16/02/2019
11:41

 

A deputada federal, Natália Bonavides, PT,  esteve reunida com os representantes da FETARN,  como os quais, Na ocasião, debateu  o conteúdo da Medida Provisória 871, que afeta diretamente os trabalhadores e as trabalhadoras do campo, o enfrentamento ao projeto de reforma que ameaça o direito à aposentadoria do povo trabalhador brasileiro e a construção da Marcha das Margaridas 2019.

A deputada petista, colocou seu mandato a disposição  da luta dos trabalhadores e trabalhadoras na agricultura. A FETARN será uma importante parceira na construção do nosso mandato.

A imagem pode conter: 14 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em péA imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas sentadas
A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas sentadasA imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas sentadas, sala de estar e área interna

Publicado por: Chico Gregorio


16/02/2019
11:33

As informações reveladas quinta-feira (14) pelo secretário de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, representam uma pequena parte da reforma que o governo pretende fazer na área previdenciária. Marinho, que foi deputado federal (PSDB-RN) na legislatura encerrada mês passado, anunciou duas decisões importantes tomadas pelo presidente Jair Bolsonaro: a opção em propor idade mínima de 65 anos para homens e 62 para mulheres e o estabelecimento de um prazo de 12 anos de  transição do atual para o novo regime de aposentadoria.

Mas há várias outras deliberações significativas já tomadas. No plano político, a principal delas é que será confiada aos presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), a condução do processo. Senhores de respeitáveis maiorias em suas respectivas casas, eles definirão os trâmites a seguir e o calendário de votação. “Eles montaram bem as comissões, mostraram que têm liderança e vão nos ajudar a aprovar”, diz uma fonte do governo.

No conteúdo, está acertado que será proposta a elevação da alíquota de contribuição previdenciária paga pelos servidores públicos, hoje fixada em 11% da remuneração bruta. A ideia é passar para 14%, o que vai melhorar a vida principalmente dos estados, todos atualmente às voltas com gastos com inativos insuportáveis.

Outro ponto pacificado é que vai aumentar o tempo mínimo de contribuição exigido dos militares como pré-condição para passarem à reserva. Ele deve passar de 30 para 35 anos. O tema militar é dos mais controversos na definição dos detalhes finais da proposta. Discute-se a possibilidade de incluir a exigência de idade mínima dos militares, até agora sem consenso.

Durante as mais de três horas de reunião no Palácio da Alvorada entre Bolsonaro e os ministros Paulo Guedes (Economia) e Onyx Lorenzoni (Casa Civil), na quinta, discutiu-se a alternativa de sugerir idade mínima de 55 anos para os militares – ou seja, dez a menos do que o proposto aos civis. Especialistas não aprovam a diferença, que pode ser percebida como um inaceitável privilégio e atrapalhar politicamente a aprovação da proposta. Se não for possível estender aos militares a idade mínima instituída para os demais segmentos da sociedade, ponderam alguns, é melhor não botar idade mínima nenhuma para as Forças Armadas.

Publicado por: Chico Gregorio


16/02/2019
11:27

“O que mais me impressiona é a ousadia de estar no semiárido nordestino e ter uma produção pujante como essa”, declarou a governadora Fátima Bezerra ao visitar a Fazenda Norfruit, na tarde desta sexta-feira (15), a convite da diretoria da Coopy Frutas (Cooperativa dos Fruticultores da Bacia Potiguar), em Mossoró. Os números da produção de melão e melancia das…

Publicado por: Chico Gregorio


16/02/2019
11:20

Projeto Seridó 1

O engenheiro Rômulo Macedo subiu a rampa da governadoria para apresentar à governadora Fátima Bezerra e equipe, o Projeto Seridó. O ex-secretário de Recursos Hídricos, responsável pela implantação de mil quilômetros de adutora em solo potiguar no governo Garibaldi Filho, é um dos projetistas do sistema. Rômulo também fez exposição sobre a viabilidade técnica econômica financeira e ambiental da barragem Nova Dinamarca, em Serra Negra do Norte.

Projeto Seridó 2

O projeto Seridó vai garantir o consumo humano e sistema produtivo na região usando água da própria região.  De acordo com Macedo, a Transposição de Águas do São Francisco é a garantia de que ocorrendo de novo uma situação de secagem dos reservatórios da região – “o que é muito difícil se houver uma boa gestão” – a falta de água para esses usos jamais ocorrerá nos próximos 70 anos.

