03/10/2018
09:01

O Instituto Consult mediu o humor dos potiguares em relação ao governo Robinson Faria e encontrou uma desaprovação de 72,47% e 15,24% de aprovação.

Já 12,29% não souberam responder.

Publicado por: Chico Gregorio


03/10/2018
08:04

Publicado por: Chico Gregorio


03/10/2018
07:49

São Paulo – O Partido dos Trabalhadores (PT) ainda é o preferido dos eleitores brasileiros, mesmo depois da prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Segundo o Datafolha, divulgado nesta terça-feira (24), 20% dos entrevistados têm simpatia pelo partido, contra 19% em janeiro.

O PT tem três vezes mais apoiadores do que o segundo colocado, o MDB, que foi citado por 4%; em seguida, aparecem PSDB, com 3% da preferência, e PDT e PSOL, com 1% cada um.

No entanto, a grande maioria dos entrevistados disse não ter preferência por nenhuma sigla: 62% nesta pesquisa. Em janeiro, 64% deram a mesma resposta.

Publicado por: Chico Gregorio


03/10/2018
07:37

Se Fernando Haddad for eleito, poderá ter maior facilidade para aprovar emendas constitucionais, na previsão de Queiroz. Além de poder contar com todos os votos do PT (maior bancada da Câmara) e da esquerda, poderá arregimentar apoio do Centrão e do MDB,  explica Antonio Augusto de Queiroz, diretor de planejamento do Diap

Pela projeção da Arko Advice, Haddad teria maior abertura para compor alianças. A base governista poderia contemplar partidos de esquerda e do centro, como PT, PCdoB, Pros, PSB, PDT, PP, PR, PSD, PRB, PTB, SD, Podemos e PPL. Na Câmara, isso corresponderia a algo entre 295 e 365 deputados. Já no Senado, o apoio poderia variar de 29 a 54.

A oposição seria integrada por PSDB, DEM, PSL, PPS, PSC, Novo, PRTB, PRP e DC — esse grupo pode fazer uma bancada de 120 a 165 deputados. No Senado, tem chance de ficar entre 10 e 29 senadores. Se o petista vencer as eleições, a expectativa é de que fiquem independentes na Câmara MDB, PSol, PHS, Rede, PV, Avante, Patriota e PTC. No Senado, a bancada correspondente ficaria entre 16 e 26 parlamentares.

Mínimo de votos

Em 2017, o Congresso promulgou a Emenda Constitucional 97, que estabelece que os partidos precisarão atingir um mínimo de votos para receber recursos do fundo partidário e ter acesso ao horário eleitoral gratuito. Inicialmente, esse limite será de 1,5% dos votos totais para deputado federal ou a eleição de, no mínimo, nove deputados federais, cada um representando um estado diferente.

Via PB Agora .

Publicado por: Chico Gregorio


03/10/2018
07:28

 

Untitled2 - COMPRA DE VOTOS? Polícia encontra mais de R$ 1 milhão em malas dentro de táxi

Em menos de 24 horas, essa foi a segunda apreensão de uma quantia alta em dinheiro. Nesta segunda-feira (1º), a Polícia Civil encontrou R$ 500 mil com Luís Olinto, irmão de deputado estadual Olyntho Neto (PSDB), em Araguaína. Ele e o sargento da Polícia Militar Edilson Ferreira estavam num carro alugado pela Assembleia Legislativa.

Em um vídeo gravado durante depoimento na Polícia Civil, Luis Olinto disse que o meio milhão era da vó. “Estava na conta da minha vó. Minha vó recebeu, inclusive de herança, meu avô faleceu. Tem os comprovantes todos aqui. Eu iria comprar gado. Eu tinha os intermediários, que são os compradores de gado, mas não sei falar quem são”, disse ele.

Em nota, a assessoria do deputado disse que o irmão dele é advogado e exerce atividades independentes da campanha de Olyntho Neto.

