ainda relatou que, em Mossoró, o empresário estava hospedado no melhor hotel da cidade, onde contraiu uma dívida de R$ 4 mil, não quitada.

O delegado responsável ressaltou que o suspeito chegou a usar uma fantasia de presidiário no carnaval deste, quando já era procurado pela polícia, como um forma de demonstrar não ter ter preocupação com uma eventual prisão. “Para se ter ideia,  suspeito se vestiu de presidiário no Carnaval deste ano e já era foragido, demonstrando que não temia ser responsabilizado por suas fraudes investigadas pela DDF. Contudo, foi preso”, comentou Lucas Sá.

Publicado por: Chico Gregorio


31/03/2016
09:47

Alisson Correa

Manifestantes reunidos em João Pessoa

A tarde desta quinta-feira (31) vai ser de manifestações a favor da presidente Dilma Rousseff. Na Paraíba, os atos estão previstos para acontecer em João Pessoa, Campina Grande (Praça da Bandeira), Guarabira, Patos e Cajazeiras. Na Capital, a expectativa é de que a manifestação reúna cerca de cinco mil pessoas, com expectativa de comparecimento do governador Ricardo Coutinho.

Segundo Gleyson Melo, que faz parte da Frente Brasil Popular, que organiza o ato, João Pessoa vai contar com quatro pontos de concentração dos manifestantes: o Lyceu Paraibano, onde os estudantes vão se reunir; a Praça Rio Branco, que contará com reunião de artistas e cantores; a Praça João Pessoa, que vai ter apresentação de tambores; e a Praça Pedro Américo, que vai reunir atores da cultura popular. As concentrações começam às 16h.

Publicado por: Chico Gregorio


31/03/2016
09:23


Na tribuna do Senado nesta quarta-feira, o senador Garibaldi Filho (PMDB) mandou recadinho do coração para o PT, “antigo” companheiro de chapa.
“Não pretendo ingressar nesse jogo, nem pretendo me intimidar. Os que hoje dizem que o PMDB é isso ou aquilo, detratando a imagem do meu partido, ontem diziam o contrário. Com relação ao presidente Michel Temer, que é tão acusado hoje, antes era considerado um vice-presidente da mais absoluta confiança e apreço, merecendo a admiração do atual governo”, lembrou Garibaldi Filho, afirmando que não utilizará de “radicalização nem de maniqueísmo”.
Garibaldi afirmou que a conterrânea  Fátima Bezerra foi assim, “radical e maniqueísta”.
Para Garibaldi, o PMDB dá tudo pra não entrar numa briga, “mas se quiserem a briga nós vamos topar”.

Publicado por: Chico Gregorio


31/03/2016
09:01


Por Saulo de Castro

Principais motivos são estresse e depressões (Foto: Divulgação/Fred Veras)
(Foto: Divulgação/Fred Veras)

A rede municipal de ensino de Natal conta atualmente com 580 professores afastados de suas funções. Os dados são da Secretaria Municipal de Educação (SME), que aponta um total de 400 profissionais ausentes por questões médicas e outros 180 contemplados com licenças especiais.

De acordo com a secretária Justina Iva, no caso dos professores afastados por licenças médicas, os principais motivos alegados são estresse, depressão ou outras questões de ordem psiquiátrica. Segundo a secretaria as licenças médicas e especiais são ofertadas por motivos diferentes.

No caso da licença médica, como o nome mesmo diz, ocorre quando o professor precisa se ausentar de sua função por algum problema de saúde. O tempo de afastamento é variado.

Já a licença especial é um direito que todo professor tem após completar cinco anos de carreira. A diferença é que neste caso ela pode ser negociada e planejada, de modo que a instituição de ensino não seja prejudicada. Neste caso, a liberação é de três meses.

Justina Iva alega que não há como conter o número de professores afastados por essas questões, uma vez que eles são autorizados por uma junta médica. “Se a junta médica avalia que o professor não pode estar em sala de aula, só nos resta acatar também”, argumentou.

