12/04/2016
05:31

A Marinha do Brasil divulgou três editais de concurso público para cargos de nível superior. São 64 vagas para engenheiros e arquitetos, 25 para oficiais intendentes e seis para capelães navais. Natal está entre as cidades que realizará as provas do concurso que pode gerar um salário de até R$ 9 mil.

:: Clique aqui para se inscrever. 

Para disputar o ingresso no Corpo de Engenheiros da Marinha (CP-CEM) em 2016, o candidato deve ter nível superior na área a que concorre e menos de 36 anos de idade. As inscrições devem ser feitas no período de 14 de abril a 18 de maio.

Das 25 vagas para ingresso nos quadros complementares de oficiais intendentes da Marinha (CP-QC-IM) em 2016, cinco são destinadas aos candidatos negros. Os candidatos devem ter menos de 29 anos de idade no primeiro dia do mês de janeiro de 2017. As inscrições devem ser feitas de 14 de abril a 18 de maio

O edital oferece também oferece vagas para capelães navais do Corpo Auxiliar. Os candidatos devem ser do sexo masculino, ter mais de 30 e menos de 41 anos de idade e possuir, pelo menos, três anos no exercício de atividades pastorais e curso de formação teológica regular de nível universitário, reconhecido pela autoridade eclesiástica da religião. As inscrições devem ser feitas de 18 de abril a 19 de maio.

São 64 vagas para engenheiros e arquitetos, 25 para oficiais intendentes e seis para capelães navais (Foto:Divulgação/Marinha)
São 64 vagas para engenheiros e arquitetos, 25 para oficiais intendentes e seis para capelães navais (Foto:Divulgação/Marinha)

Publicado por: Chico Gregorio


12/04/2016
05:28

O ministro-chefe do Gabinete Pessoal da Presidência da República, Jaques Wagner, disse que, após o vazamento do áudio em que o vice-presidente Michel Temer fala como se o processo de impeachment já tivesse sido aprovado pela Câmara dos Deputados, só restaria a ele renunciar, caso os deputados não deem prosseguimento à denúncia.

De acordo com Wagner, Michel Temer se precipitou ao fazer a gravação, e teria intenção de vazar propositalmente a mensagem de voz. “[Temer] macula sua própria história, rasga a fantasia e assume papel que antes poderia estar escondido, de patrocinador do golpe. Não me consta que ele tenha bola de cristal. [Na] votação de domingo,
ele pode ficar desmentido e um pouco sem saída. Uma vez desmentido, só restaria renúncia”, afirmou Wagner.

O ministro conversou com jornalistas após a comissão especial do impeachment na Câmara aprovar, por 38 votos a 27, o relatório favorável ao afastamento da presidenta Dilma Rousseff. Segundo Wagner,  “depois de assumir a conspiração,  uma vez derrotada  [a conspiração], vai ficar um clima insustentável”.

Publicado por: Chico Gregorio


11/04/2016
18:28

Brasília- DF- Brasil- 17/12/2015- Dep. Leonardo Picciani (PMDB-RJ) concede entrevista. Foto: Gustavo Lima/ Câmara dos Deputados

O líder do PMDB na Câmara, deputado Leonardo Picciani (RJ), liberou hoje (11)  a bancada do partido para votar na comissão especial que analisa o pedido de impeachment da presidenta Dilma Rousseff.

O líder argumentou que, em função de divergências internas, ele não pode estabelecer como os peemedebistas devem votar.

“O PMDB está liberado para votar na comissão. Os deputados estão livres para votar de acordo com as suas convicções”, disse Picciani, o primeiro dos 27 líderes que falarão hoje na comissão do impeachment para orientar suas bancadas.

O líder disse ainda que reunirá a bancada nesta semana para discutir a posição da legenda para a votação no plenário da Casa.

Maior bancada da Câmara, o PMDB não deve fechar questão para a votação do impeachment no plenário. Segundo Picciani, ele orientará os correligionários conforme a posição da maioria, sem punição aqueles que votarem de forma diferente.

“Estamos diante de um fato gravíssimo, que é o julgamento da presidenta Dilma Rousseff. Qualquer que seja o resultado da votação, teremos que ter clareza absoluta da nossa posição. Qualquer que seja o desfecho, teremos um longo caminho pela frente”, discursou.

