14/09/2015
16:03

O Governo Federal, por meio da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), aprovou a liberação de recursos na ordem de R$ 526 mil, que corresponde a 20% da primeira etapa da ampliação do sistema de esgotamento sanitário do município de São Rafael, orçado em R$ 4.634.624,30.
A senadora Fátima Bezerra ressaltou a sensibilidade do governo em atender a uma demanda de extrema importância tendo em vista que a cidade se situa as margens da Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, que abastece 31 cidades e diversas comunidades rurais. “A ampliação do sistema de esgotamento sanitário de São Rafael, que está assegurada no PAC, vai contribuir para evitar a poluição do Manancial Assú-Piranhas e alcançar melhorias na qualidade de vida e nos níveis de saúde pública da população”, disse.
Nesta etapa, de acordo com o projeto, será implantada Rede Coletora, estação elevatória e ligações prediais de cerca de 400 (Quatrocentos) domicílios. As lagoas de tratamento existentes em operação com essas implantações vão atender o sistema de esgotamento sanitário até 2034

Publicado por: Chico Gregorio


14/09/2015
15:58

Por Cecília Oliveira –  ASCOM e-Tec/EAJ/UFRN

A Escola Agrícola de Jundiaí, Unidade Acadêmica de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), por meio da Coordenação Geral do e-Tec/EAJ/UFRN está com inscrições abertas para o Edital Nº 14/2015 para a contratação de profissionais que atuarão no e-Tec EAJ/UFRN na oferta de cursos técnicos na oferta de cursos na modalidade a distância – EaD  custeado com recursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

As inscrições gratuitas podem ser realizadas até o dia 21 de setembro, no horário de 8 horas às 11 horas e de 14 horas às 16 horas na Coordenação de Informática, localizada na Escola Agrícola de Jundiaí, RN-160, Km 03.

Para participar o candidato deverá apresentar, no ato da inscrição, o formulário de solicitação de inscrição presente no edital com as cópias dos seguintes documentos: documento de identidade com fotografia; cadastro de pessoa física (CPF); comprovante de residência recente; certificado de conclusão de curso superior, conforme os requisitos para inscrição de cada cargo; comprovante de experiência mínima de um ano no magistério, expedido por autoridade competente; além de Curriculum Vitae com documentos que comprovem as experiências profissionais. Não haverá cobrança de taxa de inscrição para participar do certame. Somente será admitida uma inscrição por candidato.

O processo seletivo destina-se ao provimento de três vagas de supervisor, três vagas para orientador e uma vaga para auxiliar administrativo.

A seleção será constituída em duas fases distintas: 1ª FASE: Análise do Curriculum Vitae com as respectivas comprovações, 2ª FASE: Entrevista com os candidatos que alcançarem a pontuação mínima de 6,0 (seis) pontos na 1ª. Fase. Os resultados de cada fase serão publicados no site da Escola Agrícola de Jundiaí (www.eaj.ufrn.br), no site do e-Tec/EAJ (www.etec.eaj.ufrn.br), e no site do PRONATEC/Escola Agrícola de Jundiaí (www.eaj.ufrn/pronatec). Mais informações: 33424816

Publicado por: Chico Gregorio


14/09/2015
15:50

AB – A Caixa Econômica Federal está cobrando na Justiça Federal o pagamento de taxas de serviços prestados aos ministérios das Cidades e da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

images
Caixa solicita pagamento de serviços prestados a ministérios

Segundo o banco, o processo – que tramita na Justiça desde 2014 – não se refere a atrasos no repasses de recursos do governo para pagamentos de benefícios, em análise no Tribunal de Contas da União (TCU).

Em julho, a Advocacia-Geral da União (AGU) entregou defesa do governo ao TCU a respeito do atraso no repasse de recursos para a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil referentes a despesas com programas do governo como o Minha Casa, Minha Vida, o Bolsa Família, o seguro-desemprego e o abono salarial, o que configuraria operação de crédito.

De acordo com a Caixa, a cobrança na Justiça refere-se a valores relativos a tarifas por prestação de serviço. O banco não informou o valor cobrado na Justiça. A Caixa disse ainda, por meio de nota, que o ajuizamento do processo foi realizado por imposição de prazos legais. Se não, diz a Caixa, o banco perderia o direito de receber os valores. “Trata-se de um procedimento adequado ao gestor público e usual entre entes do Governo”.

