21/05/2019
06:02

A Receita Federal vai criar uma equipe especial para investigar as declarações fiscais do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), do ex-assessor dele Fabrício Queiroz e de mais 93 pessoas que tiveram seus sigilos bancário e fiscal quebrados por ordem da 27ª Vara Criminal do Rio. Ao longo das investigações, o grupo deverá fazer “aranhas” das movimentações atípicas. Ou seja, vai mapear a origem e o destino final das transações financeiras.

Os mapas vão apontar também os vínculos entre os personagens envolvidos em todas as transações para tentar compreender todo o caminho do dinheiro.

Um dos pontos a ser investigado, segundo uma fonte que acompanha o caso, são os repasses de dinheiro de Queiroz a Michelle Bolsonaro, mulher do presidente Jair Bolsonaro. Relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), uma das bases da investigação do Ministério Público do Rio, apontou repasse de R$ 24 mil de Queiroz para a mulher do presidente.

Em uma entrevista em 31 de dezembro passado, um dia antes de tomar posse, Bolsonaro disse que o dinheiro era parte do pagamento de empréstimos feitos por ele a Queiroz, que totalizariam R$ 40 mil.

A declaração de Bolsonaro ajudou aliados a rebater críticas de adversários no campo político. Mas, para a Receita, será necessário avançar no tema. Queiroz terá que dar explicações detalhadas sobre como teria recebido os recursos e, posteriormente, feito os pagamentos.

Segundo um auditor, a Receita não exige um contrato formal de empréstimo, mas em casos similares o investigado é obrigado a comprovar a saída e o retorno do dinheiro. O auditor afirma que casos deste tipo são comuns na rotina do fisco. Com o repasse feito por Queiroz a Michelle, não teria porque ser diferente.

Procurada pelo GLOBO, a Receita Federal disse que não faria comentários sobre o assunto. O senador Flávio Bolsonaro tem afirmado que “tudo será provado em momento oportuno dentro do processo legal”. A defesa de Queiroz já impetrou um habeas corpus para anular as quebras de sigilo com o argumento de que não há “embasamento legal”, além de sustentar a legalidade das operações do ex-assessor.

Publicado por: Chico Gregorio


21/05/2019
06:00

O presidente Jair Bolsonaro voltou a culpar, nesta segunda-feira, 20, os parlamentares e outras corporações pela dificuldade de tomar as medidas necessárias para colocar o País no “rumo certo”. Em discurso de quase meia hora na Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), Bolsonaro disse que o “grande problema é a classe política” e culpou também a imprensa pelas dificuldades de seu governo, que para ele, deveria “ser isenta”.

“Eu tenho enfrentado grupos corporativistas, é uma vontade enorme de colocar o Brasil onde ele merece. E grande parte desse sonho passa pelos senhores, os empreendedores”, disse, se referindo aos empresários e industriais presentes no evento, que teve por objetivo entregar a medalha Mérito Industrial, que já foi entregue também ao presidente Fernando Henrique Cardoso.

“Os senhores são verdadeiros heróis pelo que têm que enfrentar das autoridades municipais, estaduais e do executivo federal”, afirmou. Ele deu como exemplo o que viu recentemente em sua viagem ao Texas, nos Estados Unidos, onde os impostos estaduais são zero.

“O que eu tenho que oferecer a vocês é o meu patriotismo, a humildade, e a coragem de enfrentar grupos corporativistas e uma vontade enorme de colocar o Brasil no lugar que ele merece”, afirmou, após receber a medalha Mérito Industrial da Firjan.

Estavam presentes na homenagem o governador do Rio, Wilson Witzel, e o prefeito da cidade, Marcelo Crivella, além do ministro de Minas e Energia, Bento de Albuquerque, e os presidentes da Petrobras, Roberto Castello Branco, e do BNDES, Joaquim Levy, entre outras autoridades.

Bolsonaro reclamou que a todo momento tentam desmoralizá-lo, sem citar nomes, e que se a Câmara dos Deputados e o Senado têm proposta melhor do que do governo para a reforma da Previdência, “que apresente”, conclamou. Segundo o presidente, “não há briga entre os poderes, o que há é uma “grande fofoca”: “E como não conseguem nos derrubar por medidas outras, ficam o tempo todo metendo uma cunha entre nós”, disse Bolsonaro.