O líder citou a instalação de um alambrado no gramado em frente ao Congresso para dividir as pessoas que são contrárias e a favoráveis ao impeachment como reflexo da grande divisão da sociedade e da responsabilidade dos políticos em promover a união do país após a análise do pedido de impeachment.

FONTE: Agência Brasil

Publicado por: Chico Gregorio


11/04/2016
18:15

 

Presidente da ALPB, Adriano Galdino

Pré-candidato a prefeito de Campina Grande pelo PSB, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Adriano Galdino, acredita que a defesa intransigente do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) pela cassação do mandato da presidente Dilma Rousseff (PT) trará reflexos negativos para disputa municipal este ano. Para Galdino, o senador se equivoca e isso está demonstrado em pesquisas internas.

Segundo Adriano Galdino, o prefeito Romero Rodrigues (PSDB), que tem o apoio de Cássio,  está na mídia todos dias e não consegue subir nas pesquisas. “Isso mostra que a maneira que ele está fazendo política em Campina Grande, com o seu grupo, não agrada mais o povo daquela cidade”, comentou o presidente da ALPB.

 

Ele voltou a defender que a oposição em Campina tenha mais de uma candidatura no primeiro turno. “Mas caso os concorrentes queiram desistir, estou pronto para receber o apoio e a adesão de todos”, frisou.

Galdino observou que o governador Ricardo Coutinho (PSB), que defende o mandato de Dilma e que trata o impeachment como “golpe”, é muito importante para sua campanha. “Ele tem uma aceitação muito boa não só em Campina, mas em toda a Paraíba, levando obras. Ele vai estar presente na minha campanha e com toda a certeza será o cabo eleitoral mais importante dessa disputa”, disse.

Publicado por: Chico Gregorio


11/04/2016
17:55

temer.jpg
O vice-presidente da República, Michel Temer, enviou um discurso de 15 minutos a parlamentares de seu partido, o PMDB, em que fala como se o impeachment tivesse sido aprovado pela Câmara dos Deputados. A votação só está prevista para ocorrer no domingo.

No áudio, ao qual a Folha teve acesso, Temer diz estar fazendo seu primeiro “pronunciamento à nação”. Ele diz que decidiu falar “agora, quando a Câmara dos Deputados decide por uma votação significativa declarar a autorização para a instauração de processo de impedimento contra a senhora presidente”.

O vice ainda afirma que “muitos me procuraram para que eu desse pelo menos uma palavra preliminar à nação brasileira, o que faço com muita modéstia, cautela, moderação mas também em face da minha condição de vice-presidente e também como substituto constitucional da senhora presidente da República”.

Fonte Conversa Afiada.

Publicado por: Chico Gregorio


11/04/2016
17:46

O ministro-chefe do Gabinete Pessoal da Presidência da República, Jaques Wagner, disse hoje (11) que há grande rejeição de um eventual governo liderado pelo vice-presidente Michel Temer no caso de a presidente Dilma Rousseff sofrer impeachment. Ele citou dados de uma pesquisa divulgada ontem (10) pelo Datafolha.

“Para o vice Michel Temer, é claro que ficou a marca de uma espécie de patrocinador do golpe porque a rua diz que ele tem mais rejeição do que a própria presidenta Dilma e é importante a gente registrar que isso sem ter exercido um dia de governo”, afirmou o ministro.

Publicado por: Chico Gregorio


11/04/2016
17:43

O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Administração e dos Recursos Humanos e da Escola de Governo Cardeal Dom Eugênio de Araújo Sales (EGRN), em parceria com a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, segue com inscrições abertas até 15 de abril para cursos de pós-graduação, em nível de especialização. Ao todo são 135 vagas, voltadas para servidores públicos efetivos do Poder Executivo.

Os Processos Seletivos são para os Cursos de Especialização em Gestão Pública, com turmas em Natal e Pau dos Ferros; e Especialização em Gestão de Pessoas, com turma em Mossoró. Cada turma com 45 vagas. Os editais, além de todos os documentos necessários, estão disponíveis no site www.escoladegoverno.rn.gov.br.

As inscrições devem ser feitas exclusivamente online, no site supracitado, através de preenchimento de formulário próprio. Outras etapas da seleção constam de avaliação presencial escrita sobre tema voltado ao curso escolhido pelo servidor, e entrevista presencial, em data, horário e locais definidos nos editais.