O Ministério das Cidades informou que já efetuou pagamento no valor de R$ 21,7 milhões à Caixa Econômica Federal. Segundo o ministério, a negociação com a Caixa foi feita por meio da Câmara de Conciliação e Arbitragem da Administração Federal, mas o processo foi arquivado, no final de 2014, devido a “prazos de pagamento não aceitos”. No entanto, o Ministério das Cidades já solicitou a reabertura da negociação por via administrativa.

Procurados pela Agência Brasil, o Ministério da Agricultura e a Advocacia-Geral da União (AGU), órgão que defende os dois ministérios na Justiça, ainda não se pronunciaram sobre o assunto.

Publicado por: Chico Gregorio


14/09/2015
15:46

Diário de Pernambuco – Sem revelar os números dos iPhones pré-encomendos, a Apple divulgou que o ritmo acelerado de vendas dos produtos lançados no dia 9 de setembro pode ultrapassar o recorde do ano passado. Em apenas um fim de semana a companhia comercializou 10 milhões de unidades dos iPhones 6. No período passado a empresa conseguiu 4 milhões de pedidos.

A Apple afirmou ainda que a demanda pelo iPhone 6S Plus chegou a exceder a expectativa de encomendas dos aparelhos que começaram a ser vendidos dia 25 de setembro Foto: Reprodução/ Apple.
A Apple afirmou ainda que a demanda pelo iPhone 6S Plus chegou a exceder a expectativa de encomendas dos aparelhos que começaram a ser vendidos dia 25 de setembro Foto: Reprodução/ Apple.

A Apple afirmou ainda que a demanda pelo iPhone 6S Plus chegou a exceder a expectativa de encomendas dos aparelhos que começaram a ser vendidos dia 25 de setembro. Entre as mudanças dos novos modelos estão melhorias nas câmeras e tecnologia de reconhecimento de pressão exercida sobre a tela.

Publicado por: Chico Gregorio


14/09/2015
15:44

Diário de Pernambuco – A oposição da presidente Dilma Rousseff (PT) garante que, pelo menos, 280 deputados federais já estariam a favor da abertura do processo de impeachment na Câmara dos Deputados. Para que o processo seja aberto e levado ao Senado são necessários, no mínimo, 342 votos dos atuais 513 deputados federais. Este levantamento foi realizado pela oposição, segundo comentou um parlamentar, assegurando que a saída da petista é “uma questão de tempo”. Em Pernambuco, o assunto ainda não é consenso entre os parlamentares.

download (1)
Oposição garante que 280 deputados estão a favor do impeachment

O deputado Augusto Coutinho (Solidariedade) é a favor da saída de Dilma Rousseff, mas, curiosamente, no início do mandato, defendia a permanência da petista. “O cenário mudou. A cada dia a questão política fica insustentável. Ela tem um envolvimento direto nas questões da Petrobras (Operação Lava-Jato), com dinheiro recebido para sua campanha. Além disso, há as comprovações das ‘pedaladas fiscais’. Dilma perdeu as condições de governar”, diz o deputado, que integra a bancada de oposição.

O pensamento de Coutinho é o mesmo de outros líderes pernambucanos, com destaque na oposição, como o líder do DEM, Mendonça Filho, e o líder das oposições, o deputado Bruno Araújo. O deputado do PMDB e ex-governador Jarbas Vasconcelos integra o grupo. Partidos como o PSB, que tem a maior bancada federal do estado, com 15 representantes dos 25 que Pernambuco tem direito, ainda não emitiu um parecer sobre a saída da presidente. Em conversa com o Diário, por telefone, o deputado federal Tadeu Alencar (PSB) disse que “o impeachment” não é uma bandeira do seu partido.

Publicado por: Chico Gregorio


14/09/2015
08:34

A senadora Fátima Bezerra se reunião com representantes do PT seridoense neste domingo em Serra Negra do Norte. Além do encontro, a senadora acompanhou a procissão da padroeira, Nossa Senhora do Ó.

Fátima foi recebida na residência do vereador Eraldo por uma comitiva composta pelo prefeito Allyson, vereadora Like e ex-prefeito Urbano. Ocasião em que recebeu, formalmente, o título de Cidadã Serranegrense

O prefeito de Parelhas, Chico do PT, e o vereador Messias, também fizeram parte do grupo.

