17/11/2017
12:08

Caso seja comprovado que a TV Globo pagou propina para obter contratos de direitos de transmissão das Copas de 2022 e 2030, conforme acusou o ex-executivo da Torneo Y Competencias, Alejandro Burzaco, a FIFA afirmou que vai pedir indenização aos responsáveis pelo esquema de suborno. As informações são do “blog Rodrigo Mattos”, do UOL.

”Como o Departamento de Justiça já reconheceu, a Fifa é vítima de alegadas irregularidades que estão sob questão no julgamento. A Fifa fortemente apoia e encoraja as autoridades norte-americanas pelos esforços de responsabilidade os indivíduos que abusaram das suas posições para corromper o futebol internacional para seu benefício próprio. No caso de o júri constatar que os acusados são culpados dos crimes que são acusados, a Fifa vai tomar medidas necessárias para procurar restituição e recuperar qualquer perda causada pelas suas más condutas”, afirmou a FIFA ao blog Rodrigo Mattos.

Publicado por: Chico Gregorio


17/11/2017
12:01

VoxCarta.jpg

A revista Carta Capital que chega às bancas nesse 17/XI traz uma pesquisa CUT/Vox Populi com 2 mil brasileiros, em 118 municípios, entre 27 e 30 de outubro.

A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais.

No “voto estimulado”, Lula tem 42% dos votos contra 16 do Bolsonaro, 7% da Bláblárina, 5% do Santo do Alckmin, 4% do Ciro Gomes, 1% do Álvaro Dias e da Luciana Genro.

Quando a Vox inclui o Luciano Huck entre os candidatos, o Lata Velha não passa de 2 pontos.

A soma dos tucanos de raiz e sem raiz – Geraldo Alckmin, Doria, Luciano Huck e José Serra, o Careca, o maior dos ladrões, que aparentemente está com febre amarela (lamentavelmente, a Vox omitiu o Careca nesse levantamento…) – todos os tucanos somados não dão 8 pontos percentuais.

(Do Aloysio 500 mil, claro, nem se cogita…)

Portanto, amigo navegante, essa guerra nos intestinos tucanos, que tanto espaço ocupa no PiG não tem a mais remota relevância, na vida real.

Num segundo turno, Lula ganha:

• de 50 a 14 contra o Santo;
• de 51 a 14 contra o Prefake;
• de 48 a 21 contra a Bláblá;
• de 49 a 21 contra o Bolsonaro;
• de 50 a 14 contra o Huck.

E a rejeição maior a Lula vem do Sudeste: ou seja, de São Paulo, que tem a pior elite do Brasil, que tem a pior elite do mundo!

PHA

Publicado por: Chico Gregorio


17/11/2017
11:42

Será inaugurado no próximo dia 23 de novembro na cidade de Caicó, o supermercado Queiroz, que ficará localizado na zona Norte de Caicó, bairro Boa Passagem, com uma loja ampla, com estacionamento próprio, prometendo grandes promoções, para   entrar de vez na disputa pelo consumidor seridoense, que já conta na cidade de grandes supermercado, como os Paulinos e a LiGZarb. Com isso, que ganha será o consumidor seridoense que terá oportunidade de  escolher o supermercado que oferecer melhores preços e acomodações.

grandeslojaschegandoacaico_queirozsupemercados

Publicado por: Chico Gregorio


17/11/2017
11:13

Um possível saque do Fundo Financeiro do Rio Grande do Norte (Funfirn) para contribuir para o pagamento dos servidores inativos do estado é uma medida que está sendo estudada pelo Instituto de Previdência dos Servidores do Estado (Ipern). Na manhã desta quinta-feira 16, representantes de ambos os órgãos – o procurador-adjunto do RN, João Carlos Gomes, e o procurador do Ipern, Geraldo Laurentino, se reuniram para discutir a possibilidade.