Gestão Pública

O objetivo do curso é qualificar os servidores públicos do Estado do Rio Grande do Norte com competências e habilidades gerenciais para desempenhar a gestão de atividades no Setor Público e também nas organizações cujos objetivos estejam relacionados diretamente com as atividades do Estado e implementar as políticas públicas do governo.

Gestão de Pessoas

A especialização tem como finalidade qualificar servidores públicos do Estado do Rio Grande do Norte com competências e conhecimentos necessários para o gerenciamento de pessoas dentro das organizações de trabalho.

Contatos com o Departamento de Capacitação da EGRN por meio do telefone (84) 3232-1699 ou do e-mail escoladegoverno@rn.gov.br.

Publicado por: Chico Gregorio


11/04/2016
17:40

A Superintendência Estadual da Funasa/RN(Suest/RN), por meio do Serviço de Saúde Ambiental(Sesam) realizou no dia 29 de março deste ano, no município de Rio do Fogo, a 90 km de Natal; o treinamento sobre “Metodologia de Coletas das Amostras da Água para Análises”. O evento teve como monitora a bióloga da Funasa, Arlinete Teixeira, que compõe a equipe do Programa de Controle da Qualidade da Água, na Suest. Segundo Arlinete, o treinamento teve o objetivo de capacitar os servidores municipais, que atuam na Vigilância Sanitária e no Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), a fazerem a coleta das amostrar, de acordo com as orientações técnicas.

O Programa de Controle da Qualidade da Água

O Programa de Controle da Qualidade da Água (PCQA), tem o objetivo de apoiar os municípios Potiguares – com até 50 mil habitantes – atendendo as demandas dos Sistemas de Abastecimento de Água(SAA), por meio de análises bioquímico e bacteriológico, sendo de grande importância na vigilância das doenças de veiculação hídrica, diz Arlinete..

Nas atividades é utilizado a Unidade Móvel de Controle da Qualidade da Àgua (UMCQA) – também conhecido como laboratório móvel – atende as demandas municipais por meio de análises da água usada pela população, sendo de grande importância na vigilância das doenças de veiculação hídrica.

Outra atividade, realizada no programa é a assessoria feita a esses municípios, no tocante as diretrizes e normas; os procedimentos laboratoriais – para determinar os parâmetros necessários para o consumo humano, garantido a sua potabilidade. Além das análises dos Sistemas de Abastecimentos de Água, a equipe coleta amostras das cisternas, chafarizes, creches, escolas, hospitais; que são abastecidos por carros pipa, no período da estiagem.

Para a bióloga da Funasa, que atua na equipe, ” Essas atividades fins do controle da água pela FUNASA, tem o objetivo de avaliar se o abastecimento atende às exigências da portaria da qualidade da água, detectando indicadores, quer sejam bioquímicos ou bacteriológicos; importantes para prevenir riscos à saúde das comunidades”. Os trabalhos realizado pela Funasa, no controle da qualidade da água, é regida pela Portaria nº 2.914/2011.

Publicado por: Chico Gregorio


11/04/2016
17:34

1011708-11042016dsc_0905- Reprodução

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) planeja bloquear rodovias federais e estaduais em todas as regiões do Brasil no domingo (17), para protestar contra a impunidade em casos de assassinato de camponeses e lembrar os 20 anos do massacre de Eldorado dos Carajás (PA). Na data, é comemorado o Dia Internacional de Luta Camponesa.

Na semana passada, dois integrantes do MST foram mortos em confronto com a Polícia Militar do Paraná. Eles faziam parte de um acampamento que fica em uma propriedade da empresa de celulose Araupel, no município de Quedas do Iguaçu. As circunstâncias das mortes ainda não foram esclarecidas e a Polícia Federal investiga o caso.

Antônio Pereira, coordenador nacional do MST que encontra-se em Brasília para a mobilização contra o impeachment da presidenta Dilma Rousseff, afirmou que o movimento planeja bloquear o maior número possível de rodovias, em protesto contra a impunidade no campo. “É para lembrar os 19 mortos [em Eldorado dos Carajás] e clamar também por justiça. Essa é uma dívida que o Brasil tem com os camponeses.”