A prisão foi realizada pela Polícia Civil. O delegado Bruno Boaventura informou que uma equipe da cidade recebeu denúncia de extorsão e por isso foi ao banco. A equipe fez um acompanhamento tático do veículo por cerca de três quarteirões até que os policiais fizeram a abordagem.

A Polícia Civil percebeu indícios de crime eleitoral e por isso encaminhou o caso para a Polícia Federal. Eles foram ouvidos pelo delegado Tarcísio Júnior na sede da PF e depois liberados para responder em liberdade.

O G1 entrou em contato com a Polícia Militar nesta segunda-feira e aguarda um posicionamento sobre o caso. A equipe de reportagem da TV Anhanguera tentou falar com Luís Olinto Rotoli na saída da PF, mas ele não quis gravar entrevista.

Nota na íntegra: O deputado Estadual e candidato à reeleição Olyntho, está neste momento cumprindo intensa agenda de campanha no interior do Estado. O deputado esclarece que o Sr. Luiz, é empresário, advogado e que todas as atividades que exerce são independentes e têm origem lícita, e não possuem vínculo algum com a campanha eleitoral. Qualquer fato referente ao irmão do deputado será esclarecido pelo mesmo.



Fonte: G1

Publicado por: Chico Gregorio


03/10/2018
07:21

Resultado de imagem para fotos do general mourão com temerO general da reserva Hamilton Mourão, candidato a vice-presidente na chapa de extrema-direita liderada por Jair Bolsonaro, voltou a criticar décimo-terceiro salário dos trabalhadores nesta terça-feira (2).

“O 13º eu simplesmente disse que tem que ter planejamento, entendimento de que é um custo. Na realidade, se você for olhar, seu empregador te paga 1/12 a menos [por mês]. No final do ano, ele te devolve esse salário. E o governo, o que faz? Aumenta o imposto para pagar o meu. No final das contas, todos saímos prejudicados”, disse Mourão a jornalistas no aeroporto de Congonhas, em São Paulo.

Durante palestra no Rio Grande do Sul há uma semana, Mourão chamou o 13º de “jabuticaba brasileira”, uma “mochila nas costas dos empresários” e “uma visão social com o chapéu dos outros”. A declaração provocou uma crise na chapa conservadora e Mourão chegou a ser repreendido publicamente por Bolsonaro. A campanha havia anunciado inclusive que o general não iria mais cumprir agenda de campanha até o final do primeiro turno das eleições.

Nesta terça-feira, Mourão disse que a única possibilidade de mexer no 13º salário seria um “amplo acordo nacional para aumentar os salários”. “Se você recebesse seu salário condignamente, você economizaria e teria mais no final do ano. Essa é minha visão. Não pode acabar [o 13º]. O que eu mostrei é que tem que haver planejamento. Você vê empresa que fecha porque não tem como pagar. O governo tem que aumentar imposto, e agora já chegou no limite e não pode aumentar mais nem emitir títulos. Uma situação complicada”, afirmou.

Brasil 247

Publicado por: Chico Gregorio


03/10/2018
07:12

Divulgação / prefeitura São Gonçalo

Monumento dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu receberá missas e apresentações musicais durante o dia

A cidade de São Gonçalo de Amarante comemora nesta quarta-feira, 3, a festa dos Santos Mártires de Cunhaú e Uruaçu, padroeiros do Rio Grande do Norte, Protomártires do Brasil. Será a primeira solenidade após a canonização, que aconteceu em 15 de outubro de 2017, no Vaticano.

No monumento dos mártires, em Uruaçu, em São Gonçalo do Amarante, a programação será iniciada com a “Caminhada da Aurora”, às 4h, a partir da Igreja Matriz de Macaíba. Outra caminhada sairá às 5h da Igreja Matriz de São Gonçalo do Amarante. O destino de ambas é o Monumento dos Mártires.

O Monumento dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu terá quatro missas durante o período da manhã – às 7h, às 9h, às 10h e às 12 horas.