Ele pediu aos convidados do evento, dividido entre empresários e parlamentares, que o ajudassem a acelerar o processo de votação da reforma da Previdência junto às bancadas do estado no Congresso.

Via Agência Estado

Publicado por: Chico Gregorio


20/05/2019
11:42

Uma multidão de adeptos do turismo religioso “invadiu” neste domingo a cidade de Santa Cruz. Na região do Trairi do Rio Grande do Norte, onde foi realizada a Missa do Romeiro, no Santuário de Santa Rita de Cassia, onde fica localizada a maior estátua religiosa do mundo, com a imagem de Santa Rita de Cassia,  padroeira da cidade.

Cerca de 265 ônibus transportaram turistas vindo de diversas regiões do RN, é de estados vizinhos.  Em Santa Cruz está ocorrendo desde o último dia 13 de Maio a festa de Santa Rita de Cássia, que prossegue até o  dia 22, quando espera-se a presença  de mais de 70 mil pessoas na cidade, para participar da procissão, que é a maior do estado do Rio Grande do Norte

Via Heitor Gregório.

Publicado por: Chico Gregorio


20/05/2019
11:23

 A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) realiza a partir desta quarta-feira, 22, a Mostra de Profissões 2019. O evento acontece no campus central até sexta-feira, 24, com o objetivo de auxiliar os jovens que pretendem ingressar no ensino superior a escolher a profissão a partir do conhecimento do perfil profissional de cada área de atuação. Para tanto, serão ministradas palestras de 45 minutos sobre todos os cursos ofertados pela UFRN, com a participação de professores e alunos da instituição. Os estudantes também terão a oportunidade de se informar sobre as políticas de inclusão e permanência da UFRN, como bolsas, residência universitária, entre outros programas de assistência estudantil.

O acesso às palestras é gratuito e dispensa inscrição prévia. Para participar, basta dirigir-se aos locais previstos na programação, que terão entrada limitada à capacidade de lotação. O convite é aberto às escolas públicas e privadas de ensino médio, assim como se estende aos pais, professores e profissionais. As palestras acontecem das 8h até 20h45 e terão horários diferentes em cada dia do evento, para que as informações sobre os cursos sejam ofertadas em turnos distintos. A programação completa está disponível no site http://www.mostradeprofissoes.prograd.ufrn.br/

Publicado por: Chico Gregorio


20/05/2019
11:21

Diversas famílias de origem portuguesa emigraram para o Brasil entre os séculos XVI e XVIII. Aqui no Rio Grande do Norte, muitas dessas famílias compartilham raízes genealógicas que indicam um antepassado em comum: o judaico. Mas como uma dessas pessoas pode conseguir cidadania portuguesa? No próximo dia 24 de maio, vai acontecer em Natal um evento, das 12h às 14h, no Cascudo Bistro para os interessados descobrirem como seus antepassados podem abrir as portas de Portugal para você.

Expulsos de seu país de origem, o povo judeu originou diversas das mais tradicionais famílias do nosso Estado. E Portugal, reconhecendo esses laços, está concedendo a cidadania portuguesa a quem provar essa descendência.

Nosso evento trará apresentações de um Genealogista, bem como de advogados do Brasil e de Portugal, todos especializados em processos de cidadania por meio das raízes advindas dos judeus sefarditas (da região ibérica).

Você sabia que essa pode ser uma possibilidade real para você? Garanta já seu almoço/palestra.

Mais informações: (84) 99430 0909 ou nohttps://www.sympla.com.br/re-viva-portugal__532121

Publicado por: Chico Gregorio


20/05/2019
11:15

Touros receberá quatro parques eólicos

O Rio Grande do Norte receberá mais quatro parques eólicos na região do município de Touros. Com investimentos de R$ 350 milhões e 21 km de extensão de linhas de transmissão, o projeto do Complexo Eólico Gameleira, da CPFL Renováveis, foi apresentado à equipe do Governo do RN. As obras devem ser iniciadas entre o final deste ano e o início de 2020. Além do…

Leia Mais

Publicado por: Chico Gregorio


20/05/2019
10:54

A TV Globo segue pegando no pé e ridicularizando Bolsonaro e seus aliados. Desta vez, também sobrou para a líder do seu partido (PSL) na Câmara, Joice Hasselmann. O sarro foi no programa Fantástico, no quadro “isso a Globo não mostra.

