24/01/2017
19:55

trsus

Quem nunca ouviu aquela frase: “Não vá nadar depois de comer porque faz mal”? Isso é o que diz a cultura materna. Mas será que nadar ou tomar banho após as refeições, realmente tem algum risco?

Durante a digestão, o corpo aumenta o fluxo de sangue nos músculos do sistema digestivo direcionando mais sangue e oxigênio para essas áreas. De acordo com os médicos, a prática de exercícios físicos faz o corpo direcionar o fluxo para outros músculos criando uma espécie de “competição” por energia.

Quanto esperar?

O fator principal na hora de calcular o intervalo entre a alimentação e o exercício físico é pensar no que se come. “Se a pessoa comer uma feijoada o ideal é esperar umas três ou quatro horas antes de fazer exercícios. Se [a refeição for] de frutas, suco, ou carboidratos entre meia e uma hora já resolve”, explica o ortopedista Ricardo Munir Nahas, coordenador científico da Associação Paulista de Medicina.

Na lenda familiar, tomar banho também parecia algo capaz de provocar síncope –a perda dos sentidos. Mas segundo os especialistas isso é apenas um mito. “É importante evitar banhos muito quentes e demorados, pois podem provocar mal-estar por queda da pressão arterial”, explica Berger.

Ou seja, entrar na piscina só para ficar ali curtindo a água, tudo bem. O que não pode é praticar exercícios de grande esforço.

Mas que mal exatamente pode causar? “Dependendo da condição física pode ter uma síncope, mas as reações vão desde um desconforto, náusea, soluço, e dores abdominais. Em casos extremos, como de uma pessoa com cardiopatia, o esforço após a refeição poderia causar um infarto”, comenta Nahas.

Os médicos ressaltam que embora os riscos de afogamento sejam pequenos, não são inexistentes. “Por que essa ‘fixação’ com a natação? Simples: o ser humano tem por habitat a terra, não a água. Um mal-estar ‘no seco’ é mais facilmente observado e socorrido. Já na água, a consequência pode ser muito pior”, alerta Berger.

 

 

Fonte: Uol

Publicado por: Chico Gregorio


24/01/2017
19:49

Bispo Márcio Carotti, da Igreja Universal, no “Fala que Eu te Escuto”, programa da Record. Imagem: Reprodução/TV Record

Logo no início do ano, meu colega Flávio Ricco escreveu neste UOL um texto criticando a venda de horários de TV para igrejas.

De fato, Ricco aponta para um problema recorrente e até hoje sem solução: graças a uma legislação sobre mídia atrasada, confusa e em muitos casos omissa, a venda de horários por emissoras de TV no Brasil, seja para empresas sérias, produtoras caça-níqueis ou igrejas está ao deus-dará (sem trocadilho).

O problema é que do ponto de vista pragmático muitas TVs abertas e suas afiliadas não fecham mais as contas e em alguns casos correriam até risco de insolvência sem a venda desses horários. É um dinheiro sagrado (com trocadilho).

Os orçamentos de Record, Band e RedeTV! (e Gazeta, em SP) hoje dependem das igrejas quase que como estas dependem de seus fiéis. A coluna obteve estimativas junto a pessoas a par do mercado. Vamos aos números:

Cerca de 30% do faturamento total (R$ 1,8 bilhão) da Record vem da Igreja Universal, conforme esta coluna informou recentemente.

Dos cerca de R$ 500 milhões que o Grupo Band fatura por ano, provavelmente um terço também venha de igrejas, inclusive o arrendamento do canal 21 para a Igreja Universal.

No caso da RedeTV!, a estimativa é que a venda de grade represente até 35% dos cerca de R$ 400 milhões em receitas previstas para este ano.

A despeito das críticas contra esse comércio, se esse dinheiro sumisse começariam cortes, demissões em massa e ameaça até de continuidade da operação dessas emissoras e de muitas de suas afiliadas.

QUASE EXCEÇÃO

O SBT é uma exceção, pois se recusa a vender horários para igrejas até hoje.

No entanto, algumas afiliadas da emissora sobrevivem também vendendo grade para pastores e outros evangelizadores, conhecidos e desconhecidos.

Nesses tempos bicudos, até mesmo afiliadas da Globo já têm aceitado de mãos abertas anúncios da Igreja Universal de Edir Macedo.

TEM COMO NÃO VENDER?

Marcelo de Carvalho, vice-presidente da RedeTV! e único executivo que fala sobre o assunto afirma que o mercado publicitário nacional tem “discrepâncias” que simplesmente obrigam as TVs a vender horários.

