13/09/2016
19:03

A juíza eleitoral de São Gonçalo do Amarante, Daniella Paraíso Guedes Pereira, determinou a imediata exclusão do blogue assinado por Leidismar Régis Gurgel, assessor parlamentar do vereador Alexandre Cavalcanti (PMDB), de uma suposta entrevista que o blogueiro-assessor teria feito com a secretária municipal de Assuntos Extraordinários, Mada Calado, em que ela faz críticas e acusações ao candidato Paulo Emídio, o Paulinho da Habitação, do PR.

De acordo com a sentença judicial, Leidismar terá de retirar todo o conteúdo não somente do blogue como também das redes sociais em que publicou a falsa entrevista. A pena para o descumprimento da ordem judicial é uma multa diária no valor de 5 mil reais.

A juíza Daniella Pereira acatou os argumentos da assessoria jurídica do candidato Paulinho da Habitação de que o blogueiro publicou uma entrevista que ele mesmo inventou e, portanto, sabidamente inverídica. Mada Calado jamais concedeu qualquer entrevista e já está representando o blogueiro judicialmente.

A juíza eleitoral também encaminhou os autos da representação ao Ministério Público e notificou o blogueiro Leidismar Régis Gurgel, que terá 48 horas para se defender e 24 horas para se pronunciar sobre o direito de resposta.

Assessoria Paulinho 22

Publicado por: Chico Gregorio


13/09/2016
18:49

Resultado de imagem para fotos do vereador de parnamirim clenio santos

O prefeito de Parnamirim, Maurício Marques, acaba de informar sobre a morte do vereador Clênio.

O vereador sofreu um acidente de carro em maio passado.

Eis a nota do prefeito:
Comunicado:
Foi com grande pesar, que nesta tarde (13), recebo a notícia do falecimento do vereador e amigo Clênio dos Santos, de 47 anos. Um homem íntegro, um vereador incansável na luta de ver uma cidade cada vez melhor de se viver e, acima de tudo, um homem de bem.
Clênio deixará uma lacuna em nossos corações. Um político exemplar, um marido e pai amoroso, que ficará em nossas lembranças por todo o trabalho desenvolvido em prol dos parnamirinenses.
Nesse momento de dor, me solidarizo com a família de nosso eterno Clênio e rogo ao Pai que conforte os seus familiares neste momento de dor.
PREFEITO MAURÍCIO MARQUES

Publicado por: Chico Gregorio


13/09/2016
18:36

Homem revela que encontrou alma três vezes, arrancou botija e ajudou espírito a sair do purgatório

Obs: A fotografia é meramente ilustrativa.
A imagem pode conter: planta, comida e atividades ao ar livre

O agricultor Osvaldo Brasiliano, natural da cidade de Cajazeiras revelou nesta sexta-feira (22), que há uns seis anos atrás viu uma ‘alma’ por três vezes. De acordo com o idoso, a visita foi para lhe dar uma botija (tesouro enterrado), que estava enterrada no sítio Serrote Branco dos Cartaxos.

Segundo o agricultor a alma pediu que ele arrancasse a botija, pois estava sofrendo muito. Osvaldo contou que resistiu por duas vezes, mas na terceira resolveu criar coragem e ir em busca do ‘prêmio’ do além.

Ele revelou que num dia de sexta-feira, após às 06:00 horas da noite se preparou e foi ao local indicado.

“Quase não arranco por que apareceu marmota de todo jeito, urubu, cachorro, gente atirando pedra. Foi difícil”.

Osvaldo Brasiliano informou que a botija, que estava dentro de um pote era dinheiro, mas as cédulas já estavam estragadas. “Tinha uma pratas, mas não era de ouro”.

De acordo com o agricultor, a alma já havia lhe avisado que não tinha dinheiro, mas precisava que alguém arrancasse o pote para que ela se salvasse. “Ela disse: ‘Jesus me deu permissão para você me ajudar’”.

O cajazeirense informou que levou duas velas bentas, fez um sinal da cruz e retirou o pote do local, e somente depois as coisas se acalmaram. “A alma também estava lá, mas depois sumiu”.