A viabilidade e as consequências do acordo serão analisadas entre ambas as partes. Como os valores estão aplicados no mercado financeiro, há o risco de multas. A decisão entre os órgãos deverá ser finalizada na sexta-feira 17. O Estado, por sua vez, está preparado para buscar outras alternativas caso o Ipern não aceitar a proposta.

O Funfirn é um fundo criado para garantir os pagamentos de aposentadorias futuras. Todavia, quase 67% da renda do fundo – que atualmente soma R$ 321 milhões – já foi retirada pelo Estado para o pagamento de aposentados. No momento, o Estado possui um déficit de R$ 100 milhões em suas contas por ter que cumprir seus compromissos com os inativos. A quantia que o Estado deseja retirar do Funfirn, contudo, ainda não foi revelada.

Via Agora RN.

Do blog: Qual a diferença dos atuais servidores aposentados e pensionistas ficarem sem receber sues proventos, é, no futuro, os que vierem a ser aposentados não  existir recursos para pagamento dos mesmos  no Funfirn ? Se não existe outra solução, não tem justificativa deixar de pagar aos atuais aposentados pra guardar dinheiro para pagar no futuro.

Publicado por: Chico Gregorio


17/11/2017
11:05

 Resultado de imagem para Marajá

Os contribuintes do RN estão torcendo que a greve da UERN-Universidade Estadual do RN seja para sempre..

Custando ao contribuinte potiguar a bagatela de R$ 330 milhões por ano, dinheiro que poderia ser destinado para saúde, ensino médio, segurança e infraestrutura, tendo em vista que ensino superior é responsabilidade do Governo Federal, a UERN ainda faz em média duas graves por ano..

Sem um portal de transparência que revele seus gastos com pessoal, desrespeitando à Lei  da Transparência que obriga publicação dos gastos públicos, a anuidade per capita  dos estudantes da UERN é em média 50% mais cara que das universidades privadas que estão funcionando no RN.

Seria bom para o contribuinte potiguar, responsável pelo financiamento da UERN, que o Governo do Estado transferisse os alunos da UERN que oriundos da escola pública da rede estadual de ensino para universidades privadas como bolsistas financiados pelos Estados. Com isso, os alunos potiguares não seriam prejudicados e o Estado faria uma grande economia.. Os alunos provenientes dos outros Estados como Paraíba, Ceará, Pernambuco e Piauí voltariam para seus Estados de origem para estudarem as custas dos contribuintes dos respectivos Estados.

Cerca de 30% dos alunos da UERN são oriundos dos estados vizinhos e nós contribuintes do RN estamos pagando uma conta que não deve ser nossa..

O governador da Paraíba Ricardo Coutinho já deu jeito da universidade estadual do seu Estado, ou seja, está acabando com a incubadora de marajás..

Publicado por: Chico Gregorio


17/11/2017
10:57

Resultado de imagem para fotos de casa antigas das fazendas do seridó

– Grita o forasteiro diante da porta/janela da frente da casa, normalmente debaixo do alpendre: ô de casa!

– No mesmo tom responde o morador do fundo da casa, ainda sem aparecer fisicamente: ô de fora!

– Forasteiro: é de paz!

(reina um silêncio de instantes, propositadamente vindo do morador. Um silêncio de expectativas)

– Insiste o forasteiro: louvado seja Deus Nosso Senhor Jesus Cristo!

– O morador aliviado, percebe a senha da paz e diz, imediatamente: para sempre seja Deus louvado!

Pronto, a hospitalidade no sertão já se inicia desde então.

Por Nivaldo Brum Vilar Saldanha.

Publicado por: Chico Gregorio


17/11/2017
10:46

Resultado de imagem para fotos de jair bolsonaro fardadoA Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) rejeitou, por unanimidade, um recurso especial do deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) que questionava sua condenação por danos morais em favor da deputada Maria do Rosário (PT-RS). O julgamento foi realizado no dia 24 de outubro, e a decisão foi divulgada na semana passada.