“Além disso vamos deixar claro que só existe programação religiosa porque há público para assistir.”

Ele questiona como emissoras como a dele vão sobreviver sem as igrejas se a maioria absoluta do bolo publicitário brasileiro fica só para a Globo. Ninguém quer falar sobre isso, lamenta Carvalho.

TVEFAMOSOS, UOL

Publicado por: Chico Gregorio


24/01/2017
17:40

Foto: Reprodução / Inter TV Cabugi

Fonte Alex Viana.

A delação do ex-diretor administrativo do Idema, Gutson Johnson Reinaldo, pivô do escândalo da Operação Candeeiro, feita ao Ministério Público, cita um deputado federal do Rio Grande do Norte. A informação foi confirmada ao Blog por um advogado que teve acesso ao processo.

Na 6ª Vara Criminal de Natal, Gutson afirmou que os desvios começaram em 2012. Segundo o Ministério Público, através de esquema simulado de pagamentos fraudados, foram desviados do Idema R$ 19 milhões em janeiro de 2013 e novembro de 2014.

Publicado por: Chico Gregorio


24/01/2017
17:28

As gravações do aparelho de áudio encontrado no avião que caiu no mar em Paraty (RJ) na quinta-feira mostram que o piloto da aeronave fez duas tentativas de pouso no aeroporto de Paraty (RJ) antes de cair no mar, segundo informou o Jornal Hoje, da TV Globo. A gravação também demonstra que não houve pânico dentro da aeronave antes da queda.

Em outro trecho, o piloto Osmar Rodrigues diz que iria esperar a chuva passar para pousar, segundo informações do Bom Dia Brasil. Em seguida, a gravação é interrompida. Como o aeroporto de Paraty não tem torre de controle, o aparelho registrou conversas com outros pilotos que voavam pela região.

A aeronave transportava o ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki e mais quatro pessoas: o empresário Carlos Alberto Filgueiras, dono do Hotel Emiliano, a massoterapeuta Maira Lidiane Panas Helatczuk, de 23 anos, e a mãe dela, Maria Ilda Panas, de 55 anos, além do piloto.

O aparelho, chamado de CVR, registra os últimos 30 minutos do voo. Ele foi levado para o Laboratório de Análise e Leitura de Dados de Gravadores de Voo (Labdata), do entro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa).

Nesta segunda-feira juiz da 1ª Vara Federal de Angra dos Reis, Raffaele Felice Pirro, decretou o sigilo das investigações da Polícia Federal e do Ministério Público Federal sobre a queda do avião. Nesta terça-feira, o MPF e a PF vão ouvir testemunhas do acidente.

Parte dos investigadores que atua no caso do acidente em Paraty trabalhou nas apurações sobre a morte do ex-governador Eduardo Campos em um acidente aéreo em Santos (SP) em plena campanha presidencial de 2014. Na equipe da Polícia Federal que foi deslocada pelo caso há integrantes que atuaram no episódio de 2014, mas a composição não é exatamente a mesma.

O Globo

Publicado por: Chico Gregorio


24/01/2017
17:26

 

Da Folha Online:
200 presos fogem durante rebelião em presídio de Bauru, no interior de SP

Um grupo de detentos conseguiu escapar durante uma rebelião na manhã desta terça-feira (24) no CPP (Centro de Progressão Penitenciária) de Bauru, no interior paulista. De acordo com o Centro de Operações da Polícia Militar, ao menos 200 presos teriam fugido. Não houve reféns.
O tumulto começou por volta das 8h30 durante uma revista de rotina no CPP 3 Prof. Noé Azevedo. A confusão teria começado, segundo a SAP (Secretaria de Administração Penitenciária) de São Paulo, quando um agente penitenciário surpreendeu um dos presos com um celular.
Os apenados incendiaram colchões e conseguiram escapar da unidade. Ao menos sete carros do Corpo de Bombeiros foram acionados para controlar o incêndio.
A SAP informou que a situação dentro do presídio já está controlada e que a Polícia Militar, com ajuda do Grupo de Intervenção Rápida, formado por agentes de segurança penitenciária, realizam a contagem dos presos. Contudo, a secretaria não informou quantos presos fugiram e quantos foram recapturados.
O helicóptero Águia, da PM, percorre a cidade para ajudar a localizar os detentos fugitivos. A penitenciária fica na altura do km 349 da rodovia Comandante João Ribeiro de Barros. Ela tem capacidade para 1.124 detentos, mas abriga atualmente 1.42 em regime semiaberto –podem sair para trabalhar durante o dia, mas precisam retornar para a unidade à noite.
De acordo com a SAP, 208 presos trabalham fora da unidade, exercendo atividades externas, outros 65 em empresas dentro da unidade e 358 trabalham em atividades de manutenção do próprio presídio.