Projeto Seridó 3

Na explanação de Macedo também foi mostrada a operação de toda a infraestrutura hidráulica do Seridó,  a partir de uma central instalada em uma das cidades da região: Caicó, por exemplo.

Depois de concebido, a  região será a primeira no nordeste ligada ao PISF – Projeto de Integração do Rio São Francisco com as Bacias do Nordeste Setentrional –  com esse sistema.

Via Rosalie Arruda.

 

Publicado por: Chico Gregorio


16/02/2019
11:17

Resultado de imagem para fotos da barragem de oiticica rnA partir de agora, as obras do Complexo de Oiticica terão um ritmo mais acelerado. Isso se deve ao fato de o Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) ter feito pagamento, na manhã de ontem (14), da ordem R$ 13 milhões, às empresas que atuam na construção do Complexo. O débito pago foi referente às medições e serviços de outubro, novembro e dezembro de 2018.

Os recursos integram os R$ 101 milhões que estavam empenhados, advindos de emendas impositivas da bancada federal. “Com muito esforço e integração com a Secretaria de Planejamento (Seplan), conseguimos sanar os entraves burocráticos para esse pagamento. As construtoras assumiram compromisso de dar um novo ritmo as obras, daqui a dois meses já vamos perceber a diferença, principalmente na Nova Barra de Santana” afirma o secretário João Maria Cavalcanti. Ele destaca ainda que já está em contado com o Dnocs, órgão interveniente do convênio, para a liberação do restante das verbas que somam os 101 milhões de reais.

As obras da parede da barragem já se encontram com um percentual de execução de 70% e da Nova Barra de Santana, construída para abrigar os moradores do distrito que será alagado pela construção do reservatório, atualmente com percentual de execução de 56%. A obra está sendo realizada pelo Consórcio EIT/ENCALSO, sob a supervisão da KL serviços de Engenharia S/A. A cargo do Consórcio Solo Penascal está a construção da Nova Barra de Santana.

fonte:governo do RN

Publicado por: Chico Gregorio


16/02/2019
10:14

O presidente Jair Bolsonaro ofereceu na noite desta sexta-feira ao ministro Gustavo Bebianno um cargo que ele não poderia ocupar ao deixar a Secretaria-Geral da Presidência. Bolsonaro chegou a mencionar que Bebianno poderia ocupar uma diretoria de estatal. A função, segundo a Lei das Estatais, não pode ser ocupada por quem ocupou cargo de diretoria em partido político. Bebianno foi presidente do PSL entre janeiro e outubro de 2019 e vai deixar o cargo de ministro .

A regra está estabelecida na Lei 13.303, de 2016, que dispõe sobre o estatuo jurídico de empresa pública, da sociedade de economia mista e de suas subsidiárias, no âmbito da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios.

Segundo o texto, é vedada a indicação para o conselho de administração e diretoria “de pessoa que atuou, nos últimos 36 (trinta e seis) meses, como participante de estrutura decisória de partido político ou em trabalho vinculado a organização, estruturação e realização de campanha eleitoral.”

Admirador de Bolsonaro, o advogado Bebianno se aproximou do então deputado federal e se tornou um dos principais articuladores de sua campanha. Foi ele que fez o presidente a trocar o Patriota pelo PSL para viabilizar a candidatura. No acordo com o deputado federal, Luciano Bivar, mandatário da legenda, Bebianno assumiu a presidência do PSL interinamente. No dia seguinte à vitória de Bolsonaro, o ainda ministro devolveu o comando da legenda a Bivar.

Bebianno enfrenta um processo de desgaste provocado por denúncias envolvendo justamente supostas irregularidades na sua gestão à frente do caixa eleitoral do PSL, partido dele e de Bolsonaro.

A crise foi amplificada pelo vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente, que foi às redes sociais dizer que Bebianno mentiu ao falar ao GLOBO que havia conversado três vezes com o presidente na última terça-feira. A declaração foi dada para negar que ele não estava protagonizando a crise.

Após uma semana de turbulência, a  permanência de Bebianno no governo tinha sido costurada pelo ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, que chegou a dizer ao colega de Palácio de Planalto que ele estava garantido no cargo.  Bolsonaro não ficou satisfeito e queria rebaixar o auxiliar de posto, o que não foi aceito por Bebianno. O ministro teria dito que a oferta era uma demonstração de “ingratidão”.