De acordo com o sertanejo, a mesma alma lhe disse que havia outra botija no local, onde estava cheia de ouro, mas não retornou para autorizá-lo a arrancar.

“Ela vem aí corre uma frieza na gente porque temos muito medo de alma. Quem ver uma alma de noite tem medo”. Disse Osvaldo.

O agricultor contou também, que a alma estava no purgatório e a botija enterrada lhe impedia de evoluir. “Quem enterra dinheiro fica penando. Procurei um padre e ele que me ensinou a levar as velas bentas”.

Fonte: Diário do Sertão.

 

Publicado por: Chico Gregorio


13/09/2016
18:23

Amanda Gurgel exige esclarecimentos sobre uso de terceirizadas na campanha eleitoral

Vereadora critica pedido coletivo de votos para a candidata Júlia Arruda (PDT)

Por: Agora RN

 

Amanda Gurgel cobrou na manhã de hoje explicações sobre as seguidas denúncias de utilização de empresas terceirizadas para empregar cabos eleitorais e o assédio aos funcionários e funcionárias de seus quadros em atividades de campanha de candidatos a reeleição. “Terceirização é a versão moderna do voto de cabresto dos coronéis, pois condiciona a estabilidade no emprego ao voto em um determinado candidato. É como legalizar a compra de votos com a distribuição de cadeira de rodas, por exemplo”, disse.

Segundo a vereadora, a terceirização estimula contrários precários, instabilidade empregatícia e a promiscuidade entre o ente público e privado. “Não apoio nem incentivo a terceirização, mas não posso admitir o desrespeito aos direitos trabalhistas e o assédio moral as terceirizadas”, afirmou. “Esta reunião feriu a impessoalidade e moralidade da administração pública”, enfatizou.

Entenda o caso
A secretária municipal de educação Justina Iva realizou há uma semana um encontro com centenas de trabalhadores e trabalhadoras terceirizados da educação com a intenção de organizar um pedido coletivo de votos para a candidata Júlia Arruda (PDT). O evento contou com a presença de Carlos Eduardo (PDT), atual prefeito e candidato a reeleição, e do deputado estadual Álvaro Dias (PMDB).

Publicado por: Chico Gregorio


13/09/2016
18:19

 

Parlamentares do PT, Rede e PCdoB protocolaram, nesta terça-feira (13), na Procuradoria-Geral da República (PGR), uma representação contra o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, e a advogada-geral da União, Grace Mendonça. O grupo pede que o Ministério Público apure as declarações do ex-advogado-geral da União Fábio Medina Osório, exonerado na última sexta-feira (9), à revista “Veja”, de que teria sido demitido porque o governo estaria querendo abafar a operação Lava Jato.

Na entrevista, Medina disse que pretendia mover ações de ressarcimento de dinheiro desviado por políticos, alguns da base do governo, e que Padilha o teria orientado a ficar fora da Lava Jato. Ele também afirmou que a hoje advogada-geral da União teria contribuído para atrasar seu acesso aos inquéritos da Lava Jato, enviados pelo Supremo Tribunal Federal, com a desculpa de que o órgão não teria um HD para copiar os documentos.

Segundo a senadora Fátima Bezerra, a iniciativa de abafar a operação Lava Jato já derrubou dois ministros do governo. O primeiro foi o senador Romero Jucá, ex-ministro do Planejamento, que foi flagrado em uma gravação com o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado dizendo que tinham que tirar a presidenta Dilma do governo para barrar a Lava Jato. “Agora, temos essa gravíssima denúncia do ex-advogado-geral da União. Esperamos que o Ministério Público realize essa investigação com toda rigorosidade e seriedade. A conduta do ministro Eliseu Padilha é inaceitável. É uma atitude condenável”, disse.