Bolsonaro apareceu fazendo a brincadeira de mau-gosto com um oriental em público ao abraçá-lo perguntando “tudo pequenininho aí?”

A Globo lembrou que “pequeninho” estão o PIB e a popularidade do presidente.

Já a deputada Joice Hasselmann aparece criticando os manifestantes que tomaram as ruas na última quarta-feira. O programa resgatou imagens de arquivo em que Joice incita o povo a ir às ruas contra Dilma.

Assista ao quadro completo:

Via Esmael Morias

Publicado por: Chico Gregorio


20/05/2019
10:45

Capturado há quase duas décadas nos arredores de um acampamento das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) na selva amazônica, o traficante Luiz Fernando da Costa foi retratado à época pelos jornais colombianos como o “Pablo Escobar brasileiro”.

Fernandinho Beira-Mar havia saído de um aglomerado de casebres às margens da Baía de Guanabara, a favela Beira-Mar, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, para se tornar o maior distribuidor de drogas e armas às comunidades do Rio, segundo a Polícia Federal. Passados 18 anos de sua prisão por militares do país vizinho, ele planeja usar a internet para abastecer a cidade com outros tipos de produtos: canecas, camisas, bonés e capas para telefone celular. Tudo com a marca FBM.

É da cela 38 da penitenciária federal de segurança máxima de Mossoró, no Rio Grande do Norte, que o traficante condenado a mais de 300 anos de prisão planeja os detalhes de seu site de vendas, que também será usado para divulgar dois livros de sua autoria.

Uma das obras fala sobre Jesus Cristo, monografia escrita para conclusão do curso de Teologia, que fez à distância. O segundo texto é uma biografia, onde ele retrata a sua trajetória à margem da lei. Dos tempos de matuto, quando trazia pequenas quantidades de cocaína e maconha, respectivamente, da Colômbia e do Paraguai para abastecer as bocas de fumo da favela Beira-Mar, até o período em que se associou ao chefe da Frente 16 das FARC, Tomas Medina Caracas, o Negro Acácio, morto pelo exército colombiano em 2007.

Negócios, rebeliões e condenações

Articulado, inteligente, extremamente frio e violento — como é descrito nos relatórios de análise comportamental do sistema prisional –, Fernandinho Beira-Mar defendia a unificação das facções criminosas em atividade no Rio para se tornar o único fornecedor de drogas e armas aos criminosos.

Em 2002, menos de um ano após ter sido preso na selva colombiana, ele comandou uma rebelião em Bangu 1 que se estendeu por 23h e resultou em quatro assassinatos. Dentre os mortos estava Ernaldo Pinto de Madeiros, o Uê, que foi queimado vivo dentro de sua cela. Após o episódio, o traficante foi transferido para uma penitenciária federal de segurança máxima fora do estado e, posteriormente, condenado a 120 anos de prisão.

Produtos FBM serão feitos por dependentes químicos

Com o site de vendas, a ideia do traficante é oferecer produtos que serão confeccionados por dependentes químicos que estão sob tratamento oferecido por uma organização não-governamental (ONG) ligada a uma igreja evangélica. Procurada pelo UOL, a advogada Paloma Gurgel confirmou que a página está em fase de construção e que Beira-Mar vem acompanhando todo o processo de criação do site e dos textos, que obrigatoriamente são analisados pelo setor de inteligência do sistema prisional e pela direção da penitenciária de Mossoró.

A defensora disse ainda não estar autorizada a informar detalhes sobre o site, mas se prontificou a encaminhar ao traficante uma relação de perguntas enviadas pela reportagem. Havendo respostas, este texto pode ser atualizado.

Uma das questões formuladas se refere ao fato de um traficante internacional planejar empregar o trabalho de dependentes químicos para vender sua marca, além da relação de Beira-Mar com a ONG, o nome da entidade e para onde serão destinados os lucros obtidos com a comercialização dos produtos.

O Código de Processo Penal (CPP) brasileiro não prevê nenhum tipo de impedimento para que um preso condenado tenha uma marca comercial, tampouco um site na internet com o seu nome. O Departamento Penitenciário Nacional (Depen), contudo, esclarece que o preso Luiz Fernando da Costa não tem autorização para acessar computadores, salvo nos períodos dedicados ao estudo à distância, mas sob monitoramento do setor de inteligência. A construção e manutenção do site deve ser feita por terceiros, segundo a advogada, seguindo instruções de Beira-Mar.

