19/01/2020
07:22

Sob ataques por ter sancionado um fundo eleitoral de R$ 2 bilhões, o presidente Jair Bolsonaro chamou de “falsa direita” quem o critica pela iniciativa e afirmou neste sábado (18) que atrapalharia a democracia se vetasse a medida. As informações são da Folha de S. Paulo.

Em evento de mobilização do Aliança pelo Brasil, partido que pretende viabilizar, ele disse que é escravo da legislação e que os deputados e senadores do PSL que se posicionam contra a decisão dele falam “abobrinha”.

“A esquerda bater tudo bem. A falsa direita e os isentões já caem de pau. ‘Ele deveria vetar esse fundão’. Eu tenho de cumprir a lei”, disse. “Nós somos escravos da lei. Eu estaria atrapalhando a democracia e o cumprimento da lei eleitoral com o veto”, acrescentou.

Publicado por: Chico Gregorio


19/01/2020
07:19

O presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira ( Inep ), Alexandre Lopes, disse que até 30 mil candidatos podem ter sido afetados por uma falha na contabilização dos pontos da prova do Exame Nacional do Ensino Médio ( Enem ). O número equivale a pouco menos de 1% dos quase 3,9 milhões de candidatos inscritos.

Ainda segundo ele, a falha teria sido cometida pela gráfica responsável pela impressão e transmissão dos dados dos gabaritos ao Inep, a Valid S.A.. A reportagem procurou a empresa, mas não obteve resposta. Apesar das falhas, Lopes afirmou que a data para abertura do Sistema de Seleção Unificada ( Sisu ) continua mantida para a terça-feira (21).

O Globo

Publicado por: Chico Gregorio


19/01/2020
07:17

Praticamente 80% dos 167 prefeitos do Rio Grande do Norte, no exercício do cargo, estão aptos a uma candidatura à reeleição no pleito de 4 de outubro de 2020, segundo dados da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte. Apenas 32 dos prefeitos já estão no segundo mandato e não poderão se candidatar nas eleições deste ano.

Embora 135 prefeitos possam ir às urnas, não constam dessa listagem os eleitos em 2016, que por diversos motivos foram afastados dos mandatos e perderam direito à reeleição. Nesses casos, os prefeitos que assumiram os cargos, ficaram habilitados a disputar o primeiro turno do pleito eleitoral. Também podem concorrer os prefeitos eleitos em eleições suplementares e ainda os que assumiram após renúncia do prefeito eleito.

Leia a notícia na íntegra aqui na Tribuna do Norte.

Publicado por: Chico Gregorio


18/01/2020
09:05

 

images-31-e1577453662407A promessa não cumprida pelo deputado federal General Girão foi objeto de nota de esclarecimento da Prefeitura de Mossoró.

A Prefeitura de Mossoró esclarece que a emenda do deputado Federal General Girão, de R$ 600 mil, para o Hospital São Camilo, nunca chegou ao Município. A Secretaria de Saúde entrou em contato diversas vezes com o gabinete de Girão na busca por informações da liberação desses recursos.

Em determinado contato ficou surpresa, ao tomar conhecimento, que houve uma falha na liberação do sistema pelo Ministério da Saúde para o cadastramento da Secretaria de Saúde. O Município só consegue cadastrar (definir em que os recursos serão investidos) quando há a liberação do Ministério, o que não ocorreu para Mossoró.

A Prefeitura fez questão de elencar outras emendas recebidas por parlamentares sem qualquer omissão e/ou incompetência no processo por parte do município:

Todas as emendas dos deputados e senadores potiguares para Mossoró são e sempre serão bem-vindas. No ano passado o deputado federal Benes Leocádio destinou RS 1 milhão de reais para saúde municipal, sendo R$ 300 mil à Secretaria de Saúde, R$ 316 mil a LIGA e R$ 450 mil a APAMIM. O ex-senador José Agripino também destinou RS 1 milhão. Recentemente, o Município foi beneficiado com cerca de 18 milhões de emendas do deputado federal Beto Rosado, o que é uma prova clara que a Prefeitura conhece e está habilitada a receber qualquer recurso, assim ele esteja com destinação à cidade e disponível na União Federal.