O GLOBO

Publicado por: Chico Gregorio


16/02/2019
10:10

Fernando Henrique Cardoso se manifestou nesta sexta-feira (15) sobre a nova crise estabelecida no governo Jair Bolsonaro, essa envolvendo o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno.

Em sua conta no Twitter, o ex-presidente da República disse que é comum a desordem no início de governo, mas que a gestão Bolsonaro está “abusando”. O tucano criticou ainda a participação de familiares nos assuntos governamentais.

“Início de governo é desordenado. O atual está abusando. Não dá para familiares porem lenha na fogueira. Problemas sempre há, de sobra. O Presidente, a família, os amigos e aliados que os atenuem, sem soprar nas brasas. O fogo depois atinge a todos, afeta o país. É tudo a evitar”, escreveu FHC.

NOTÍCIAS AO MINUTO

Publicado por: Chico Gregorio


16/02/2019
10:07

A senadora Zenaide Maia cumpriu agenda em Mossoró, nesta quinta-feira (15), acompanhada da governadora Fátima Bezerra e sua comitiva. A programação contou com visitas em fazendas produtoras de frutas, reunião com reitores da UERN e UFERSA, além de encontro e jantar com a ministra da Agricultura Teresa Cristina Correia.

A programação teve início com a visitação na Agrícola Famosa, onde a comitiva almoçou com o fruticultor, Luiz Roberto Barcelos, diretor-presidente do Coex. Em seguida, a convite da diretoria da Coopy Frutas (Cooperativa dos Fruticultores da Bacia Potiguar), todos visitaram as instalações da empresa, conversaram com funcionários e empresários.

A área produtiva das fazendas Norfruit, Dinamarca, Fruta Vida, Agrícola Bom Jesus e Agrícola Jardim, cujos proprietários são antigos funcionários da extinta Fazenda Maísa, totaliza 1.700 hectares e representa 10% da produção de melões e melancias de Mossoró. Tanto a produção quanto o beneficiamento seguem normas internacionais de certificação, e as frutas passam por rigorosa análise de resíduos tóxicos. A cooperativa integra o Coex (Comitê Executivo da Fruticultura do RN), e gera 1.700 empregos formais, além de compor uma grande cadeia produtiva que gera vagas no mercado de trabalho, de forma indireta.

Para finalizar a agenda da tarde, a senadora participou de reunião com reitores da UERN, Pedro Fernandes, e da UFERSA, José Arimatea Matos. Presentes, a senadora Zenaide Maia, a deputada estadual Isolda Dantas e o secretário do Desenvolvimento Econômico, Jaime Calado.

No início da noite, Zenaide Maia participou do Seminário com a ministra da Agricultura, Teresa Cristina Corrêa, na sede da Agrícola Famosa.

Publicado por: Chico Gregorio


16/02/2019
10:00

Rio Farinha amanhece em cheia

Rio Farinha na manhã deste sábado, 16.

Na tarde e noite desta sexta-feira, 15, choveu forte em Passagem, Cacimba de Areia e outros municípios percorridos pelo Rio Farinha, importante rio da região, que leva água para a Barragem da Farinha, que é um dos mananciais que abastecem Patos.

Em Cacaimba de Areia choveu das 17h30min às 19 horas, e mais tarde voltou a chover forte novamente, gerando alagamentos pela cidade e entrando água nas residências. Veja aqui: Ruas ficam alagadas, água entra nas casas e moradores cobram uma solução do poder público, em Cacimba de Areia.

Na manhã deste sábado o Rio Farinha amanheceu em cheia, levando recarga para a Barragem da Farinha.

Os índices oficiais das chuvas nessas localidades ainda não foram divulgados.

Veja o vídeo:

Folha Patoense 

Publicado por: Chico Gregorio


16/02/2019
09:56

Açude do Jatobá, que estava totalmente seco, amanhece pegando água

Açude do Jatobá na manhã deste sábado, 16. (Foto: Adevânio Torres)

Na noite desta sexta-feira, 15, e madrugada deste sábado, 16, choveu forte na cidade de Patos. Foi a melhor chuva dos últimos tempos no município.