A decisão, aplicada pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal, se refere a um caso ocorrido em 2014, quando Bolsonaro disse, no plenário da Câmara, que não estupraria a deputada porque “ela não merece”. Depois, em uma entrevista, reforçou a declaração e disse que Maria Rosário era “muito feia”. Bolsonaro foi condenado a pagar R$ 10 mil à deputada.

Este é o segundo recurso sobre o caso rejeitado pela Terceira Turma do STJ. Em agosto, o colegiado já havia negado, também por unanimidade, o primeiro recurso e mantido a condenação do parlamentar. Foi contra essa decisão de agosto que Bolsonaro recorreu.

No novo julgamento, a relatora, ministra Nacy Andrighi, afirmou que os questionamentos do deputados “não constituem pontos omissos ou contraditórios do julgado, mas mero inconformismo com os fundamentos adotados no acórdão embargado”. Os ministros Paulo de Tarso Sanseverino, Ricardo Villas Bôas Cueva e Moura Ribeiro concordaram com a relatora.

Além desta ação, da esfera cível, outras duas ações penais sobre o caso correm no Supremo Tribunal Federal (STF), onde ele já é réu.

O GLOBO

Publicado por: Chico Gregorio


17/11/2017
10:40

Resultado de imagem para fotos da faculdade de medicina de caicó
Jorivan disse:

Essa é uma medida que vai contra o interesse da população brasileira, que tem carência de médicos. Michel Temer decidiu atender ao lobby da categoria, que pretende manter sua reserva de mercado e o preços abusivos no atendimento.
Era por isso que os médicos tinham tanta raiva de Dilma, de Lula e do PT. Porque eles queriam democratizar a pratica da medicina, fazendo que médicos chegassem a todos os municípios do país a custos que as Prefeituras pudessem suportar e a população pudesse dispor desse profissional tão importante.
Agora, muitas máscaras estão caindo e a população pode ver claramente quais eram os verdadeiros motivos que as viúvas (eleitores de AÉCIO)do Tucano Mor, derrotadas nas eleições, lutaram tanto pelo golpe para afastar Dilma.
A população pobre que mais padece, sofrerá as consequências desse ato que apenas uma categoria privilegiada favorece. E a classe média analfabeta politicamente, pensa que ficará impune por essa atitude egoísta, por se achar protegida nos grandes centros urbanos em seus empregos públicos federais que lhe dão plano de saúde gratuito.
Não se esqueçam que o povão está vendo e sentindo na pele, e vota. Seu voto vale a mesma coisa que os votos dos privilegiados. É maioria nesse país de miseráveis explorados pelo grande capital internacional.
Isso é um absurdo!!!

 

Publicado por: Chico Gregorio


17/11/2017
10:34

Resultado de imagem para fotos de mendonca filho com senador jose agripino  maiaO governo de Michel Temer vai decretar uma moratória para impedir a abertura de novos cursos de medicina no país. O prazo será de cinco anos.

EM BREVE

O ministro Mendonça Filho (DEM-PE), da Educação, confirma a informação. Segundo ele, o decreto para a adoção da medida já está na mesa do presidente, que deve assiná-lo até o fim do ano.

AVENTAL

“Há um clamor dos profissionais de medicina para que se suspenda por um período determinado a abertura de novas faculdades, em nome da preservação da qualidade do ensino”, diz Mendonça.

ATÉ O FIM

Segundo ele, dois editais em andamento para a abertura de novos cursos, lançados ainda no governo de Dilma Rousseff, serão concluídos.

Mônica Bergamo – Folha de São Paulo

 

Publicado por: Chico Gregorio


17/11/2017
10:28

Ação de advogado pedindo a paralisação de obras da BR-101, na altura das Reunidas e Nacional, porque até então ausência de licença.

Juíza deu 72 horas para o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) se pronunciar. Possibilidade de suspensão caso documento não seja apresentado é real.

Resultado de imagem para fotos de obra na br 101 em natal proximo a reunidas e nacional

Via BG.