Laurita Arruda.

Publicado por: Chico Gregorio


18/01/2020
08:47

Via Marcos Silva.

Publicado por: Chico Gregorio


18/01/2020
08:42

Resultado de imagem para vice gov fabio dantas

Vitrine

O ex-governador Fábio Dantas virou um feroz opositor do governo Fátima Bezerra. Faz críticas severas, aponta erros, afirma que o governo mente e dá soluções.
O interessante é que Fábio Dantas, oriundo de partidos populares, foi vitrine de um governo que deixou muitas vidraças estraçalhadas.
Até hoje o funcionalismo sofre as consequências dos desastres.
Via Rosalie Arruda.

Publicado por: Chico Gregorio


18/01/2020
08:35

No governo Dilma Rousseff (PT), a Comissão de Ética Pública da Presidência viu conflito de interesses em casos similares ao do chefe da Secom (Secretaria de Comunicação Social) de Jair Bolsonaro, Fabio Wajngarten, nos quais autoridades eram sócias de empresas que atuavam em setores ligados a suas áreas na administração pública. As informações são da Folha de S.Paulo.

A comissão fiscaliza a conduta de ministros, dirigentes de estatais e ocupantes de cargos de natureza especial, como Wajngarten. Os demais servidores federais são fiscalizados pela CGU (Controladoria-Geral da União). Os casos são posteriores à edição da Lei do Conflito de Interesses (nº 12.813), de 2013 —ignorada por Wajngarten e a Secom em sua defesa até agora.

Publicado por: Chico Gregorio


18/01/2020
08:24

O presidente Jair Bolsonaro sancionou integralmente, nesta sexta-feira, 17, o Orçamento de 2020, que inclui o Fundo Eleitoral. Conhecido como “fundão”, o dispositivo prevê gasto de R$ 2 bilhões para financiar as campanhas dos candidatos nas eleições municipais de outubro. O anúncio foi feito no Twitter pelo ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira.

O valor de R$ 2 bilhões foi aprovado pelo Congresso em dezembro do ano passado. Contrariado com críticas sobre a destinação desses recursos, Bolsonaro tem pedido a apoiadores que não votem em candidatos que utilizam recursos públicos nas eleições. O problema é que o “boicote” pode prejudicar seus próprios aliados.

Publicado por: Chico Gregorio


18/01/2020
08:05

Foto: Zildo Vicente (arquivo).

Na noite de ontem (sexta, 17) voltou a chover nos municípios do Sertão paraibano. Em Cajazeirinhas, de acordo com a EMPAER,  choveu 76,mm.

Folha Patoense

Publicado por: Chico Gregorio


18/01/2020
08:02

Barragem do Ermo (foto: arquivo)

Choveu torrencialmente desde as 5 da tarde em toda a zona rural do Município de Carnaúba dos Dantas -RN.

Informações extra-oficiais dão conta que a chuva ultrapassou os 140 milímetros em Tota Macedo. Com este volume a Barragem do Povoado Ermo começa a transbordar.

A Voz do Povo

Publicado por: Chico Gregorio


18/01/2020
07:59

A imagem pode conter: céu, nuvem, atividades ao ar livre, natureza e águaNo dia de ontem, tivemos registros de fortes chuvas  em parte da região  do Seridó, começando a mudar o cenário desolador pleo qual passava a região, após anos consecutivos de seca. O melhor exemplo, foi o açude de Gargalheiras, que recebeu de ontem para a manha de hoje um grande volume de água, como mostra a foto acima, Veja os registros que foram dados por Edmilson da Emater:

1- Acari 170 mm
2 -Florânia 155 mm
3 -Cerro corá 145 mm
4 -149 mm Malhada Grande em Parelhas.
5 -123 mm Gamenho
6 -161 mm Barra
7 -103 mm Timbaúba
8 – Na cidade de  Frei Martinho PB , 140 mm
9 –  Bulhões, (Acari)  208 milímetros

