03/12/2019
07:47

O presidente Jair Bolsonaro classificou como “liberdade de expressão” as declarações recentes de seu filho, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), e o ministro da Economia, Paulo Guedes, que sugeriram um novo AI-5 como solução para uma hipotética radicalização da esquerda. Em entrevista ao Jornal da Record exibida nesta segunda-feira 2, o presidente justificou a menção de ambos a uma medida da ditadura militar pela possibilidade de um contexto “parecido com o terrorismo, como vem acontecendo no Chile”.

“Eu entendo isso [falas de Eduardo e Guedes citando o AI-5] como liberdade de expressão, nada mais além disso. O fato de citar o AI-5, coisa que existia na Constituição passada, eu não vejo nada de mais. O Paulo Guedes e o Eduardo citaram [o AI-5] em um contexto de descambar o Brasil não para movimentos sociais e reivindicatórios, mas para algo parecido com o terrorismo, como vem acontecendo no Chile”, disse o presidente.

Relativizando as declarações, Bolsonaro disse que seus aliados poderiam ter utilizado outras expressões, mas achou que deveria haver retaliações a opositores que apoiam nomes como Che Guevara.

“No meu entender, podiam ter tido outra expressão, não o AI-5, agora não vejo por que tanta pressão em cima dos dois por causa disso daí. No Congresso tivemos uma sessão solene para Che Guevara e para tanta gente que no passado teve uma conduta diferente e antidemocrática e nada aconteceu”, declarou Bolsonaro.

O presidente disse que “pediram a cabeça de Paulo Guedes” após sua fala, mas afastou qualquer possibilidade: “pediram até a cabeça do Paulo Guedes para mim, quando ele falou em um contexto do Brasil descambar para movimentos que passavam ao largo de ser movimentos sociais e reivindicatórios que são legítimos e parte da população”, afirmou o presidente. “Quem pede a cabeça do Paulo Guedes quer nos desestruturar na questão econômica”, completou.

Também citando o ministro da Economia, Bolsonaro comentou o anúncio de Donald Trump nesta segunda-feira, de que pretende retomar tarifas sobre o aço e o alumínio do Brasil em contrapartida à desvalorização da moeda.

“Paulo Guedes está em contato com o governo americano. Em última análise ligarei para o Trump. Sabemos que há eleição no ano que vem, que isso faz parte na sua estratégia, mas nós somos um grande parceiro. Acreditamos que dá para solucionar essa questão”, avaliou Bolsonaro.

Sobre declaração do ex-aliado Gustavo Bebianno, que o classificou como “uma ameaça à democracia“, Bolsonaro ironizou o fato de seu antigo ministro hoje estar ao lado de João Doria. “Ele é carta fora do baralho. Teve toda a sua chance aqui para ser um ministro leal ao Brasil e não aproveitou essa oportunidade. Eu não quero rememorar o que aconteceu por ocasião de sua demissão, espero que ele esteja feliz ao lado de João Doria no PSDB em São Paulo”, disse.

O presidente comentou ainda a liberdade do ex-presidente Lula e preferiu não se aprofundar na questão, mas viu como algo que o ajuda as falas do petista sobre o caso Marielle. O ex-presidente declarou que Bolsonaro é “um miliciano” e que seu governo é composto por responsáveis pela morte da vereadora.

“Eu tenho por princípio respeitar a decisão dos demais poderes, não vou entrar nessa bola dividida [de comentar a liberdade de Lula]. Politicamente, tendo em vista o que ele falou, até me ajuda, porque ele tem trazido a intolerância e pregando coisas absurdas. Me acusou frontalmente de estar envolvido na questão da morte da Marielle, entre outras coisas. Não fico feliz com isso e não vejo isso como direito de expressão por parte dele, mas vamos ter que engolir esse sapo e aí. O Brasil segue muito bem, quem disso isso são os números”, comentou o presidente.

Por fim, Bolsonaro exaltou os resultados econômicos de seu governo e disse haver dificuldades para promover grandes mudanças no quadro de desemprego de forma imediata. “O desemprego estava aumentando e acredito que completa um ano com ao menos um milhão ao menos de desempregados. O estrago do último governo foi muito grande, pegamos o Brasil arrebentado ético-moral e economicamente”, finalizou.

Veja

Publicado por: Chico Gregorio


03/12/2019
07:46

O governo Bolsonaro encaminhou ao Congresso um projeto de lei que praticamente acaba com a política de cotas para pessoas com deficiência ou reabilitadas. O PL 6.195/2019 permite que as empresas substituam a contratação pelo pagamento de um valor correspondente a dois salários mínimos mensais.