Além de Fátima Bezerra, assinaram a representação os senadores Humberto Costa (PT-PE), Gleisi Hoffman (PT-PR), Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Lindbergh Farias (PT-RJ), Ângela Portela (PT-RR), Paulo Rocha (PT-PA), Jorge Viana (PT-AC), José Pimentel (PT-CE), Regina Sousa (PT-PI), Vanessa Grazziotin (PC do B-AM), Paulo Paim (PT-RS), Roberto Requião (PMDB-PR) e pelo líder do PT na Câmara, Afonso Florence (BA).

Publicado por: Chico Gregorio


13/09/2016
18:15

Vendas do varejo potiguar caem 14,1% em julho, o maior tombo mensal da história

RN já conta 13 meses seguidos de queda nas vendas

Por Agora RN

 

As vendas do Comércio Varejista Ampliado potiguar registraram, em julho, queda de 14,1% em relação a igual período do ano passado. Com isso, o acumulado do primeiro semestre de 2016 no estado já mostra uma queda de 10,9% percentual muito acima dos 2,01% de queda registrados no período de janeiro a julho de 2015. A retração acumulada ao longo de 2016 já representa quase o dobro daquela registrada ao longo de todo o ano passado (-5,9%).

Com mais este resultado negativo, o RN já conta 13 meses seguidos de queda nas vendas. O número de julho também confirmou dois novos recordes: foi o maior percentual de queda para um único mês e, também, a primeira vez, desde o início da série histórica do IBGE (em 2005) que o comércio do Estado registra 13 meses seguidos de vendas em declínio.

Os números foram divulgados na manhã desta terça-feira, 13, pelo IBGE, e reforçam o momento delicado pelo qual o setor de comércio do RN, um dos mais importantes da economia potiguar, está passando.

“Felizmente temos começado a enxergar, desde o início de agosto, alguns indicadores, no plano nacional, que apontam para recuperação da nossa economia. Mas está muito claro que estamos batendo no fundo do poço. Treze meses seguidos de queda nas vendas e um acumulado de quase 11% em perdas somente este ano é realmente um cenário extremo”, afirma o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do RN, Marcelo Queiroz.

O recorde histórico negativo para as vendas registrado em julho é apontado pelo presidente da Fecomércio RN como consequência de todo um contexto econômico. “Temos hoje um cenário com juros nas alturas, endividamento atingindo mais de 60% das famílias e cerca de 58 milhões de pessoas inadimplentes. Claro que é ambiente extremamente inóspito para o comércio. Tudo isto explica este recorde negativo”, diz ele.

O presidente faz questão de reafirmar que há sinais – ainda tímidos – de que a crise econômica começa a perder força (ele cita a redução das taxas inflacionárias e sinalizações de novos investimentos e de estabilização no mercado de trabalho). Segundo Queiroz, a expectativa é que os próximos meses sejam de quedas menos acentuadas nas vendas. “No entanto, dificilmente teremos um ano de 2016 que consiga, pelo menos, se igualar a 2015, que já foi ruim. Infelizmente, está claro que teremos este ano o pior desempenho do varejo potiguar na série histórica”, afirma Marcelo Queiroz.

 Segmentos

A exemplo do que aconteceu em junho, todos os segmentos do varejo registraram queda nas vendas. As maiores foram verificadas em Veículos (-20%); Livros, Jornais e Revistas (-18,6%); Equipamentos e Materiais para Escritório e Informática (-12,9%) e Móveis (-12,8%).

Publicado por: Chico Gregorio


13/09/2016
10:06

:

A consultoria de risco político Eurasia analisa que o governo Michel temer corre um “grande risco” com a perspectiva de cassação do deputado afastado e ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), cuja sessão de votação pela perda do mandato será realizada na noite desta segunda-feira (12). O risco, segundo a Eurasia, está na possibilidade de Cunha, uma vez cassado, negociar uma delação premiada no âmbito da Operação Lava Jato, o que derrubaria as bases do governo do peemedebista.

Segundo os analistas Christopher Garman, João Augusto de Castro Neves e Filipe Gruppelli Carvalho, o parlamentar mentiu sobre o fato de não receber propinas originárias de desvios na Petrobras, mas também de ter negado possuir contas no exterior. O relatório da Eurasia destaca, ainda, que Cunha protelou ao máximo o processo sobre sua cassação, além de ter deflagrado o impeachment da presidente eleita Dilma Rousseff “para tirar atenção de seus próprios problemas legais”. Em maio, o Supremo Tribunal Federal (STF) destituiu o parlamentar da presidência da Câmara.