Blog Thaisa Galvão.

Publicado por: Chico Gregorio


14/09/2015
08:26

Senador Cássio é impedido de concorrer ao prêmio Congresso em Foco
Aumenta a cada dia o número de parlamentares que respondem a ações penais e inquéritos criminais no Supremo Tribunal Federal (STF). Por conta disso o senador Cássio Cunha Lima (PSDB0, foi excluído pelo site Congresso em Foco, da relação dos políticos aptos a serem votados no Prêmio Congresso em Foco 2015. Na nova lista estão inclusos além do senador Cássio Cunha Lima, o deputado federal Rômulo Gouveia (PSD-PB).

Pelas regras do prêmio, não podem ser votados congressistas que respondam a inquérito ou ação penal no Supremo. “Poderão ser votados quaisquer parlamentares que exerçam ou tenham exercido o cargo de deputado(a) federal ou senador(a) na presente legislatura, iniciada em fevereiro de 2015, desde que não sejam acusados de práticas ilícitas em inquéritos ou ações penais em andamento no Supremo Tribunal Federal”, diz o regulamento.

As listas de parlamentares com pendências criminais foram publicadas originalmente na Revista Congresso em Foco, com base na situação existente no início de julho, e de lá para cá têm sido atualizadas no site. Desde a conclusão do levantamento para a revista, chegaram ao Supremo acusações de práticas ilícitas contra 11 deputados federais. Os casos incluem tanto novas denúncias feitas pelo Ministério Público Federal quanto processos antigos, que tramitavam na Justiça estadual e agora subiram para o Supremo, foro exclusivo para o julgamento de crimes cometidos por congressistas.

Por Bayeux. jovem.

Publicado por: Chico Gregorio


14/09/2015
08:19

 

s&p

Vivemos uma semana de debates acalorados em razão do rebaixamento da nota do Brasil, pela Standard & Poor’s, para país especulativo. Quanto ao tema, a melhor avaliação, no meu entender, está na coluna deste domingo do jornalista Jânio de Freitas, publicada em vários jornais: “Se a retirada do “selo de bom pagador” do Brasil por uma das três empresas privadas que ganham fortunas dando ou negando esses selos justifica a tragédia escandalosa feita aqui, por que a concessão do selo em 2008 não mereceu escândalo positivo?”

Simples não?! Mas com certeza o mercado escandaloso não tem resposta digna para esta questão. No momento, o que interessa é deixar ainda mais conturbado o cenário político e econômico brasileiro. Assim, voltam ao cenário as falas duras para o corte de despesas do governo, em especial os benefícios sociais. Para a maioria dessa gente, é um absurdo o país “gastar tanto” com benefícios e programas aos mais pobres. Temos de reduzir despesas; esse é o sacrifício exigido de todos nós pra resgatar o selo de bom pagador, diz o mantra.

Publicado por: Chico Gregorio


14/09/2015
08:08

Eduardo Cunha é um falastrão. Disse à imprensa que economizaria R$ 30 milhões com corte das horas extras dos funcionários da Câmara, mas prepara um trem da alegria de R$ 22 milhões – e que pode chegar a R$ 247 milhões.

Na última reunião da Mesa Diretora da Câmara, foi aprovada por consenso uma proposta que promove os agentes da Polícia Legislativa do nível médio para o nível superior. Daí surgiu a brilhante ideia de ampliar a benesse para todos os 3 mil servidores de nível técnico (ativos e inativos).

IMPEACHMENT

Vejam o que ele disse ao jornalista Fernando Rodrigues ao ser questionado sobre se colocaria em votação o pedido de impeachment de Dilma Rousseff.

“Não está no meu horizonte proferir decisão nesta semana. Ainda não decidi nada. Não tenho previsão de tomar qualquer decisão nesta semana. Mas se algum deputado apresentar uma questão de ordem, é preciso analisar o conteúdo e responder com cautela.”