Duas décadas no sistema prisional

Aos 51 anos, Fernandinho Beira-Mar concluiu ano passado a faculdade de teologia feita à distância. Preso em abril de 2001, o traficante passou por presídios do Rio de Janeiro (Bangu 1), Paraná (Catanduvas), Rondônia (Porto Velho) e Rio Grande do Norte (Mossoró). Apesar de as unidades serem consideradas de segurança máxima, Beira-Mar conseguiu driblar a segurança para continuar dando orientações aos integrantes de sua quadrilha, inclusive, para arquitetar seu resgate de Catanduvas. A descoberta do plano levou o Departamento Penitenciário a transferí-lo de penitenciária.

Em 2017, quando cumpria pena em Porto Velho, a Polícia Federal descobriu que Fernandinho Beira-Mar continuava a ditar as regras para seu bando por meio de bilhetes e mensagens codificadas. As orientações, segundo as investigações da PF, eram repassadas ao menos duas vezes por semana. A troca de mensagens em alguns casos continha até imagens anexadas. Após a descoberta de que o traficante havia transformado a cela de Porto Velho em escritório da quadrilha, Beira-Mar foi novamente transferido, dessa vez para a unidade federal de Mossoró, onde agora ele se articula para lançar seu site.

UOL

Publicado por: Chico Gregorio


20/05/2019
07:40

Recebemos uma informação de que 2 empresários do RN a mais de dez dias estão realizando visitas a algumas agências de notícias e redações de jornais para patrocinar ataques contra senadora Zenaide Maia (PROS/RN), na mídia do estado.
A motivação, segundo alguns informantes que entraram em contato conosco, seria criar uma estratégia de ataque contra a senadora para tentar macular a sua imagem perante a opinião pública do Rio Grande do Norte, visto que foi notícia na imprensa potiguar que o PSDB do RN entrou com um processo pedindo a cassação do seu mandato.
Não é de agora que alguns blogs e sites de notícias vem tentando prejudicar a imagem de uma mulher que sempre esteve ao lado do povo e foi eleita democraticamente seguindo todas as regras do processo eleitoral. Também não sabemos a motivação concreta e plausível que um grupo de empresários, a mando de quem verdadeiramente, estaria financiando a publicação de notícias negativas contra Zenaide Maia, fazendo um jogo sujo, repudiante, e que atenta contra o exercício da democracia.
Esses 2 empresários, certamente, estão a mando de gente de coturno alto da política do RN, com interesses escusos, e que tentam tomar no tapetão o mandato de Senadora Zenaide que foi dado pelo povo livre do estado do RN, sendo uma das mais lindas e emocionantes campanhas eleitorais onde pela força popular venceu toda uma estrutura oligárquica que estava acomodada no poder durante décadas. Mas o povo nas ruas e nas urnas disse não a velha política!
A população Norte-rio-grandense precisa saber quem são essa dupla de empresários, e a mando de quem estão, pois, a vontade dos eleitores do RN precisa ser respeitada, pois o poder emana do povo como está escrito na Constituição Federal, e precisa ser garantido.
Por Rafael Mello

Publicado por: Chico Gregorio


20/05/2019
07:32


O bloqueio do orçamento do MEC (Ministério da Educação) atingiu em cheio o coração financeiro de obras em três hospitais universitários, em Natal, em Palmas e em Dourados (MS).

Ao todo, quase R$ 40 milhões foram bloqueados de três instituições, afetando obras que –quando concluídas– devem criar 755 novos leitos na rede pública e servir para atender um público de 2,7 milhões de pessoas.

Além de atender à população, a ideia dos hospitais universitários é ajudar na formação de alunos da área de saúde e fomentar pesquisas em diversos campos de atuação. Por isso, eles são ligados a uma instituição federal de ensino e têm verbas do MEC.

Segundo o painel de cortes da Andifes (Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior), a verba de 2019 para construções de hospitais ligados às universidades federais do Rio Grande do Norte (UFRN) e de Tocantins (UFT) foram 100% cortadas.

Ainda segundo o MEC, o bloqueio não inclui despesas como pagamento de salários, benefícios, assistência estudantil, emendas parlamentares impositivas e receitas próprias.

Hospital referência em pesquisa para o Rio Grande do Norte
O Hospital da Mulher de Natal tem o maior dos orçamentos entre as unidades afetadas e prevê investimento de R$ 200 milhões. Em operação, deve abrir 1.200 vagas de empregos diretos e fornecer 450 leitos.