Para a Eurasia, os aliados de Cunha deverão tentar novas manobras para tentar impedir a votação, apesar de considerar pequena a chance de sucesso. Ainda segundo a consultoria, a cassação de Cunha poderá colocar o governo Temer em uma situação complicada, já que ele poderá firmar um acordo de delação premiada.

“O medo entre líderes partidários é que Cunha possa implicar ministros do governo Temer ou mesmo o próprio presidente em um esforço desesperado para reduzir sua sentença”, diz a consultoria. O fator Cunha é um dos principais pontos considerados pela Eurasia para manter em 20% as chances de Temer não conseguir concluir o mandato.

Publicado por: Chico Gregorio


13/09/2016
09:48

foto 1 (2)

A senadora Fátima Bezerra comemorou, nesta segunda-feira (12), a aprovação do Projeto de Lei da Câmara nº 210/2015, que prevê benefícios trabalhistas e sociais para os agentes comunitários de saúde e para os agentes de combate a endemias. Entre os benefícios aprovados, está a preferência no Minha Casa Minha Vida, o reconhecimento do tempo de serviço para aposentadoria, o adicional de insalubridade e o piso salarial.

“Essas duas categorias exercem um papel muito importante na saúde preventiva do nosso País. O projeto garante maior segurança para os agentes comunitários de saúde e de combate a endemias, a exemplo de outros trabalhadores, dando continuidade à luta pela valorização, pelo respeito, tanto do ponto de vista salarial, como do ponto de vista profissional”, declarou.

Fátima Bezerra foi relatora da emenda constitucional 63, aprovada em 2010, que estabeleceu o plano de carreira e o piso salarial profissional nacional para os agentes. Também trabalhou pela aprovação do Projeto de Lei 7495/ 2006, que regulamentou o piso dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e de Combate às Endemias (ACE). O projeto aprovado hoje atualiza as legislações desses profissionais.
A matéria segue para sanção presidencial.

Publicado por: Chico Gregorio


13/09/2016
09:41

O candidato a prefeito, Fernando Mineiro deu uma sutil estocada no resultado divulgado da pesquisa CONSULT em  Natal, no pleito de 2012, comparando com dados reais do pleito.

Em seu perfil do twitter, Mineiro publicou um comparativo da pesquisa da CONSULT da eleição de 2012  realizada no dia 19 de setembro , 15 dias antes das eleições.

Vi a pesquisa da Consult hj e me lembrei de 2012. Aí, penso e comparo.

Publicado por: Chico Gregorio


13/09/2016
09:30

El País

Eduardo Cunha (PMDB-RJ) por muito tempo se vangloriava de ter sua própria bancada, que o alçou à presidência da Câmara em 2015. Era um baixo clero com mais de cem aliados de diversos partidos juntamente com seus correligionários e colegas que fez ao longo de quatro mandatos consecutivos e alegadas estratégias conjuntas para arrecadar fundos de campanha. Por isso, a cena que se via no plenário da Câmara dos Deputados que o cassou nesta segunda-feira era, até alguns meses atrás, inimaginável: Cunha quase unanimemente abandonado. Com exceção de Carlos Marun (PMDB-MS) e de Edson Moreira (PR-MG) – dois parlamentares em primeiro mandato que se tornaram quase guarda-costas dele -, pouquíssimos se aproximavam do ex-presidente da Casa. Apenas esses dois discursaram em sua defesa.

Esse isolamento resultou no placar de 450 votos a favor de sua cassação, apenas 10 contrários e 9 abstenções. O número foi bem superior aos 257 necessários para que ele fosse cassado. Foi o sétimo parlamentar a perder o mandato desde 2001, quando o Conselho de Ética foi criado. Com a cassação, Cunha se tornou fica-suja e fica inelegível até 2027. Sem o cargo eletivo e, consecutivamente, sem a prerrogativa de foro privilegiado, os cinco processos que tramitam contra o peemedebista no Supremo Tribunal Federal (STF) deverão ser enviados ao juiz de primeira instância Sergio Moro, o responsável pela Operação Lava Jato em Curitiba. Era tudo o que ele não queria.