Em 17 de abril de 1996, 19 trabalhadores sem terra que participavam do bloqueio de uma estrada próxima ao município de Eldorado dos Carajás foram mortos a tiros em uma operação da Polícia Militar do Pará.

Publicado por: Chico Gregorio


11/04/2016
15:06

Uma equipe de resposta rápida da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, em colaboração com a Secretaria de Saúde do Rio Grande do Norte (SESAP-RN), Regional de Pau dos Ferros e Secretarias Municipais de Saúde, realizou, no mês de março, uma investigação epidemiológica sobre a ocorrência de Doença de Chagas Aguda (DCA) em quatro municípios do RN.

Foram investigados 21 casos suspeitos de DCA e até o momento foram confirmados 14, sendo 11 por critério laboratorial e três por clínico epidemiológico, sete aguardam resultado laboratorial. Os casos confirmados apresentaram sinais e sintomas em outubro de 2015, com maior concentração entre os dias 14 e 18 de outubro.

Os casos estudados foram notificados nos municípios de Tenente Ananias, Marcelino Vieira, Alexandria e Pilões, sendo que oito casos confirmados estão localizados em Marcelino Vieira. O trabalho foi feito devido à identificação de aumento do número de casos suspeitos de doença de Chagas aguda (DCA).

“O período do aumento de casos coincide com o período da moagem da cana-de-açúcar”, explica Lúcia Abrantes, no Núcleo de Entomologia da Sesap. Ela explica que o relatório serve de alerta para a população daquela região, pois os indícios são de que a contaminação aconteceu através do caldo de cana consumido nos engenhos. “A moagem da cana acontece todos os anos, mas é a primeira vez que tivemos esse surto no Rio Grande do Norte”. Em todos os 14 casos confirmados foi relatada a ingestão de caldo de cana procedente da mesma fazenda.

Ao encontrar o inseto transmissor (conhecido como barbeiro) é recomendado que ele seja colocado num recipiente fechado, porém com furos, para que o inseto possa respirar. O recipiente deve ser levado a um posto de saúde do município, que deverá encaminhá-lo para exames. Uma vez confirmada a contaminação pelo Trypanosoma cruzi no inseto, deverá ser feita a sorologia nos moradores do local onde o vetor foi encontrado.

Blog do BG:

Publicado por: Chico Gregorio


11/04/2016
15:03

O ex-governador do Rio Grande do Sul Tarso Genro divulgou uma nota nesta segunda-feira 11 em que nega reportagem publicada pela Folha de S. Paulo sobre um suposto “desembarque coletivo do partido”.

A matéria diz que 26 deputados do PT, com a simpatia de Tarso Genro, cogitam deixar o partido. “Não estou nem liderando nem discutindo com qualquer grupo, formal ou informal, processos de saída do PT ou a fundação de novo partido”, rebateu o ex-governador.

A reportagem afirma que o movimento inclui nomes como de Arlindo Chinaglia (SP) e Marco Maia (RS) e da ex-ministra Maria do Rosário (RS). A deputada gaúcha também rebateu com ênfase a reportagem pelo Twitter. “Folha SP, ridícula, diz Q tem deputados saindo do PT. Alguém acha que os adversários nos dando um golpe e nós estamos em lutinha interna?”.

“Estamos totalmente unidos no PT, em diálogo com todos os parlamentares q agem com responsabilidade e com o povo brasileiro, contra o golpe! Jornalismo tem Q melhorar. Está em crise tanto ou +q a política. A editoria faz matéria antes de entrevistas e só ilustra contigo. Entendeu?”, acrescentou.

O deputado Henrique Fontana (PT-RS) também negou a reportagem e publicou no Twitter um diálogo que teve com a jornalista Catia Seabra, que assina a matéria. “@folha e jornalista Catia Seabra mentem s/ minha desfiliação @ptbrasiI. Exigirei direito de resposta. Veja diálogo“.

Brasil 247

Publicado por: Chico Gregorio


11/04/2016
14:59

Chamou atenção, no último sábado (9), no município de Lagoa D’anta, interior do Rio Grande do Norte, uma carreata realizada por eleitores do prefeito João Paulo (PSB).

Segundo informações de populares, a carreada, puxada por uma ambulância que acabara de ser entregue ao Município, era animada, em alguns momentos, por músicas de campanha.