Antagonista

Blog do BG:

Publicado por: Chico Gregorio


14/09/2015
08:06

Desde que o Partido dos Trabalhadores assumiu o comando do governo federal, o custo da folha de pessoal triplicou: em 2002, quando Lula venceu a eleição presidencial, o custo de todos os funcionários do governo era de R$ 75 bilhões por ano. Ao fim do segundo mandato de Lula, o custo já havia ultrapassado os R$ 183 bilhões. Com Dilma, o aumento acelerado continuou e os custos pularam para R$ 240 bilhões.

FHC contratou 19 mil servidores em 8 anos; Lula aumentou o quadro em 205 mil. Dilma, só no primeiro mandato, contratou 115 mil pessoas.

Em 2002, a máquina pagava, em média, R$ 40,4 mil/ano por cada servidor. Em 2014, Dilma paga R$ 110,4 mil em média a cada um.

O gasto com servidores da ativa passou de R$ 43 bilhões (2002) para R$ 144 bilhões no último ano. Aposentadorias e pensões levam o resto

Diário do Poder

Publicado por: Chico Gregorio


14/09/2015
08:01

 

Foto: Blog PM Jucurutu

 

Um taxista foi preso no final da tarde deste sábado, 12, por policiais militares e civis da cidade de Florânia-RN. A polícia recebeu uma informação de que duas adolescentes estariam dentro de um motel. Ao ser notificado da ocorrência, eles foram averiguar a situação.

Durante a abordagem, os policiais localizaram o veículo do suspeito, que estava estacionado em um dos apartamentos. Ao entrarem no quarto, a polícia encontrou duas adolescentes de 12 e 16 anos. O taxista Manoel de Medeiros Sobrinho, conhecido como “Deda de Tataião”, de 44 anos, foi preso em flagrante.

Segundo o Cabo Agenor, Comandante do Destacamento da PM de Florânia, o taxista, que alegou não saber que as duas meninas eram menores, confessou que pagou a elas a quantia de Cinquenta Reais pelo programa.

Publicado por: Chico Gregorio


14/09/2015
07:58

 

Com 34 mil habitantes, sendo que 60% residindo na zona rural, enfrentando crise hídrica em função da seca e financeira devido à crise nacional, o município de Apodi, na região Oeste do Rio Grande do Norte, é também vítima de gestores irresponsáveis que comprometeram, com seus atos, o futuro do município, deixando dívidas milionárias junto as instituições bancárias.

Esta semana o MOSSORO HOJE destacou a situação crítica tanto hídrica, quando financeira do município de Pau dos Ferros, que tem 28 mil habitantes e polariza outros 36 da região. Pau dos Ferros paga parcela mensal de R$ 125 mil de um débito deixado por gestores do passado no valor de R$ 11 milhões, referente a Precatórios no Tribunal Regional do Trabalho.

Esta semana, o prefeito Fabrício Torquato recebeu uma dívida R$ 20.439.257,60, oriundo de fraudes e sonegação no período de 2009 a 2011 pelo então prefeito Leonardo Rego, do DEM. O rombo no Instituto Nacional de Seguridade Social foi de R$ 9.697.412,50. Neste caso, a Legislação Brasileira prevê multa de R$ 8.526.351,01. Este cálculo é de junho de 2014.

Esta semana este cálculo foi refeito e a dívida já estava em R$ 20.439.257,60, o qual o atual prefeito Fabrício Torquato, diante da crise hídrica e financeira que assola o País, ainda não encontrou uma forma para pagar mesmo que parcelado. O fato é que quem está fazendo a cobrança é a Receita Federal, que se não pagar, ela bloqueia os recursos do FPM na fonte.

No caso do município de Apodi, o montante devido em função de atos irresponsáveis de gestores do passado junto ao Tribunal Regional do Trabalho (precatórios) é de R$ 5.555.00,00. Este valor foi parcelado no valor de R$ 157 mil por mês. Este débito dos precatórios junto ao TRT foi negociado em dezembro de 2013 já atual prefeito Flaviano Monteiro.

Já junto à Caixa Econômica Federal, a qual os ex gestores deixaram rombo de 3.938.202,36, o prefeito Flaviano Monteira e sua equipe técnica (secretário Marcos Campos, Pedro Junior, Klébia Karina e o procurador Tellys Jerônimo, conversaram com os diretores da Caixa em Recife e receberam a proposta de pagar a dívida parcelada em 60 prestações de R$ 65 mil.