Nesta terça-feira (3), Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, uma reunião na Câmara dos Deputados deve definir uma estratégia para barrar o avanço do projeto e derrubar a urgência com que ele está tramitando.

Para a vice-presidente da Ampid (Associação Nacional dos Membros do Ministério Público de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência e Idosos), a subprocuradora-geral do trabalho Maria Aparecida Gurgel, todo o projeto de lei é grave para as pessoas com deficiência. “Ele desconfigura toda a ação afirmativa que é a reserva de cargos”, afirma.

Folhapress

Publicado por: Chico Gregorio


02/12/2019
18:28

Resultado de imagem para prefeitura de são gonçalo do amarante rn
A Prefeitura de São Gonçalo do Amarante/RN e o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) divulgaram, nesta segunda-feira (2), o edital 01/2019 do Concurso Público para cargos no município. São oferecidas 547 vagas na prefeitura, e mais 36 vagas para o SAAE, ambos nos níveis fundamental, médio e superior.
As inscrições iniciam nesta quinta-feira (5), a partir das 9h, e seguem até às 22h do dia 6 de janeiro de 2020, e poderão ser feitas através do endereço www.ibfc.org.br. A taxa para inscrição é R$ 45 para nível fundamental, e de R$ 55 para os cargos de nível médio. Já para os cargos de nível superior, o valor da taxa de inscrição é R$ 70.
O concurso será divido em três etapas: prova objetiva (para todos os cargos); prova de títulos (para os cargos de nível superior); e teste de aptidão física e avaliação psicológica (para guarda municipal). As provas objetivas acontecem nos dias 16 de fevereiro e 8 de março, a depender do cargo escolhido, e terão duração de 3h.
Para conferir todas as informações sobre cargos, datas, conteúdos programados e atribuições gerais dos cargos, basta conferir o edital disponível no site da prefeitura (saogoncalo.rn.gov.br).

Publicado por: Chico Gregorio


02/12/2019
18:08

(Foto: Arquivo | Agência Brasil)

247 – Senadores de oposição entraram com convocatória nesta segunda-feira (2) para que o ministro da Economia, Paulo Guedes, preste esclarecimentos acerca de sua fala em favor do AI-5 em tom de ameaça.

Em entrevista recente, Guedes disse que chamar o povo às ruas para protestar pode desencadear um novo AI-5 por parte do governo. “Não se assustem então se alguém pedir o AI-5. Já não aconteceu uma vez? Ou foi diferente? Levando o povo pra rua pra quebrar tudo. Isso é estúpido, é burro, não está à altura da nossa tradição democrática. Chamar povo pra rua é de uma irresponsabilidade. Chamar o povo pra rua pra dizer que tem o poder, pra tomar. Tomar como? Aí o filho do presidente fala em AI-5, aí todo mundo assusta, fala o que é?…”.

Os senadores afirmam que “são graves e extremamente perigosas as declarações dadas pelo ministro da Economia do Brasil, em entrevista no exterior”. Caso o pedido seja aprovado, Guedes terá que participar de audiência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e na Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle (CTFC).

Assinam o documento os seguintes parlamentares: Humberto Costa (PT-PE), Jaques Wagner (PT-BA), Jean Paul Prates (PT-RN), Paulo Paim (PT-RS), Paulo Rocha (PT-PA) e Rogério Carvalho (PT-SE), Randolfe Rodrigues (REDE-AP), Zenaide Maia (PROS-RN), Fabiano Contarato (REDE-ES) e Veneziano Vital do Rego (PSB-PB).

Publicado por: Chico Gregorio


02/12/2019
17:44

Foto: WERTHER SANTANA/ESTADÃO

O general Luiz Eduardo Ramos trocou o prestigiado Comando Militar do Sudeste para ser ministro da Secretaria de Governo de Jair Bolsonaro, seu amigo dos tempos de paraquedista no Exército.

Nem por isso passou para a reserva. Fez bem. Perto de completar seis meses no cargo, Bolsonaro está disposto a substitui-lo. Não funcionou a contento. Os políticos não gostaram da escolha.

Segundo o TAG Reporter, relatório semanal das jornalistas Helena Chagas e Lydia Medeiros, o general já avisou à cúpula do Exército que estará de volta à tropa para assumir novo posto em março.