De todo-poderoso a abandonado, agora ele deve se tornar um homem-bomba, com potencial de abalar toda a classe política brasileira. O temor de parte de seus aliados é que, para se livrar de punições duras, como a prisão, o peemedebista faça um acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal e entregue alguns de seus colegas em eventuais irregularidades. Ele nega que fará qualquer acordo (“Quem faz delação é criminoso e eu não sou criminoso”, repetiu após a cassação),mas diz que contará toda a história do impeachment de Dilma Rousseff em um livro no qual pretende relatar conversas com todos os políticos com quem conviveu neste período. Inclusive o atual presidente Michel Temer (PMDB) e um de seus principais auxiliares, Moreira Franco. Nada foi gravado. “Tenho uma boa memória”, disse o ex-deputado ao fim da sessão. Desempregado, Cunha afirma que sua primeira ocupação agora será buscar uma editora que queira publicar esse livro, com o qual ele afirma que pretende “ganhar muito dinheiro”. Depois vai pensar no que fazer.

 

Publicado por: Chico Gregorio


13/09/2016
09:26

Eduardo Cunha durante sua defesa na Câmara

Cunha atribuiu sua derrota também a TV Globo, a quem acusou de ter feito uma “campanha de perseguição para que os deputados estivessem presentes”. “É muito dificil aguentar um ano inteiro como eu aguentei. Eu diria que é um conjunto político em processo de vingança”, disse. “Foi um binômio governo e Globo associado ao PT. É engraçado mas é verdade”.

Para Cunha, o abandono de seus aliados na reta final do processo mostra “a hipocrisia” dos deputados que o apoiaram até que sua situação ficasse praticamente irreversível.

Folha.

 

Publicado por: Chico Gregorio


13/09/2016
09:12

pracaalimentacao

 

A praça de alimentação Dr. José Augusto em Caicó, foi inaugurada no dia 27 de março de 2010, com presença da governadora

Vilma de Faria, do prefeito da época Bibi Costa, inclusive entrando em funcionamento com toda estrutura hoje existente.

 

Após o incêndio ocorrido no final de semana, uma pergunta não quer calar em Caicó, onde estava o Corpo de bombeiros em

2010,  que concordou que a  a Praça,  inaugurada e colocada em funcionamento, sem as condições adequadas de segurança,

sem que o projeto de engenharia, contasse  das instalções adequadas de sistema de gás, para os quiosques que trabalham com

cozinhas, utilizando gás. Ou naquela época não existia legislação sobre  o funcionamento de cozinhas com utilização da gás e,

setores de grande aglomeração de pessoas?

 

Publicado por: Chico Gregorio


13/09/2016
08:47

Ao fim da sessão, Cunha deu uma entrevista coletiva na qual culpou diretamente o governo Temer pela derrota. Segundo ele, o assessor especial Moreira Franco agiu como “eminência parda” na articulação da eleição de Rodrigo Maia (DEM-RJ), de quem é sogro, para a presidência da Câmara.

— Eu culpo o governo hoje, não que o governo tenha feito alguma coisa para me cassar. Mas quando o governo patrocinou a candidatura do presidente (Rodrigo Maia) que se elegeu em acordo com o PT, o governo, de uma certa forma, aderiu à agenda da minha cassação. O governo hoje tem uma eminência parda, quem comanda o governo é o Moreira Franco, que é o sogro do presidente da Casa. Ele comandou uma articulação que fez com que tivesse uma aliança do PT — reclamou Cunha, que prometeu recorrer à Justiça e escrever um livro relatando todas as negociações de que participou a respeito do processo de impeachment.