Publicado por: Chico Gregorio


16/11/2017
17:34

O jornalista Joaquim de Carvalho, do DCM, acaba de postar um vídeo, no qual o ex-advogado da Odebrecht, Rodrigo Tacla Durán, afirma que irá revelar, na CPI da Delação, uma série de documentos que desmascaram a farsa da Lava Jato.

É muito sintomático do que é o golpe no Brasil que nenhum grande jornal, revista ou emissora, com seus milhares de repórteres, tenha se interessado em ouvir o advogado.

Felizmente, temos os blogs…

Publicado por: Chico Gregorio


16/11/2017
16:07

Na última  terça-feira, 14, cinco escolas da rede pública municipal e a creche de Jardim de Piranhas, realizaram eleição   para escolha de seus novos diretores. Esta é a primeira vez que a comunidade escolar elege suas direções no município, graças a aprovação da lei 856, de 13 de junho de 2017, sancionada pelo prefeito Elídio Queiroz, respaldado pela decisão da Secretária Municipal de Educação do município professora Ália de Queiroz Damásio, que tinha esse desejo  que a direção das escolas fosse escolhidas  pelo que fazem a unidade de ensino, acabando de uma vez as indicações políticas para o cargos.
A Lei da Gestão Democrática das Escolas é mais um sonho antigo realizado pela atual gestão. De acordo com o presidente da Comissão Eleitora, psicólogo educacional Higor Eduardo Dantas Alves, todas as escolas terão candidaturas únicas, o que deve facilitar o processo.
A eleição se estenderá das 7h às 17h nas escolas Evanildo Mariano dos Santos, Maria Cruz, Marinheiro Saldanha e na Creche Santa Mônica. Nas escolas Monsenhor Walfredo Gurgel e Maria de Nazaré, que têm aula à noite, o processo termina às 21 horas. A expectativa é que o resultado saia até uma hora após o fechamento das urnas.

Votaram  para diretor quatro segmentos: alunos acima de 12 anos, pais de alunos, professores e técnicos. Apenas a creche Santa Mônica não terá votos de alunos.

Publicado por: Chico Gregorio


16/11/2017
15:46

O fato de uma instituição privada realizar um evento no campus da UFRN e convocar a Polícia Militar para garantir a segurança do público sem o consentimento da administração da universidade foi o que mais chocou a reitora Ângela Paiva no episódio envolvendo a exibição do documentário “Jardim das Aflições”, de Josias Teófilo, sobre a vida e o pensamento do filósofo Olavo de Carvalho. O evento ocorreu terça-feira, no auditório do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes da UFRN, convocado pelo Instituto Filipe Camarão, entidade de extrema-direta fundada em 2017. A PM foi enviada ao local após solicitação da Corregedoria da Polícia Federal e nenhuma das duas instituições comunicou o fato à Reitoria. A exibição do filme ocorreu sem qualquer incidente.

Em entrevista à agência Saiba Mais na manhã desta quinta-feira (16), no gabinete da Reitoria, Ângela Paiva classificou como “gravíssimo” o fato, que mereceu uma nota pública assinada em conjunto pela reitora e mais 28 diretores de Centro destacando que a autonomia universitária foi ferida no episódio.

Questionada se pediria uma a resposta pública da Polícia Federal sobre a polêmica, a reitora afirmou que iria se reunir ainda nesta quinta-feira com o superintendente da PF e representantes do Ministério Público Federal, e esperava chegar a um entendimento.