A partir das 13h30, acontecerá show com cantores religiosos Fátima Santos, padre Assis Melo e Banda Alfa e Ômega e padre Antônio Nunes e Banda.

O encerramento da solenidade acontece às 17h com a missa solene presidida pelo arcebispo metropolitano, dom Jaime Vieira Rocha.

Veja a programação completa:

03/10 – Quarta-feira (Santuário – Nazaré)

9h – Missa solene (presidida pelo arcebispo metropolitano, Dom Jaime Vieira)

03/10 – Quarta-feira (monumento de Uruaçu)

05h – Caminha da Aurora – saindo da matriz de São Gonçalo até o monumento dos Santos Mártires com o Padre André Martins

04h – Caminhada da Aurora saindo da matriz de Nossa Senhora da Conceição de Macaíba com o Padre Francisco Assis de Melo

7h – Missa (presidida pelo padre André Martins)

9h – Missa – comunidade de Uruaçu (presidida por Pe. Valberto Messias)

10h – Missa – presidida por Pe. Antônio Roberto de Lima

Confissões: das 10h às 14h

12h – Missa (presidida por Pe. Antônio Murilo de Paiva e a bênção do Santíssimo Sacramento)

13h30 – Show com Fátima Santos

14h30 – Show com Pe. Assis e Banda Alfa e Ômega

15h30 – Show com Pe. Nunes e Banda

17h – Missa solene (presidida pelo arcebispo metropolitano, Dom Jaime Vieira).

Via Agora RN

Publicado por: Chico Gregorio


03/10/2018
07:09

Parlamentar é acusado pelo MPRN por ter supostamente recebido R$ 300 mil em 2009 para influenciar deputados a favor da aprovação de um projeto de inspeção veicular.

José Aldenir / Agora RN
Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte

O presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, Ezequiel Ferreira (PSDB), se tornou réu no Supremo Tribunal Federal (STF), na tarde desta terça-feira, 2. Ele é acusado de corrupção passiva pelo Ministério Público do RN, por ter supostamente recebido R$ 300 mil em 2009 para influenciar os deputados da Casa a favor da aprovação de um projeto de inspeção veicular e manutenção de veículo usados no RN.

A decisão de aceitar a denúncia do MP foi da Primeira Turma do STF. Relator do processo, o ministro Luiz Fux votou a favor da aceitação da acusação, assim como Marco Aurélio Mello, Rosa Webber e Luís Roberto Barroso (o ministro e presidente da Turma, Alexandre de Moraes, esteve ausente no julgamento).

O caso foi levado ao STF porque os desembargadores do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) – foro ideal para julgamento – se declararam impedidos para julgar a ação.

Agora, uma ação penal será aberta e o presidente da Assembleia terá de responder na condição de réu, muito embora isso não signifique que o Supremo considera o parlamentar culpado. Para Luiz Fux, contudo, há elementos documentais que justifiquem a sequência das investigações.

“Sobretudo no que se refere a efetiva percepção de vantagem indevida pelo denunciado tendo em vista a existência de extratos bancários que sinalizam a sinalização de pagamentos”, avaliou Fux.

Publicado por: Chico Gregorio


03/10/2018
07:05

.O Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP) é o órgão de assessoria parlamentar  fez uma previsão para a eleição para deputado federal nas eleições de 7 de outubro, com possibilidade de eleição por coligações para a Câmara Federal. Veja quandro abaixo:

Publicado por: Chico Gregorio


03/10/2018
06:53

 

O Ministério Público do Trabalho de Santa Catarina (MPT-SC) entrou, nesta terça-feira (2), com ação contra as lojas Havan e o seu dono, Luciano Hang, por imposição, coação ou direcionamento do voto dos empregados. Já o dono dos supermercados Condor, Pedro Joanir Zonta, firmou um acordo com o MPT-PR para evitar a ação pelo mesmo motivo. 