O pluviômetro instalado na Praça Edivaldo Motta pelo empresário Renê Fontes registrou 55 mm.

O pluviômetro da Folha Patoense, instalado no Bairro do Salgadinho, registrou 70 mm.

O pluviômetro do engenheiro florestal Rildo Alencar, instalado no bairro Jardim de Espanha, zona oeste de Patos, registrou 80 mm.

No Sítio Conceição de Baixo choveu 70 mm.

No Sítio Vaca Morta, no Jatobá, saída para São José do Bonfim, choveu 101 mm; no Sítio Mares, em São José do Bonfim, choveu 80 mm; e no Sítio Malhada Grande, também em São José do Bonfim, choveu 82 mm; e o Açude do Jatobá, importante manancial que abastece Patos, e que estava totalmente seco, amanhece pegando recarga.

Em Cacimba de Areia, segundo uma informação extraoficial, choveu 130 mm. O Rio Farinha, que percorre o município, amanheceu em cheia. Choveu forte também em Teixeira, Matureia, Santa Terezinha (131,5 mm) e outros municípios da Região Metropolitana de Patos.

Folha Patoense 

Foto: Adevânio Torres

Publicado por: Chico Gregorio


16/02/2019
09:54

Via Esmael Morias.

A piscadela de Gustavo Bebianno para a Globo e Folha, veículos considerados inimigos pelo governo, foi o pretexto usado para o presidente Jair Bolsonaro (PSL) defenestrar o ministro da Secretaria-Geral.  

Leia mais

Publicado por: Chico Gregorio


16/02/2019
09:50

Dilúvio em Sousa: 170 mm

Veja abaixo alguns índices das chuvas na região divulgados pela Empresa Paraibana de Pesquisa, Extensão Rural e Regularização Fundiária (Empaer) , pela Cagepa, pelo DNOCS e outros por colaboradores do Portal Folha Patoense.

Em Cacimba de Areia choveu 102 mm.

Em Patos a chuva chegou a 80 mm na zona oeste da cidade. No centro choveu 55 mm.

Em Matureia o pluviômetro do Casarão do Jabre registrou 70 mm.

Em Malta choveu 80 mm.

Em Coremas choveu 12,4 mm.

Em Cajazeirinhas choveu 27,5 mm.

Em São Domingos choveu 59,3 mm.

Em Cajazeiras choveu 120 mm.

Em Mãe D’água choveu 45 mm.

E choveu forte em muitos outros municípios, levando recarga para os açudes da região, mas a maior de todas foi na cidade de Sousa: 170, 4 mm, segundo informações da Empaer. A chuva provocou alagamentos por toda a cidade.

Fotos: Diário do Sertão

Publicado por: Chico Gregorio


16/02/2019
09:47

Santa Terezinha-PB registra a maior chuva do ano: 131.5mm

A chuva em Santa Terezinha-PB, teve três momentos nessa sexta-feira, 15. Começou por volta das 14h30, a menor; a média 18h e também outra, essa maior, às 22h.

Segundo a Empresa Paraibana de Pesquisa, Extensão Rural e Regularização Fundiária (EMPAER) choveu 131,5 mm na cidade. Já na região da Barragem de Capoeira choveu 43 mm.

Na Comunidade, Cacimbas, na Fazenda Nossa Senhora de Lourdes, em Catingueira choveu 100 mm.

Blog do Jordan Bezerra 

Publicado por: Chico Gregorio


16/02/2019
09:46

Via Esmael Morias.

O ator Wagner Moura dirigiu a cinebiografia de Carlos Marighella, que fez sua estréia nesta semana no festival de Berlim. Moura posou com a equipe carregando uma placa em homenagem a Marielle Franco. 

Leia mais

Publicado por: Chico Gregorio


15/02/2019
12:59

Valter Campanato/Agência Brasil

247- A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, defendeu uma “revolução cultural” no combate à violência contra a mulher no Brasil e aconselhou os pais de meninas a deixarem o país em função dos altos índices de violências e abusos sexuais; “Recebemos uma pesquisa que diz que o Brasil é o pior lugar da América do Sul para criar meninas. Vejam só: se eu tivesse que dar um conselho para quem é pai de menina, mãe de menina? Foge do Brasil! Você está no pior país da América do Sul para criar meninas”, disse

Publicado por: Chico Gregorio