Publicado por: Chico Gregorio


24/01/2017
17:22

A Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN) suspendeu, em sessão realizada nesta terça-feira (24), o concurso público para a Câmara Municipal de Jardim de Piranhas, edital 001/2016. Estão suspensas as nomeações dos classificados até que as irregularidades apontadas sejam corrigidas.

A decisão foi proferida por unanimidade, após sugestão de voto da auditora Ana Paula Oliveira Gomes, ratificada pelo conselheiro Paulo Roberto Chaves Alves, decano da Câmara, a quem cabe encaminhar as sugestões de votos apresentadas pelos auditores. O presidente da Câmara de Jardim de Piranhas à época da deflagração do concurso, Francisco Júnior Alves, pagará multa no valor de R$ 3 mil.

Segundo a proposta de voto da auditora, não há na Lei de Diretrizes Orçamentárias autorização para a realização do certame, assim como dotação orçamentária para atender às despesas decorrentes do ingresso de novos servidores públicos. Além disso, o edital do concurso não foi publicado em jornal de grande circulação.

TCE-RN

Publicado por: Chico Gregorio


24/01/2017
17:21

A ex-primeira-dama Marisa Letícia – Pedro Kirilos / Agência O Globo / 22/09/2016

A ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva foi internada na tarde desta terça-feira no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. Ela sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) e, às 16h, estava na sala de emergência da unidade de saúde.

O hospital ainda não informou o estado de saúde da mulher do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O Globo

 

Publicado por: Chico Gregorio


24/01/2017
17:19

Foto: cedida

Colisão de veículo em poste na tarde desta terça-feira(24) deixou trânsito bloqueado na Rota do Sol- Natal -Cotovelo. Sem detalhes da ocorrência.

Blog do BG:

Publicado por: Chico Gregorio


24/01/2017
11:21

A Sondagem das indústrias Extrativas e de Transformação do Rio Grande do Norte, elaborada pela FIERN, revela que, no mês de dezembro, a produção industrial potiguar registrou queda mais intensa, contrapondo-se à moderação observada no mês anterior. Em virtude do menor dinamismo da atividade industrial, o número de empregados também recuou, mantendo a tendência que vem sendo observada desde fevereiro de 2014.

O nível médio de utilização da capacidade instalada (UCI) caiu de 69% para 67%, e é considerado pelos empresários consultados como abaixo do padrão usual para meses de dezembro, comportamento que se repete de forma ininterrupta desde setembro de 2011. Além disso, os estoques de produtos finais caíram e ficaram abaixo do nível planejado pelo conjunto da indústria.

Quando comparados os dois portes de empresa pesquisados, observa-se que, de um modo geral, as avaliações convergiram, com a diferença de que as pequenas indústrias apresentaram queda nos estoques de produtos finais e pessimismo com relação à evolução das compras de insumos, enquanto as médias e grandes apontaram estabilidade nos estoques e esperam manutenção nas compras de matérias-primas.

No que se refere aos indicadores avaliados trimestralmente, os empresários mostraram-se menos insatisfeitos com a margem de lucro e com a situação financeira de suas empresas. Além disso, o acesso ao crédito continuou difícil no quarto trimestre de 2016, e os preços médios das matériasprimas aumentaram em relação ao trimestre anterior. O principal problema do trimestre, na opinião dos empresários potiguares, foi a elevada carga tributária; seguida pelas altas taxas de juros, pela falta de capital de giro e pela demanda interna insuficiente.

Em janeiro, as perspectivas permanecem pessimistas. Os empresários potiguares esperam queda na demanda, no número de empregados, nas compras de matérias-primas e nas vendas externas nos próximos seis meses. A intenção de investimento, por sua vez, voltou a cair, mas ainda é superior ao nível observado em janeiro de 2016.

Comparando-se os indicadores mensais e trimestrais avaliados pela nossa Sondagem Industrial com os resultados divulgados dia 20/01 pela CNI para o conjunto do Brasil, observa-se que, de um modo geral, as avaliações convergiram, com a diferença de que os empresários nacionais preveem aumento da demanda e da quantidade exportada dos produtos nos próximos seis meses; e esperam manter o nível atual das compras de matérias-primas.