Via Veja

Do blog;

Nascido no Rio, mas filho de agricultor de Timbaúba dos Batistas, o General tem muitos familiares residindo no Seridó, especialmente em Timbaúba e Caicó. Ramos tem longa experiência militar, tendo sido comandante da Missão das Nações Unidas para Estabilização do Haiti e vice-chefe do Estado-Maior do Exército.

Publicado por: Chico Gregorio


02/12/2019
12:39

O  senhor Chico Eloi, morador do sítio Brandões, zona rural do município de Caicó,   completa  no dia de hoje, o2 de dezembro, 103 anos de  idade, ainda lúcido e com muita saúde e disposição. Segundo os familiares, o mesmo ainda  exerce atividade  agrícolas na plantação de feijão, milho. Ainda faz pequenas consertos em cerca de pedras, e nas hora  de confraternização ainda toma uma dose de pinga.

 

Publicado por: Chico Gregorio


02/12/2019
12:18

Jorge Filho

O Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN) entregará, no próximo dia 06 de dezembro, a Medalha do Mérito “Governador Dinarte Mariz”, comenda designada pelo TCE para homenagear personalidades que, ao longo de sua existência e atuação profissional, prestaram relevante contribuição ao desenvolvimento da sociedade, mediante realizações no campo cultural, político, administrativo e técnico-científico. Serão 11 agraciados.

A medalha será entregue em sessão solene a ser realizada no Plenário do TCE a partir das 10h30. A solenidade será presidida pelo presidente do TCE, conselheiro Poti Júnior. A saudação aos agraciados ficou a cargo do conselheiro Tarcísio Costa e caberá à governadora Fátima Bezerra o discurso de agradecimento em nome dos homenageados.

Instituída em 2003, a concessão anual da medalha do mérito transformou-se em um evento tradicional na cidade. A escolha de Dinarte Mariz para nomear a comenda deve-se ao fato de ele ter dedicado a maior parte de sua vida à atividade política, transformando os cargos públicos que exerceu em instrumentos de defesa dos interesses coletivos e de promoção do bem-estar do povo que representou, especialmente como Governador do Estado e como membro do Congresso Nacional.

MARIA DE FÁTIMA BEZERRA
A governadora Fátima Bezerra é professora e pedagoga.  Iniciou sua trajetória política ainda como estudante na Universidade Federal do Rio Grande do Norte.  Foi uma das fundadoras da Associação dos Orientadores Educacionais; secretária-geral da Associação dos Professores e presidente, por duas gestões, do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Do RN.
Elegeu-se deputada estadual por dois mandatos, em 1994 e 1998. Fátima exerceu três mandatos de deputada federal, sendo a mais votada nas eleições de 2002 e 2010. Suas principais áreas de atuação foram a educação, a cultura, o desenvolvimento regional, os direitos da mulher e a cidadania LGBT.  Em 2011, Fátima Bezerra foi eleita presidente da Comissão de Educação e Cultura da Câmara dos Deputados. Atuou ativamente para a aprovação do novo Plano Nacional De Educação em 2014. No mesmo ano foi eleita Senadora da República. Participou como titular nas comissões de Constituição e Justiça (CCJ) e de Direitos Humanos (CDH) do Senado Federal. Foi eleita governadora em 2018 e é atualmente a única mulher no país a governar um Estado da Federação.

Publicado por: Chico Gregorio


02/12/2019
12:11

Uma família de brasileiros residente nos Estados Unidos visitou Caicó na última quinta-feira (28.11), para conhecer o Projeto Viva a Ilha. Pablo Maia e Simone Tomaz são natalenses, enquanto Victor Lopes é português. Os três residem em Nova Iorque.

Pablo se disse encantado com a Ilha de Santana: “onde moro é muito comum os espaços públicos belos e bem cuidados. Porém, lá é frio a maior parte do ano e não é possível ficar muito tempo exposto.

A Ilha de Santana, além de ser muito bonita, tem o calor de Caicó e o calor humano que, juntos, fazem a gente não querer ir embora. Eu tinha vindo uma única vez em Caicó, em 2003, quando meu tio, Síldilon Maia, recebeu o título de cidadão caiocoense”.