O fato chamou a atenção dos oposicionistas, que preparam uma ação contra o prefeito, pré-candidato à reeleição, no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) por campanha antecipada.

Fonte PortalnoAr

Publicado por: Chico Gregorio


11/04/2016
11:32

TCE/RN

O Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN) condenou, em sessão do Pleno realizada na última quinta-feira (08), o ex-secretário do Gabinete Civil, Carlos Faria, ao pagamento de R$ 57,8 mil em multas e devoluções ao erário. As condenações aconteceram em quatro processos relatados pelo conselheiro em substituição legal, Marco Montenegro.

Nos quatro processos, a equipe técnica da Diretoria de Administração Direta identificou o fracionamento ilegal de despesas, “pelo fato de que, somados, os auxílios teriam ultrapassado o valor máximo legal para um exercício” e impropriedade de classificação orçamentária, “por terem sido enquadradas com auxílio à assistência social”. Do total, R$ 21.112 é referente a multas e R$ 36.688 a ressarcimentos.

Em três dos quatro processos julgados, as associações a quem a verba era destinada não confirmaram ter pedido qualquer tipo de auxílio, caracterizando o dano ao erário. “Não há nos autos prova de que os serviços contratados foram efetivamente prestados”, afirma o relator.

Os pagamentos foram relativos a concessão de auxílios diversos para a realização de eventos festivos. Esses auxílios foram supostamente solicitados por associações e fundações e eram pagos através de dispensa de licitação de pequenos valores. “O que se observa é o fracionamento da despesa, com o escopo da não realização de certame licitatório, pois o valor global despendido era totalmente previsível”, aponta um dos votos.

Publicado por: Chico Gregorio


11/04/2016
11:15


Por Agência Brasil

Para este ano, as instituições financeiras reduziram a projeção para a inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), de 7,28% para 7,14%, pela quinta vez seguida. Para 2017, estimativa caiu de 6% para 5,95%, voltando a ficar abaixo do teto da meta.

O limite superior da meta é 6,5%, este ano, e 6% em 2017. Mas as projeções para este ano e 2017 ultrapassam o centro da meta de 4,5%. As estimativas fazem parte do boletim Focus, publicação divulgada semanalmente às segundas-feiras pelo Banco Central (BC), com base em projeções de instituições financeiras para os principais indicadores econômicos.

A projeção de instituições financeiras para a queda da economia este ano foi alterada pela décima segunda vez consecutiva, ao passar de 3,73% para 3,77%. Para 2017, a expectativa de crescimento da economia (Produto Interno Bruto – PIB) foi mantida em 0,30%.

Em um cenário de retração da economia, as instituições financeiras esperam que o BC reduza a taxa básica de juros, a Selic, este ano. A expectativa para a taxa ao final de 2016 segue em 13,75% ao ano. Atualmente, a Selic está em 14,25% ao ano. Para o fim de 2017, a expectativa é que ela chegue a 12,25% ao ano.

Publicado por: Chico Gregorio


11/04/2016
11:11

Por Kelly Barros

O PSB vai orientar voto a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff, mas não vai fechar questão sobre o assunto o que na prática, significa que vai liberar seus parlamentares a votarem como quiserem.

“A orientação para bancada é votar pelo impeachment. Porém, os votos contrários que possam ter não terão sanção”, afirmou o líder do partido na Câmara, deputado Fernando Bezerra Filho (PE) ao Broadcast Político.

Nesta segunda-feira, 11, a Executiva Nacional do PSB vai se reunir para tirar um posicionamento oficial sobre o processo de impeachment de Dilma. Bezerra garante, contudo, que a sigla não vai “fechar questão”.

Caso o partido fechasse questão, como planeja a direção nacional do PMDB, os parlamentares que não seguissem a orientação do partido poderiam sofrer sanções, como a expulsão da legenda.

Votos

Dos 31 deputados federais do partido, dois já fecharam posicionamento contra o afastamento da petista: Janete Capiberibe (AP) e César Messias (AC), ambos por questões de alianças em seus Estados.

Outros dois deputados que estão no rol dos indecisos também poderão votar contra o impeachment: Bebeto (BA) e Hugo Leal (RJ) vice-líder do governo na Câmara. A cúpula do partido, porém, trabalha para convencê-los a votar a favor do impedimento.

Publicado por: Chico Gregorio