Segundo Ebserh (Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares), além da verba do MEC, há outras fontes de recursos para a obra, do Ministério da Saúde e da própria Ebserh. A Ebserh administra hoje 39 hospitais universitários federais.

A unidade de Natal deve servir para atender moradores da zona norte da capital potiguar. Segundo a Ebeserh, quando pronto, o hospital deve ser utilizado pelos cerca de 400 mil habitantes da região e ser referência em pesquisas.

A UFRN informou à reportagem que o bloqueio foi feito em verba vinculada às emendas parlamentares e “ocorreu antes da medida realizada neste mês de maio”. “Na próxima semana, a bancada federal do Rio Grande do Norte e os reitores do estado estarão reunidos com o ministro da Educação, momento no qual tentaremos reverter a situação dos valores referentes ao Hospital da Mulher, bem como a situação do bloqueio orçamentário”, informou.

UFRN:
Obra: Hospital da Mulher
Área: 16,5 mil m²
Capacidade: 220 leitos
Público-alvo: 400 mil pessoas
Valor bloqueado: R$ 5,6 milhões (100% do previsto para 2019)

Publicado por: Chico Gregorio


20/05/2019
07:19

A senadora Zenaide (PROS/RN) apresentou uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) tornando obrigatória a aplicação, pelo Governo Federal, de pelo menos 2,5% do orçamento da União para o SUSP – Sistema Único de Segurança Pública que integra ações preventivas e repressivas de segurança inclusive nos estados e municípios.

“Nós precisamos sair do discurso para a prática. Não basta dizer que segurança é prioridade, precisamos fazer isso virar realidade. Ninguém aguenta mais conviver com tanta violência, com tanta insegurança, com tantas mortes. Os cidadãos de bem vivem assustados, amedrontados, tendo que mudar sua rotina de vida. Além do que tem de mais grave, como os assaltos, os latrocínios, a cooptação dos jovens para as drogas, a falta de segurança gera desemprego em diversos setores. Acaba com nosso turismo, destrói a imagem do nosso país, leva negócios à falência, impede outros de serem abertos e com isso a falta de oportunidades de trabalho só aumenta”, destacou a senadora.

Ela afirmou ainda que “a segurança é um direito que impacta outros direitos fundamentais – à vida, à liberdade de ir e vir, ao trabalho e à paz. O que é mais urgente e mais prioritário do que isso? Sem recursos, sem salários dignos, sem equipamento e sem tecnologia nossas forças de segurança ficam de mãos atadas. Temos que garantir condições para que estados, municípios e a união possam cumprir o seu papel. Assegurar a ordem e a paz para a população. Tanto com ações preventivas quanto com o combate firme, agindo de forma integrada. O problema é nacional”, ressaltou.

Leia mais…

Publicado por: Chico Gregorio


20/05/2019
07:11

Um aglomerado de pessoas puxou um coro com a mensagem “Lula livre”, no Manaíra Shopping, em João Pessoa. A manifestação surpresa aconteceu neste domingo (19).

Vídeos circularam nas redes sociais mostrando diversas pessoas na praça de alimentação do shopping e em uma escada rolante entoando a frase “Lula livre” e também cantando “olê olê olê olá, Lula, Lula…”

O ex-presidente Lula está preso em Curitiba, no Paraná, desde abril de 2018, condenado a 12 anos de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, no âmbito da Operação Lava Jato.

Veja vídeos.

Via ClickPB

Publicado por: Chico Gregorio


20/05/2019
07:07

Cresce na sociedade brasileira a impressão de que somente a liberdade de Lula será capaz de consertar a balbúrdia criada pelo governo Jair Bolsonaro (PSL).

O ex-presidente Lula é mantido preso político há 407 dias na Polícia Federal do Paraná. Ele foi condenado sem provas e cumpre pena antecipada para não participar dos destinos do País.

Bolsonaro, por sua vez, tem se mostrado inepto para o cargo de presidente. Ora flerta com o autoritarismo, ameaçando fechar o Congresso e o STF, ora revela-se desgostoso com a tarefa de governar.

A balbúrdia do capitão é mensurada pelo tamanho do descontentamento de amplos setores sociais manifestado pelos estudantes no último dia 15, cuja expressão maior é o desemprego de 13,4 milhões de brasileiros e a tentativa de reforma da previdência que objetiva o fim da aposentadoria.