Publicado por: Chico Gregorio


31/03/2016
08:49

Com as ultimas chuvas caídas na região , os moradores de São João do Sabugi, puderam hoje, contemplar

as belezas do Rio Sabugi , como um bom volume de água, como dizem os moradores, de “barreira a barreira”,

todo esse volume de água desagua no açude Santo Antônio que é responsável pelo abastecimento da cidade.

Foto: Alcides Carneiro de Morais

Foto de Ana Cláudia Renan.
 

Publicado por: Chico Gregorio


31/03/2016
08:38

A senadora Fátima Bezerra disse, em Plenário, nesta quarta-feira (30) que a população já está percebendo os riscos que correriam a democracia e as conquistas sociais e trabalhistas dos últimos anos, caso o golpe fosse consumado e o vice-presidente Michel Temer assumisse o poder. “Nós lamentamos profundamente que o PMDB tenha se aliado aos derrotados nas urnas, PSDB e DEM, e hoje sirva de instrumento para golpear a democracia, mas quero, no entanto, destacar que muitas das pessoas que gritavam nas ruas a favor do impeachment estão dando conta do que significa, na verdade, apear do poder uma mulher legitimamente eleita, para entregar o poder nas mãos de alguém que não foi eleito Presidente da República”, destacou a senadora.

Fátima ressaltou que o programa “Uma Ponte para o Futuro”, do PMDB, deveria ser chamado de Ponte para o Inferno, já que, caso suas propostas viessem a ser implantadas, seriam piores do que qualquer plano neoliberal já instituído no país.  “O programa ‘Uma Ponte para o Futuro’, como está escrito, é incompatível com a execução de políticas sociais; ele põe em risco as conquistas e os avanços que nós tivemos nesses últimos 13 anos, no que diz respeito à inclusão social”, enfatizou a senadora.

Para a senadora, várias propostas do que chamou de “Projeto Temer” atingem direta e imediatamente políticas públicas e direitos sociais e trabalhistas, como a prevalência dos acordos trabalhistas em detrimento da legislação de proteção ao trabalhador, a desvinculação dos reajustes da previdência dos reajustes do salário mínimo e até mesmo a estagnação dos benefícios. Ela destacou especialmente os prejuízos sofridos pela área de educação, caso o projeto do PMDB fosse colocado em prática. “Essa proposta de Michel Temer, do vice, de desvincular os recursos para a área de educação, não seria uma ponte para o futuro, mas uma ponte para destruir o presente e o futuro da educação brasileira”, enfatizou.

A parlamentar lembrou que, para cumprir os acordos que certamente fizeram com o empresariado para garantir seu apoio, constatados pela participação explícita da FIESP nas manifestações pró-impeachment, teria que se cortar recursos das políticas sociais. Ela ressaltou que Estado teria de ser redesenhado para atender a interesses de multinacionais e do sistema financeiro, com a privatização de instituições como o Banco do Brasil, a Caixa Econômica e a Petrobras.

Publicado por: Chico Gregorio


31/03/2016
08:18

Imagem: Ronaldo Magella
 
Em dois dias seguidos de chuvas, o volume de água no Açude José Américo, em Santa Luzia, aumentou consideravelmente. A percepção se torna ainda mais nítida quando se toma a pedra do salgadinho (formação rochosa localizada dentro do manancial) como base.

Há alguns dias atrás, a pedra estava muito distante da água que se encontrava acumulada no açude até então. Hoje, ela está ilhada, prova de que os rios continuam abastecendo o principal reservatório do município.

A expectativa da população em geral é de que as chuvas continuem caindo na região e o açude possa sangrar em breve.
 
Fonte Otoniel Medeiros

Publicado por: Chico Gregorio


31/03/2016
08:09

Barragem de Manoel de Brito em Ouro Branco-RN
Por volta das 16 horas de ontem(30), começou a transbordar a Barragem de Manoel de Brito em Ouro Branco. 
 
As águas deste reservatório seguem rumo ao Açude Itans, na localizado  em   Caicó. Outros pequenos reservatórios também estão transbordando no município de Ouro Branco-RN. 
O Rio Quipauá se encontra de barreira a barreira nas imediações da comunidade Lages.
Fonte Marcos Costa

Publicado por: Chico Gregorio


30/03/2016
18:21

Choveu forte em Currais  Novos  já atingiu a marca de 92 milímetros , veja algumas fotos registradas após a chuva.