Leia mais

Publicado por: Chico Gregorio


02/10/2018
16:08

 

O capitão Styvenson Valentim (Rede) seria senador pelo Rio Grande do Norte se a eleição fosse hoje, indica pesquisa Consult. Ele tem 33% de intenções de voto.

A segunda vaga seria disputada entre Zenaide Maia (PHS) e Garibaldi Filho (MDB). Os dois estão empatados com 26,35% e 25,05%, respectivamente. Geraldo Melo (PSDB) aparece em terceiro lugar com 19,71%.

Depois deles, Antônio Jácome (7,70%), Magnólia Figueiredo (3%) e Alexandre Motta (2,35%) terminam a lista dos candidatos que pontuaram acima de um ponto percentual

Nulos e nenhum são 46% e 34,59% não souberam ou não quiseram responder. Apenas para este quesito, o total considerado é de 200%, mesmo método utilizado pelo Tribunal Regional Eleitoral ao computar a soma dos votos para a disputa pelo Senado.

A pesquisa foi realizada de entre os dias 26 e 29 de setembro, com 1.700 entrevistas, em todas as 12 regiões do Estado. Sua margem de erro é 2,3% e o intervalo de confiança de 95%, o que significa que a cada 100 resultados, 95 deles estarão dentro da margem de erro. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob os protocolos RN-06487/2018 e BR-05180/2018.

Via BG

Publicado por: Chico Gregorio


02/10/2018
16:00

A pesquisa do instituto Consult também quis saber dos entrevistados em quem eles vão votar para deputado estadual. Como esse levantamento ocorre de forma espontânea, ou seja, com o eleitor falando o primeiro nome que lhe vem à cabeça, sem acesso a uma lista, alguns nomes citados não são de candidatos ao cargo questionado ou sequer disputam o pleito desse ano.

Nesse levantamento,  o deputado Ezequiel Ferreira lidera com 2,53%. Ele é seguido pelo candidato à reeleição Tomba Farias que somou 2,12% das intenções de voto.

Continuando a lista, na casa do 1% estão: Nélter Queiroz com 1,65%; Getúlio Rego com 1,53%; Larissa Rosado, 1,41%; Raimundo Fernandes, 1,35%; Ivan Júnior, 1,29%; Teresinha Maia, 1,24%; empatados George Soares, Márcia Maia e Doutor Bernardo, todos os três com 1,06%; e Gorete Silveira com 1%.

Eles são seguidos por: Kelps Lima e Bispo Francisco de Assis, ambos com 0,94%; Nina Souza com 0,88%; Souza com 0,82%, Gustavo Fernandes, com 0,8% e Vivaldo Costa com 0,76%.

Com 0,65% estão: Albert Dickson, Kleber Rodrigues e Jorge do Rosário. Com 0,59% aparece Gustavo Carvalho.

Com 0,53%: Francisco do PT, Ubaldo Fernandes, Jacó Jácome, Cristianne Dantas e Delegado Peixoto.

Com 0,47%: Euderlinda, Eudiane Macedo, Alisson Bezerra e Galeno Torquato.

Com 0,41%: Adjuto Dias, Carlos Augusto e Professor Luis Carlos.

Com 0,35%: Hermano Morais, Elaine, Abidene e Isolda.

Com 0,29%: Fernando, Sando Pimentel, Ricardo Motta, Gustavo Costa e Tarcísio Júnior.

Com 0,24%: Coronel Azevedo, Getúlio Batista, Pastor Alex, Zé Dias e Gutemberg Dias.

Com 0,18%: Júnior Gratifh, Francisco, Klaus Araújo, Jojo Vaqueiro, Madá Calado, Eraldo Paiva e Genildon.

Com 0,12%: Petronilo Spinelli, Sargento Regina, Cícero Martins, João Cabral, Dagô do Forró, Narciso, Maurício Gurgel, George Câmara, Edílio Lobo, Doutor Daniel, Flavinho e Fátima Lapenda.