Publicado por: Chico Gregorio


13/09/2016
08:42

Fabiano Teixeira (PMDB) é suspeito de fraudar o patrimônio público. Ainda são cumpridas outras 4 ordens de prisão e 17 de busca e apreensão

fabiano

Fabiano Teixeira de Souza, prefeito de Serrinha

Por: Agora RN

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), através da Procuradoria-Geral de Justiça, da Promotoria de Justiça de Santo Antônio/RN e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), com o apoio da Polícia Militar, deflagrou, na manhã desta terça-feira (13), a Operação Mal Secreto, destinada a desarticular um esquema de desvio e subtração de recursos públicos instalado na Prefeitura Municipal de Serrinha/RN, chefiado pelo prefeito Fabiano Henrique de Sousa Teixeira, cuja prisão foi decretada por ordem do desembargador Cornélio Alves, do Tribunal de Justiça do RN.
Além do prefeito, foram decretadas as prisões preventivas de Ewerton Luiz dos Santos Sobrinho, José Olímpio Paiva Arruda, Gilvan Alves de Lima e Silvio Leônidas Batista de Moura, por ordem do Juiz em exercício na Comarca de Santo Antônio, Rafael Barros Tomaz do Nascimento, com fundamento na garantia da ordem pública e conveniência da instrução criminal.
No curso das investigações, apurou-se que o prefeito de Serrinha simulou a contratação de diversas empresas, mediante montagem de inúmeros procedimentos de dispensa de licitação, com a finalidade de legitimar o desvio de recursos públicos dos cofres municipais.
Estão sendo investigados os crimes de peculato, falsificação de documento público, lavagem de dinheiro e organização criminosa, dentre outros. Já estão documentados desvios da ordem de mais de R$ 2 milhões, podendo esse valor aumentar, uma vez que os contratos e pagamentos investigados somam o montante de R$ 9.582.491,97.
As microfilmagens dos cheques e informações obtidas junto à instituição financeira (Banco do Brasil) indicam que os cheques originais foram emitidos nominalmente a pessoas estranhas à suposta relação contratual, incluindo servidores da prefeitura, parentes e pessoas físicas e jurídicas ligadas ao prefeito, enquanto as cópias eram preenchidas e inseridas nos processos de pagamento como se os cheques tivessem por beneficiárias as empresas supostamente contratadas.
O esquema montado dentro da Prefeitura de Serrinha, sob o comando do prefeito, para o desvio de recursos públicos, tinha a finalidade de pagar despesas pessoais do chefe do Executivo municipal, incluindo gastos de campanha e dívidas com agiotas, o que era instrumentalizado através do fornecimento de notas fiscais “frias”.
Participam da operação 19 Promotores de Justiça e, aproximadamente, 70 policiais Militares, para cumprimento de 19 mandados de busca e apreensão e 5 mandados de prisão, expedidos pelo Tribunal de Justiça e pelo Juízo da Comarca de Santo Antônio

Publicado por: Chico Gregorio


12/09/2016
19:34

Do G1 RN

Pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira (12) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto na corrida para a Prefeitura de Natal:

– Carlos Eduardo (PDT) – 53%
– Kelps Lima (SD) – 8%
– Márcia Maia (PSDB) – 7%
– Fernando Mineiro (PT) – 5%
– Robério Paulino (PSOL) – 4%
– Freitas Júnior (Rede) – 1%
– Rosália Fernandes (PSTU) – 0%
– Branco/Nulo – 17%
– Não sabe/Não responderam – 5%

O Ibope ouviu 602 eleitores entre os dias 8 e 11 de setembro. A margem de erro é de quatro pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de quatro pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) sob o número 06747/2016.

No levantamento anterior, realizado pelo instituto, entre os dias 19 e 22 de agosto, Carlos Eduardo tinha 40%, seguido por Fernando Mineiro, Kelps, Márcia Maia e Robério Paulino, com 7%, cada. Freitas Júnior e Rosália Fernandes tinham 1%, cada. Brancos e nulos eram 25% e indecisos somavam 5%.

A pesquisa foi encomendada pela Inter TV Cabugi.

Publicado por: Chico Gregorio