Bolsonaro já eranão tem condições políticas e morais para liderar o Brasil. A saída é libertar Lula para consertar essa balbúrdia.

No próximo dia 30 de maio haverá nova manifestação dos estudantes e 14 de junho a greve nacional convocada por todos os trabalhadores. A pergunta que se faz em Brasília é: Bolsonaro resistirá aos ventos democráticos?

Via Esmael Morias.

 

Publicado por: Chico Gregorio


20/05/2019
07:00

Morte trágica de jovem enluta a cidade de Cajazeiras

Milena foi vítima de acidente neste domingo em Cajazeiras

Desde as primeiras horas deste domingo (19), as redes sociais começaram a ficar repletas de fotos e mensagens de amigos de Milena Cartaxo e votos de solidariedade a sua família.

Milena foi vítima de acidente nas proximidades de um parque de vaquejada, na Zona Leste de Cajazeiras. A jovem de apenas 21 anos de idade cursava o 5º período no curso de Educação Física. Veja mais: Jovem morre em acidente de carro, em Cajazeiras

O deputado Júnior Araújo lamentou o fato, explicou que o pai da jovem trabalha como seu motorista e declarou: “Eu me nego a ter outra imagem de você que não seja essa, eu perdi uma parte minha, eu te amo tanto e isso dói tanto, minha irmã! Eu queria só mais uma chance de pegar no teu pé, mas sua morte precoce me privou disso e eu to tão destruído com isso tudo”.

Adaman Souza, amigo da família revelou que a mãe de Milena estava muito feliz, pois ela estava na faculdade, mas a notícia deste domingo não tem palavras para dizer aos pais da jovem. Assista o vídeo.

Publicado por: Chico Gregorio


20/05/2019
06:54

Ministério do Meio Ambiente voltou atrás e informou que vai apoiar a realização da Convenção das Organizações das Nações Unidas (ONU) sobre Mudanças Climáticas (UNFCCC), marcada para agosto, em Salvador (BA). O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, divulgou neste domingo, 19, nota oficial sobre a decisão em seu perfil na rede social Twitter.

O evento, entre os dias 19 e 23 de agosto, é um dos que acontecem de forma preparatória antes da Conferência do Clima da ONU (COP 25), marcada para dezembro, em Santiago, no Chile. No ano passado, depois que foi eleito e antes de assumir oficialmente o cargo, o presidente Jair Bolsonaro determinou que o Brasil desistisse de disputar a sede do evento. A justificativa era a de que o País não poderia arcar com os custos da realização do evento, de R$ 500 milhões.

Na época, Bolsonaro declarou ainda ser contra algumas propostas discutidas na conferência que, em sua avaliação, ameaçavam a soberania brasileira sobre a Amazônia, como a suposta criação do corredor de preservação ecológica e cultural Triplo A, área de preservação que iria dos Andes até o Oceano Atlântico, que nunca foi tema da COP.

Depois de desistir de disputar a sede da COP 25, o Ministério do Meio Ambiente mandou a prefeitura de Salvador cancelar a realização do evento preparatório. Ao explicar a decisão, o ministro Ricardo afirmou que “não fazia sentido” o Brasil sediar um encontro para preparar a COP 25, uma vez que a conferência não iria acontecer no País. Salles chegou a dizer que manter o encontro em Salvador seria uma “oportunidade” apenas para a “turma fazer turismo em Salvador” e “comer acarajé”.

Após as declarações de Salles, o prefeito de Salvador, ACM Neto, disse, por meio da rede social Twitter, que a prefeitura da capital baiana tinha todo o interesse em sediar a convenção preparatória, independentemente de o Brasil não sediar a COP 25. A realização do evento havia sido confirmada no ano passado, ainda no governo Michel Temer.

“Pedi ao secretário André Fraga (secretário municipal de Cidade Sustentável e Inovação) para conversar com os representantes do evento na ONU e ver a possibilidade de mantê-lo em Salvador. A prefeitura não vai medir esforços para que este evento de repercussão mundial aconteça na primeira capital do Brasil”, publicou ACM Neto, no dia 14 de maio. Na sexta-feira, 17, a Frente Nacional de Prefeitos (FNP) solicitou o apoio do governo federal à realização do evento.

(mais…)

Publicado por: Chico Gregorio