Com 0,6%: Cição, Dickson, Getúlio, Helena, Getúlio Pessoa, Priscilla Dantas, Xandão, Carla Dickson, Henrique, Cássia, Sérgio, Gesane Marinho, Dison Lisboa, Márcio Cavalcanti, Natália Bonavides, Joás, Bertone Marinho, Ceiça Lina, Erivan, Kátia Pires, Michael, Robério Paulino, Geraldinho, Solange, Geraldo Júnior, Anderson Alves, Lourival Ribeiro, Edna Menezes, Karla Veruska, Assis, Fernando Torres, Alex do Frango, Sandra Rosado, Mendes, Hilderaldo, Irmã Gigi, Sonete, Fátima Maia, Coronel Fernandes, Walter Alves, Eliabe, Fernando Antônio, Frankleberson, Fernando Bezerra, Artur, Renato Fernandes, Caramuru, Fátima Lima, Eucana Samuel, Mestre Raimundo, Edivaldo Leite, Álvaro Dias, Chagas Catarino, Siderleu, Coronel Fernandes, Rose Guerra, Cacilda e Elaine Neves, além de um voto de legenda no PSL e um no PT.

Publicado por: Chico Gregorio


02/10/2018
15:34

O candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, lidera entre os potiguares com 33,12%, indica levantamento estimulado da Consult.

O capitão Jair Bolsonaro, do PSL, é o segundo na preferência, com 22,94%. Depois dele, Ciro Gomes tem 13,53%.

Geraldo Alckmin (2,41%), Marina Silva (2,29%) e João Amoedo (1%) terminam a lista dos que pontuaram acima de um ponto percentual.

Nulos e nenhum são 13,88% e 9,59% não souberam ou não quiseram responder.

A pesquisa foi realizada de entre os dias 26 e 29 de setembro, com 1.700 entrevistas, em todas as 12 regiões do Estado. Sua margem de erro é 2,3% e o intervalo de confiança de 95%, o que significa que a cada 100 resultados, 95 deles estarão dentro da margem de erro. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob os protocolos RN-06487/2018 e BR-05180/2018.

Via Bg

Publicado por: Chico Gregorio


02/10/2018
15:31

O capitão Styvenson tem 16,5% das intenções de votos segundo levantamento espontâneo da Consult.

Zenaide Maia (13,3), Garibaldi Filho (10,5%), Geraldo Melo (8,8%) e Jácome (2,6%) são outros citados.

Nulos e nenhum são 16,8% e 41,1% não souberam ou não quiseram responder.

Nesse quesito os nomes dos candidatos não são apresentados, e o entrevistado pode citar até dois nomes que lhe venham à cabeça. Por ser questão de múltipla resposta, o percentual considerado não é 100%.

A pesquisa foi realizada de entre os dias 26 e 29 de setembro, com 1.700 entrevistas, em todas as 12 regiões do Estado. Sua margem de erro é 2,3% e o intervalo de confiança de 95%, o que significa que a cada 100 resultados, 95 deles estarão dentro da margem de erro. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob os protocolos RN-06487/2018 e BR-05180/2018.

Via BG.

Publicado por: Chico Gregorio


02/10/2018
15:27

A candidata do PT ao Governo do Estado é citada espontaneamente por 26,47% dos eleitores do Rio Grande do Norte, indica pesquisa Consult.

Depois dela, Carlos Eduardo Alve é o mais lembrado, com 16,41%. Robinson Faria tem 6,18% das citações. Já Breno Queiroga pontuou 1,47%. Os demais não pontuaram.

Nulos e nenhum são 18,12% e 30,53% não souberam ou não quiseram responder.

A pesquisa foi realizada de entre os dias 26 e 29 de setembro, com 1.700 entrevistas, em todas as 12 regiões do Estado. Sua margem de erro é 2,3% e o intervalo de confiança de 95%, o que significa que a cada 100 resultados, 95 deles estarão dentro da margem de erro. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob os protocolos RN-06487/2018 e BR-05180/2018.

Via BG

Publicado por: Chico Gregorio