Foto de Antonio Marcos Merica.

Foto de Antonio Marcos Merica.
Foto de Antonio Marcos Merica.
Foto de Antonio Marcos Merica.
Fonte Edson Freire.

Publicado por: Chico Gregorio


30/03/2016
17:44

A senadora Fátima Bezerra alertou os trabalhadores sobre os prejuízos que devem sofrer caso o PMDB consiga efetivar o golpe em andamento e assuma o poder. Durante café da manhã pela reforma agrária, nesta quarta-feira (30), com dirigentes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Fátima voltou a defender o mandato da presidenta Dilma Rousseff.

Se Temer assumir o poder, o programa do PMDB “Uma ponte para o futuro” será colocado em prática. De acordo com a parlamentar, a agenda representa um retrocesso nas conquistas obtidas pelos trabalhadores nos últimos anos e desmantela os programas sociais, como por exemplo, o Minha Casa Minha Vida, além de retomar a agenda neoliberal no país.

“O governo tem capacidade de articulação política e o ex-presidente Lula tem ajudado muito nessa questão.  Hoje, nós temos de um lado os lutadores da democracia e do outro lado os traidores da democracia. E, claro, os lutadores de democracia serão os grandes vitoriosos desta batalha”, disse.

Fátima disse ainda que o movimento de resistência contra o golpe é a maior lição da crise política do país. “A nossa expectativa é de que no dia 31, essa resistência virá muito mais forte e plural”, afirmou.

O encontro também contou com a presença de parlamentares do PT, do PSol e do PCdoB.

Publicado por: Chico Gregorio


30/03/2016
17:39

Nelter Reprodução

O deputado Nélter Queiroz (PMDB) fez pronunciamento nesta quarta-feira (30), na sessão plenária da Assembleia Legislativa, ressaltando a necessidade de união da bancada federal em favor do Rio Grande do Norte. De acordo com o parlamentar, o momento exige o empenho de toda a classe política para que Estado retome o desenvolvimento.

Ainda durante a sessão plenária desta quarta-feira, o deputado Nélter Queiroz também repercutiu as adesões de três vereadores da cidade de Jucurutu ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) e enalteceu os investimentos federais de cerca de R$ 20 milhões feitos pela atual administração do município. “Jucurutu vem avançando sem radicalismos e sem briga nos últimos três anos, resultado de uma união e entendimento com um único propósito: o de levar obras e investimentos para a cidade”, destacou o deputado.

Esse pronunciamento de Nelter Queiroz deixa claro que a classe política do PMDB no RN, não está preocupada com

o desenvolvimento do Estado, por que se tivesse, jamais romperia com governo Dilma, mesmo que a nível nacional

partido rompesse.

Publicado por: Chico Gregorio


30/03/2016
17:29

Após a saída do PMDB da base de sustentação do governo federal, oficializada nesta terça-feira (29), o vereador Fernando Lucena (PT) exigiu que o partido entregue os cargos que detém em órgãos públicos federais no Rio Grande do Norte. O parlamentar disse que está fazendo um levantamento de quantos cargos o partido tem no Rio Grande do Norte, mas já adiantou que cerca de 80% dos cargos comissionados são de indicações do ex-ministro Henrique Alves, do senador Garibaldi Filho e do deputado federal Walter Alves.

“Rompeu com o governo, tem que entregar todos os cargos. Vou conferir os nomes desse pessoal aí, Anna Catarina, esse povo que tem cargos tem que sair. Ou é rompimento só de brincadeirinha? Se rompeu, tem que sair”, disse Lucena ao Agora RN nesta quarta-feira (30).

Um dia antes do PMDB oficializar o desembarque da base do governo, o então ministro do Turismo Henrique Alves pediu exoneração da pasta. O senador Garibaldi Alves Filho, que também foi ministro da Previdência no governo Dilma, defendeu o rompimento e reclamou da posição de “acirramento” que o governo assumiu nos últimos dias.