MAIS >

Publicado por: Chico Gregorio


02/12/2019
11:57

Barragem de São José sangra após chegada das águas do Rio São Francisco em Monteiro, na PB — Foto: Rosa Santa Cruz/Arquivo Pessoal

A barragem de São José, um dos mananciais do Eixo Leste da transposição das águas do Rio São Francisco, sangrou neste domingo (24), após a chegada das águas em Monteiro, no Cariri da Paraíba. De acordo com o presidente da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa), Porfírio Loureiro, com o sangramento da barragem, a previsão é de que até esta terça-feira (26) as águas da transposição também cheguem na barragem de Poções, na mesma região.

A barragem de São José, construída no ano de 1976, é o primeiro reservatório a receber as águas do Rio São Francisco na Paraíba e tem capacidade para aproximadamente um milhão de metros cúbicos de água. O manancial transbordou após atingir a capacidade máxima com a chegada das águas da transposição na Paraíba no dia 19 de novembro deste ano.

Conforme Porfírio Loureiro, a vazão da água da transposição que chegou em Monteiro está em 3 metros cúbicos de água por segundo, mas continua variando. “O caminho dessa água está sendo longo justamente por essa variação da vazão”, explicou.

G1 PB

Publicado por: Chico Gregorio


02/12/2019
11:03

Circula pelas redes sociais um post com a afirmação de que orçamento do governo federal “saiu do vermelho” pela primeira vez em 20 anos. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da ​Lupa​:

“Pela 1ª vez em 20 anos o orçamento anual saiu do vermelho! Bem-vindo à era Bolsonaro”

Texto de post no Facebook que, até as 16h de 28 de novembro de 2019, tinha 578 compartilhamentos

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. O governo central, que reúne as contas do Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central, teve um superávit primário de R$ 8,7 bilhões em outubro. Isso significa que as receitas do governo superaram as despesas – excetuando-se os gastos com juros. Não foi, no entanto, a primeira vez que isso aconteceu neste ano ou em períodos anteriores ao longo das últimas duas décadas, de acordo com a série histórica disponível no site do Tesouro Nacional.

Somente neste ano houve superávit também em janeiro (R$ 30 bilhões) e abril (R$ 6,5 bilhões). Foi registrado déficit nos outros meses anteriores a outubro, sendo o maior deles em março (R$ 21 bilhões). Em 2018, também ocorreram superávits do governo central em janeiro (R$ 30,8 bilhões), abril (R$ 8,6 bilhões) e outubro (R$ 9,5 bilhões), todos superiores aos do primeiro ano do governo Bolsonaro. Houve superávits mensais também em todos os anos anteriores da série histórica, sendo mais frequentes antes da crise.

De janeiro a outubro de 2019, já há um déficit acumulado de R$ 63,8 bilhões no governo central. Além disso, no resultado anual, o Brasil tem registrado déficit nas contas públicas desde 2014.

Publicado por: Chico Gregorio


02/12/2019
10:57

Por essa o presidente Jair Bolsonaro não esperava. Seu colega norte-americano, Donald Trump, anunciou pelo Twitter que sobretaxou o aço importado do Brasil.

O Brasil é o segundo maior exportador do comodities para os Estados Unidos e o prejuízo da indústria brasileira pode chegar a US$ 4 bilhões (cerca de R$ 16,9 bilhões).

“Brasil e Argentina têm presidido uma desvalorização maciça de suas moedas. o que não é bom para os nossos agricultores. Portanto, com efeito imediato, restaurarei as Tarifas em todo Aço e Alumínio enviado para os EUA a partir desses países”, escreveu nesta segunda-feira (2) Donald Trump.

O dólar está cotado a R$ 4,24, o que barateia os produtos brasileiros para a exportação e encarece a importação, bem como as viagens ao exterior. Uma visita da classe média para a terra do Mickey Mouse, por exemplo, ficou proibitiva nesses tempos de Bolsonaro.

Antes de ser “amigo” de Bolsonaro ou do argentino Mauricio Macri, Donald Trump provou ser estadunidense e que defende os empregos dos norte-americanos. O mesmo comportamento não tem os neoliberalistas latino-americanos porque eles foram convertidos em verdadeiros vira-latas.

Donald Trump alegou questões de “segurança nacional” (ordem pública) para elevar a sobretaxa nos produtos brasileiros e argentinos.

Bolsonaro, ridículo, chegou ao disparate de bater continência para a bandeira dos Estados Unidos.

Tomou, bobão?

Donald J. Trump

@realDonaldTrump

Brazil and Argentina have been presiding over a massive devaluation of their currencies. which is not good for our farmers. Therefore, effective immediately, I will restore the Tariffs on all Steel & Aluminum that is shipped into the U.S. from those countries. The Federal….