 

Leia mais…

Publicado por: Chico Gregorio


16/11/2017
10:44

A defesa ferrenha da reforma trabalhista pelo dono do grupo Riachuelo Flávio Rocha tem várias razões. Uma delas é a quantidade de denúncias ajuizadas no Ministério Público pelos trabalhadores da Guararapes Confecções S/A, ramo têxtil que fabrica as roupas vendidas pelas lojas Riachuelo. Dados da Procuradoria Geral do Trabalho solicitados pela agência Saiba Mais apontam a Guararapes como a 6ª empresa do setor têxtil mais denunciada por trabalhadores junto ao MPT. Somadas, as denúncias em andamento das 10 maiores têxteis brasileiras chegam a 599 procedimentos. Porém, nem todas as denúncias são encaminhadas diretamente ao Ministério Público do Trabalho. A maioria, aliás, é levada diretamente à Justiça pelas trabalhadores

O portal da transparência do Tribunal Regional do Trabalho da 21ª região revela que até o mês passado a Guararapes respondia direta ou indiretamente por 2.307 ações na Justiça. Os trabalhadores cobram direitos descumpridos pela empresa que vão desde más condições de trabalho, adoecimento e carga horária excessiva, além de queixas quanto a remuneração e rescisões contratuais.

Nas denúncias encaminhadas ao Ministério Público do Trabalho, somente a Guararapes responde a 126 procedimentos, dos quais 85 continuam sendo investigados nas procuradorias regionais do Trabalho na 21ª e na 7ª regiões. O MPT também ajuizou seis ações civis contra a empresa. Dessas, 3 seguem em andamento. Outras 12 investigações estão em curso, assim como existem 5 Termos de Ajustamento de Conduta (TACs) sendo acompanhados pelo Ministério Público, ou seja, nesses casos a empresa já reconheceu o erro e se comprometeu a se adequar.

A agência Saiba Mais revelou em outubro que o Grupo que controla as lojas Riachuelo, a Midway Financeira e a Guararapes Confecções SA reservou no segundo trimestre deste ano mais de R$ 62 milhões para pagar indenizações de processos que as Empresas já esperam perder na Justiça. Os dados são públicos e estão disponíveis no balancete da empresa divulgado em julho. Desse montante, R$ 32,6 milhões estão provisionados no balanço para pagamento de ações trabalhistas. O restante será usado para honrar indenizações determinadas pela Justiça na área cível.

Contra a Guararapes Confecções S/A pesam mais denúncias no MPT do que contra outras gigantes do setor, como a Hering, a Grendene, a Tavex e a Arezzo. Acima da empresa potiguar estão Alpargatas, Beira Rio, Coteminas, Vulcabrás/Azaleia e Vicunha.

A campeã de denúncias é a Alpargatas, com 233 procedimentos, 10 ações civis públicas, 18 investigações em andamento e 13 TACs sendo acompanhados.

 

Leia mais…

Publicado por: Chico Gregorio


16/11/2017
10:39

 

A senadora Fátima Bezerra (PT) pede que ação da Polícia Militar, ocorrida nessa terça-feira, no campus da Universidade Federal do Rio Grande do Norte seja apurada minuciosamente pelas autoridades competentes. Segundo ela, não se pode aceitar que setores, ainda mais no âmbito da comunidade acadêmica, venham a ferir sua autonomia. Leia a Nota:

NOTA

Quero me associar à nota postada pela Associação dos Docentes da UFRN (Adurn) – link http://www.adurn.org.br/…/em-nota-adurn-sindicato-repudia-a… – sobre o lamentável ocorrido de ontem. É inconcebível que um ato autoritário e de extrema gravidade como este ocorra no âmbito de uma Universidade como a UFRN.

O poder de polícia foi acionado, não se sabe por quem, sem a autorização da reitoria, para supostamente proteger a exibição de um filme no auditório do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA). Isso fere a soberania da instituição.

Não questiono a livre manifestação ideológica. A Universidade é o espaço para o pluralismo de ideias. Mas não podemos aceitar que setores, ainda mais no âmbito da comunidade acadêmica, venham a ferir sua autonomia. É nosso dever defendê-la.

Esse episódio precisa ser apurado com o rigor da lei e os esclarecimentos devem ser devidamente prestados não só à UFRN, mas à própria sociedade.

Em nota, ADURN-Sindicato repudia ameaça à autonomia da UFRN

 

Leia mais…

Publicado por: Chico Gregorio