Publicado por: Chico Gregorio


18/01/2020
07:46

Publicado por: Chico Gregorio


18/01/2020
07:37

Com as forte chuvas de ontem na área da bacia do açude de Gargalheiras,  que fica localizado  na cidade de Acari, o reservatório começou a receber as primeiras águas, se espera para todo o dia de hoje ainda um bom volume, pois na cidade paraibana de Frei Martinho, aconteceu uma grande chuva , e o rio está com uma grande quantidade de água.  O açude Gargalheiras estava praticamente seco, castigo pelo grande grande seca que assolou a região nos últimos 10 anos.

.A imagem pode conter: montanha, céu, atividades ao ar livre, natureza e água

Publicado por: Chico Gregorio


17/01/2020
10:56

Resultado de imagem para fotos tenente-coronel da Polícia Militar André Luiz Fernandes da Fonseca
O tenente-coronel da Polícia Militar André Luiz Fernandes da Fonseca, preso na terça-feira (14) pela Operação Níquel, da Polícia Federal, foi transferido para o presídio federal de Mossoró, na região Oeste potiguar. Ele é suspeito de liderar um grupo de contrabando de cigarros. As informações foram confirmadas pela Justiça Federal do Rio Grande do Norte.
Segundo a Justiça Federal, a transferência para o presídio de segurança máxima foi determinada pelo juiz federal Orlan Donato Rocha. O motivo, contudo,  não foi informado, porque o processo tramita em sigilo.
Após audiência de custódia realizada nesta quarta-feira (15), a Justiça manteve a prisão de Fernandes e todos os outros seis suspeitos detidos pela Polícia Federal.

Publicado por: Chico Gregorio


17/01/2020
10:47

A coluna Radar da revista Veja, trouxe na sua coluna desta sexta-feira (17), que  alvo de ameaças de Jair Bolsonaro, a Globo está no centro de uma forte fiscalização da Receita Federal. No ano passado, o Fisco exigiu os contratos da Globo Comunicação e Participações S/A com celebridades da TV e do cinema brasileiro.

Depois de receber os dados, o Leão afiou os dentes. Há três semanas, passou a enviar cartas de autuação como a que ilustra esta nota aos endereços de diferentes artistas contratados pela emissora. A pedido das fontes, o Radar preservou os nomes das celebridades, todas do primeiríssimo escalão de atores e atrizes da Globo.

Nesses “Termos de Início do Procedimento Fiscal”, a Receita dá 20 dias para que os globais justifiquem a opção pelo contrato de pessoa jurídica, o famoso PJ, em vez do vínculo CLT com a Globo. Para o Fisco, o arranjo ator-emissora configuraria fraude na “relação de emprego”. Aos globais, são dadas duas ordens na intimação:

“Explicar de forma detalhada, apresentando a base legal utilizada, a motivação para que a contratação tenha ocorrido entre a Globo e a (empresa do artista) e não entre a Globo e o contribuinte”, determina o Fisco.

Os globais ainda são intimados a “apresentar contrato social e todas as eventuais alterações da (empresa do artista), uma vez que vossa senhoria é sócia majoritário da empresa”.

A partir da tese de suposta fraude, a Receita quer cobrar dos globais o imposto de renda de pessoa física (27,5%), uma vez que o imposto de pessoa jurídica é menor (de 6% a 15%), mais multa (até 150%) e juros dos últimos 5 anos de contrato.

Advogado dos artistas da Globo, o tributarista Leonardo Antonelli afirma que os procedimentos da Receita não passam de retaliação política. “Para destruir a Globo vale tudo. O governo desconsidera sua política pública de pejotização e, ao mesmo tempo, atinge a cultura com uma cobrança tributária superior àquilo que os artistas ganharam”, diz Antonelli.

Redação com Veja

Publicado por: Chico Gregorio