Atualmente o PMDB tem indicações em órgãos como a Companhia Docas do Rio Grande do Norte (Codern), Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (DNOCS), Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Fernando Lucena cita ainda cargos dominados pelo PMDB em agências reguladoras como a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Publicado por: Chico Gregorio


30/03/2016
17:26

Ce0R3lIWEAAkSV-

Do UOL – O deputado federal Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força (SD-SP), foi protagonista de um bate-boca com uma dona de casa no aeroporto de Brasília nesta terça-feira (30). No desentendimento, Paulinho chegou a jogar notas de dinheiro contra a interlocutora. As imagens foram publicadas em redes sociais.

No vídeo, a responsável pela filmagem acompanha o deputado na área de desembarque do aeroporto, onde ele estava acompanhado de um assessor e do presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Edifícios e Condomínios de São Paulo (Sindifícios), Paulo Ferrari.

“Vamos filmar bem os traidores, porque vai ter preço depois”, diz a mulher, não identificada pelas imagens, fazendo referência ao apoio dado pelo parlamentar ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e ao processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

“Traidor? Traidora é você, ladrona (sic)”, rebate Paulinho. “O senhor está me chamando de ladrona? O senhor está me chamando de ladrona? De onde o senhor tirou isso, que eu sou ladrona?”, argumenta a mulher.

“De onde você tirou que ele é traidor? De onde você tirou que ele é traidor?”, pergunta um dos dois homens que acompanham Paulinho do desembarque.

“O que eu já te roubei? O que eu já te roubei para você me chamar de ladrona? Qual o esquema? Eu sou uma mãe de família, uma dona de casa, não estou roubando para ninguém. Eu estou lutando para os nossos direitos”, rebateu a mulher que filma.

“Você está roubando o Brasil junto com a Dilma”, argumenta Paulinho, já dentro de um carro sedã preto. Incomodado, o deputado então joga duas notas de R$ 10 para fora do carro, em direção à mulher.

“Toma um dinheiro. O dinheiro aí, ó”, diz Paulinho. “Acabou a boquinha”, completa, enquanto o carro vai embora do local.

Em comunicado oficial divulgado pelo Solidariedade nesta quarta-feira, o deputado afirmou ter dito “o que acredita” à mulher no aeroporto. Na nota, ainda faz duras críticas ao PT e à Dilma.

“Quero esclarecer a essa pessoa e ao povo brasileiro que os verdadeiros traidores são a Dilma e o PT, que usaram o dinheiro público e o voto da população para enriquecer”, diz a nota.

“Quem acompanha de perto a política sabe que há denúncias de que os governistas estão pagando pessoas para protestar contra o impeachment e constranger deputados da oposição. Este também pode ser o caso do vídeo, pois a mulher que me perseguiu estava no aeroporto já com o objetivo de criar confusão, como fica claro nas imagens”, acrescenta Paulinho.

“Dilma e o PT estão roubando o Brasil e quem os defende está ajudando esse governo a continuar a roubalheira. Foi isso o que afirmei à mulher no aeroporto, por ser o que acredito”, completa a nota, agradecendo “ao povo brasileiro pelo apoio”.

VÍDEO AQUI

Publicado por: Chico Gregorio


30/03/2016
17:19

BANCADA_RN_164169

Os nobres parlamentares do Rio Grande do Norte alegam de tudo quando o assunto é o impeachment da presidente Dilma Rousseff. Porém, pouco falam do Estado que efetivamente representam. Ou ao menos deveriam.

Cabe, nesse sentido, uma pergunta: independentemente da raiva que cicrano sinta de A ou de B, de Temer ou de Dilma, do Flamengo ou do Fluminense, do que levará de um ou de outro – o RN pode ganhar com a permanência de Dilma ou não? O futuro do nosso elefante deveria fazer parte do debate.

Fragilizado, o governo irá atender antigos pleitos do Rio Grande do Norte. A liberação de recursos de quase um bilhão pode ser a redenção e destravar os próximos anos das terras de poti.

É chegada a hora dos parlamentares barganharem mais em favor do Rio Grande do Norte.

Fonte O  Potiguar

Publicado por: Chico Gregorio