Publicado por: Chico Gregorio


24/01/2017
11:16

Por Estadão Conteúdo

Enquanto aguarda a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, definir o destino da relatoria da Operação Lava Jato na Corte, o presidente Michel Temer vem sendo pressionado por representantes de tribunais superiores e presidentes de partidos e parlamentares a escolher o substituto do ministro Teori Zavascki, morto na quinta-feira passada na queda de um avião em Paraty, no litoral fluminense.

Dirigentes de pelo menos seis grandes partidos da base aliada defendem a indicação do ministro da Justiça, Alexandre de Moraes.  O argumento de líderes do  PSDB, PSD, PR, DEM, PTB e até do PMDB é de que Moraes, considerado aliado fiel do governo, é “qualificado” e tem “experiência” jurídica.

Outros nomes sugeridos são o da ministra da Advocacia-Geral da União (AGU), Grace Mendonça, o do presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Ives Gandra da Silva Martins Filho, e o do ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Bruno Dantas. Temer informou no fim de semana que vai aguardar a decisão de Cármen Lúcia para depois indicar um nome.

Publicado por: Chico Gregorio


24/01/2017
11:09

O Preço médio do litro da gasolina nos postos de gasolina subiu pela terceira consecutiva e atingiu R$ 3,774 na semana encerrada no dia 21, ante média de R$ 3,773 na semana anterior, segundo levantamento da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulgado nesta segunda-feira (23). No ano, o aumento acumulado é de 0,51%.

O preço médio do diesel e do etanol também subiu. O valor médio do primeiro passou de R$ 3,085 por litro no país para R$ 3,108 (alta de 0,75% na semana). Já etanol subiu de R$ 2,913 para R$ 2,931 (alta de 0,62%).

Publicado por: Chico Gregorio


24/01/2017
10:59

Vereador Paulinho Freire poderá deixar o Solidariedade

O vereador Paulinho Freire poderá deixar o Solidariedade. A relação entre ele e o deputado estadual Kelps Lima está estremecida e a tendência é o vereador migrar para outra legenda.

Paulinho Freire tem recebido convite de outros partidos, mas ainda não definiu sua nova opção partidária.

Publicado por: Chico Gregorio


24/01/2017
10:54

Detran/RN leiloa 600 motos “cinquentinhas” na próxima sexta-feira

O Detran/RN leiloa nesta sexta-feira (27) 153 lotes de ciclomotores. Serão aproximadamente 600 motos “cinquentinhas”, sendo 100 em situação de circulação e 500 para sucata. O leilão acontece às 10h, no Auditório da Escola de Governo, no Centro Administrativo do Estado, no bairro Lagoa Nova, em Natal.

O Detran/RN leiloa nesta sexta-feira (27) 153 lotes de ciclomotores. Serão aproximadamente 600 motos “cinquentinhas”, sendo 100 em situação de circulação e 500 para sucata. O leilão acontece às 10h, no Auditório da Escola de Governo, no Centro Administrativo do Estado, no bairro Lagoa Nova, em Natal.

A visitação às “cinquentinhas” pode ser feita nesta terça (24) e quarta-feira (25), das 8h às 14h, no pátio do Detran em Natal, que fica no cruzamento da Avenida Capitão Mor Gouveia com Rua Bom Pastor, onde funcionava a garagem da Empresa Guanabara.

O leilão funciona de forma online, por meio do site www.lancecertoleiloes.com.br; e de maneira presencial. Para participar do leilão eletrônico, os interessados devem preencher um cadastro no site da Lance Certo Leilões, fornecendo a documentação exigida e passar por uma análise de crédito. As pessoas cadastradas já podem se antecipar e oferecer lances aos veículos. No dia do leilão, serão recebidos os lances de quem estiver presente e também dos participantes que estiverem online e já forem cadastrados no sistema.

Os interessados em comparecer ao leilão presencial, precisam ir ao evento com a documentação exigida e comprovante de residência. Para pessoa física, é necessário apresentar RG e CPF. Já para pessoa jurídica precisa levar o contrato social e o CNPJ da empresa. O pagamento deve ser efetuado em dinheiro ou cheque, da seguinte forma: 20% no ato da arrematação e o restante do valor em depósito ou cheque descontado em até três dias úteis após o leilão.

Mais informações e edital do leilão no site da Lance Certo Leilões: www.lancecertoleiloes.com.br.