Via Esmael Morais.

Publicado por: Chico Gregorio


02/12/2019
07:59

Em entrevista à imprensa, o Diretor Operacional da Defesa Civil do Município de Caicó, Ivanildo Carlos, destacou sobre o trabalho de abastecimento de água na zona urbana. Atualmente, a equipe da Defesa Civil abastece todos os prédios públicos de Caicó, incluindo escolas, postos de saúde, o Hospital do Seridó e outras entidades que reivindicam o abastecimento e alguns bairros onde existem caixas de água, entre eles, o Frei Damião, Paulo VI, Itans e Vila Carlindo Dantas, entre outras localidades.

Para o abastecimento na zona rural, a Defesa Civil de Caicó realiza o cadastro e envia para o 1º BEC (Batalhão de Engenharia de Construção) que é responsável pela distribuição da água nas comunidades rurais, através da operação carro-pipa do Exército Brasileiro.

A secretaria municipal de Agricultura também participa desse trabalho de abastecimento de água na zona rural, já que a baixa incidência de chuvas na região faz com que também diminua a qualidade da reserva de água nas comunidades e a demanda é grande no Município de Caicó.

Publicado por: Chico Gregorio


02/12/2019
07:33

 

gabigol flamengo palmeiras allianz parque 01122019172343289 - 'VENCER, VENCER, VENCER': Fla faz três gols e atropela o Palmeiras no Allianz

“Vencer, vencer, vencer”. Nunca o verso do hino do Flamengo encaixou tão bem com o que o time vem apresentando dentro de campo. Campeão da Libertadores e, com quatro rodadas de antecedência, também do Brasileirão, a equipe visitou o Palmeiras neste domingo e não tomou conhecimentos do rival, vencendo por 3 a 1 e deixando ainda menos dúvidas de que é o melhor time do Brasil em 2019.

Arrascaeta e Gabigol, duas vezes, construíram mais uma vitória, a 27ª da equipe no torneio nacional, o que deixa o time com incríveis 87 pontos, 19 a mais do que o segundo colocado, Santos, que ainda atua neste domingo. O Alviverde, terceiro lugar, também tem 68.

Na próxima rodada, as duas equipes entram em campo apenas na quinta-feira. Enquanto o Palmeiras encara o Goiás no Brinco de Ouro, em Campinas, o Flamengo recebe o já rebaixado Avaí no Maracanã.

Fonte: R7

Publicado por: Chico Gregorio


02/12/2019
07:24

O apresentador Fausto Silva, o Fautão, entrevistava na noite deste domingo (1º) a cantora e compositora Zélia Duncan. Lá pelas tantas os dois começaram a discutir política. Sobrou para o presidente Jair Bolsonaro, como se vê abaixo.

“O Brasil ou vai pra esquerda, ou vai pra direita. É sempre assim, vai pras pontas”, começou Faustão.

Zélia Duncan complementou com uma pergunta:

“O problema é que tá indo pro fundo, né Faustão?”

O apresentador da Globo, ao vivo, continuou:

“É sempre voo de galinha.”

A cantora então deu um “jab” de esquerda em Bolonaro:

“Um governo que luta contra a cultura luta contra seu próprio povo. Estou aqui me apresentando para a batalha”, se colocou a artista.

Faustão, então, bateu no fígado de Bolsonaro sem citá-lo direitamente:

“Um país que não tem cultura… É a mesma coisa que um país que não tem educação. Já não tem presente, ele acaba com o presente, e não vai ter nenhum futuro.”

Via Esmael Morais.

Publicado por: Chico Gregorio


02/12/2019
07:13

Foto: Reprodução/Twitter

Acostumado aos games da internet, Jair Renan Valle Bolsonaro entrou no jogo político. Em vez de evitar a morte dos personagens que assume na frente do computador, o estudante de 20 anos terá que ajudar o clã a lutar pela sobrevivência do partido que a família tenta emplacar. Ao lado do pai, o presidente Jair Bolsonaro, e dos irmãos Flávio, Carlos e Eduardo, Renan assume vaga na comissão provisória de trabalho do Aliança Pelo Brasil. O caçula era o único dos filhos do presidente com idade para assumir cargos indicados ou eletivos que mantinha distância da política — onde a desatenção traz mais prejuízos que a simples perda de pontos virtuais na barrinha de “vidas”.

(mais…)

Publicado por: Chico Gregorio