Publicado por: Chico Gregorio


24/01/2017
10:51

POR PAINEL – FOLHA

Laranjal O relatório apresentado pela Polícia Federal na ação que pede a cassação da chapa Dilma-Temer na disputa de 2014 concluiu que parte dos recursos pagos pela campanha às três gráficas que são alvo da investigação não se destinava a cobrir gastos da corrida presidencial. Segundo a PF, o dinheiro tinha como destino último, na verdade, pessoas físicas e jurídicas, além de fornecedores e subfornecedores. O documento foi entregue ao TSE na quarta-feira da semana passada.

 

Publicado por: Chico Gregorio


24/01/2017
10:49

Resultado de imagem para alcaçuz presidio

A construção de Alcaçuz em cima de areia fina, de dunas, começa a virar deboche nacional. Hoje é destaque de capa do jornal Folha de São Paulo. A novidade é que o presidio foi um projeto de duas universitárias para conclusão do curso e que mesmo tendo projetado só acompanharam a construção uma única vez e afirmam que o governo quando construiu não seguiu itens de segurança essenciais.

Segue reportagem da Folha:

Cenário do massacre de 26 presos e sem controle do poder público há mais de uma semana devido à guerra entre facções criminosas, a prisão de Alcaçuz, na região metropolitana de Natal, tem a origem de seus problemas há quase três décadas, quando saiu do papel com base num trabalho de conclusão de curso de duas alunas de arquitetura na Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Prevista originalmente num terreno rochoso na cidade de Macaíba, a 14 km de Natal, a planta foi adaptada e erguida sobre dunas no município de Nízia Floresta, ao lado da capital potiguar –com características que facilitaram a presença de esconderijo de armas e fugas com túneis escavados na areia.

Entre domingo (22) e segunda (23), por exemplo, policiais da Força Nacional encontraram três túneis ao redor de Alcaçuz –um deles camuflado com galhos de árvores, e outro só descoberto após a chuva levar parte da areia.

Além disso, apesar da entrada da PM no complexo na sexta (20), houve uma nova tentativa de fuga na madrugada desta segunda, pelo telhado. Um agente penitenciário percebeu a movimentação e disparou –um detento foi atingido no braço.

As falhas da prisão construída são reconhecidas por uma das arquitetas do projeto, para quem elas não estão especificamente nas dunas. “O problema é que normas de seguranças, como fundações bem feitas e muros reforçados, não foram realizadas corretamente. O projeto não foi seguido”, diz Rosanne Azevedo de Albuquerque, 50, hoje professora universitária.

Rosanne era estudante na faculdade quando, junto com a colega Lavínia Negreiros, decidiu fazer um projeto de presídio. “Era um trabalho de conclusão de curso sem nenhuma ambição”, afirma.

As duas criaram um presídio que tinha quatro pavilhões e áreas voltadas à educação, tratamento médico e oficinas. Na apresentação, receberam nota máxima. O governo se interessou e comprou a ideia. “Nem me lembro quanto pagaram, mas não foi muita coisa”, diz Rosanne.

As duas arquitetas puderam visitar a construção apenas no início. Depois, acabaram nem sendo convidadas para a inauguração, em 1998, na gestão do então governador Garibaldi Alves Filho, hoje senador pelo PMDB.

A planta previa um piso com camadas espessas de concreto e de grades de ferro, o que não foi feito. Com o tempo, os presos quebraram o piso e chegaram até a areia. Para fugir, cavavam túneis com as mãos e com pás de ventilador. Os buracos passavam por baixo do muro e saíam do lado de fora, numa vila que cerca o presídio –apelidado de “queijo suíço”.

Moradores do entorno estão acostumados com fugas –só no ano passado 102 detentos fugiram dali. Uma dona de casa, que preferiu não se identificar, afirmou que em 2016 encontrou vários presos nas ruas de terra. “Eles não mexem com a gente. Só querem fazer a fuga”, conta.

“Não sei como Alcaçuz não desabou ainda. Há verdadeiras cavernas embaixo. O que tem ali é areia, areia de praia”, diz Henrique Baltazar, juiz de execução penal que atuou na detenção entre 2010 e 2015. Segundo policiais e agentes penitenciários ouvidos pela Folha, é bastante difícil encontrar armas com os presos de Alcaçuz, porque eles as enterram nas dunas e na areia que existe no complexo.

Jogar objetos para dentro da detenção também não é tarefa difícil, já que o prédio fica numa área mais baixa e é cercado por outras dunas. Normalmente há seis agentes penitenciários por turno, para mais de mil presos.

Blog do BG:

Publicado por: Chico Gregorio