O prefeito Flaviano Monteiro e sua equipe técnica, durante esta semana que vem vão estudar uma maneira de pagar o débito junto à Caixa. Disse que após fazer o levantamento financeiro do município, voltam a se reunir com os diretores da Caixa, desta vez em Natal, para buscar uma saída mais viável para pagar o débito deixado pelos ex gestores.

“Com esse entrave entre Caixa Econômica e TRT sobre o FGTS quem está perdendo é o município de Apodi que está irregular com o Governo Federal apesar de estar pagando mensalmente o débito. Ficou acertado uma nova reunião desta vez em Natal/RN com os representantes da Caixa Econômica, TRT e prefeitura no final de setembro para encontrar uma solução para o problema”, destaca o texto enviado pela Assessoria do prefeito de Apodi.

O prefeito Flaviano Monteiro disse: “estamos pagando uma conta milionária com débitos trabalhistas e FGTS mas a Caixa não reconhece, com isso Apodi está no prejuízo. A nossa gestão já pagou quase R$ 4 milhões de reais em precatórios, desse jeito fica difícil ser gestor no Brasil. Pois, com esse montante de recursos daria para enfrentar vários problemas do nosso Apodi, mas estamos pagando uma conta que não foi nós que fizemos, mas é uma conta de Apodi, esse é o nosso Brasil”, disse o prefeito Flaviano Monteiro.

Mossoró Hoje.

Publicado por: Chico Gregorio


14/09/2015
07:51

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O deputado federal Rogério Marinho, presidente de honra do PSDB no Rio Grande do Norte, dedicou mais este domingo (13) ao fortalecimento do partido no Estado. O parlamentar se reuniu com representantes de vários diretórios municipais da legenda, em eventos realizados nas cidades de João Câmara, pela manhã, e Touros, na parte da tarde. Nesta última, o tucano fez um duro discurso em relação ao governo Dilma Rousseff, que acusou de “estuprar” o Brasil.

“A energia elétrica quase dobrou nos últimos meses, os alimentos de primeira necessidade, o básico, aumentaram de forma assustadora, o combustível está para aumentar de novo, assim como o gás de cozinha, enquanto o salário não acompanha este mesmo ritmo. E isso acontece porque este governo cometeu todos os erros que tinha direito. No ano passado, literalmente, a presidente estuprou o país”, disse Rogério Marinho.

O deputado relembrou algumas das atitudes tomadas por Dilma em 2014, ano em que conquistou a reeleição após uma equilibrada disputa. Um dos pontos destacados pelo parlamentar foi o aumento do gasto por parte do governo do PT com o Fies, o programa de financiamento estudantil. Em 2013, o orçamento da União destinou menos de R$ 4 milhões para o projeto. No ano passado, essa cifra pulou para impressionantes R$ 14 milhões. “E o país não tinha esse dinheiro. Logo, a conta está sendo paga agora, por todos os brasileiros”, completou Rogério.

Os encontros do PSDB nas duas cidades fizeram parte da reestruturação pela qual a legenda está passando no RN. Para 2016, os tucanos pretendem lançar cerca de 50 candidaturas a prefeito no Estado, com direito a chapas majoritárias em Natal, Mossoró e Parnamirim, municípios com mais de 100 mil eleitores, obedecendo assim orientação nacional do partido.

Publicado por: Chico Gregorio


14/09/2015
07:47

Folha de São Paulo – Painel – Vera Magalhães

Excel do impeachment Diante do avanço do movimento pró-impeachment no Congresso, Dilma Rousseff montou nos últimos dias uma “força-tarefa” integrada por ministros de sua confiança para mapear os apoios de que o governo dispõe. O pente-fino será feito “partido a partido, Estado a Estado”, cotejando cargos sob influência dos parlamentares e suas votações em projetos de interesse do governo. A intenção é chegar ao número de votos para barrar um processo e para aprovar novas medidas de ajuste fiscal.

Como assim? Um dos aliados na lista negra é o deputado Baleia Rossi, presidente estadual do PMDB-SP. O governo listou vários cargos ligados a ele. “E ainda assim conspira contra a presidente”, aponta um ministro.

Front inimigo O mapeamento do governo mostra, ainda, possíveis votos pró-Dilma na oposição. Foram detectados quatro deputados no SD que não apoiariam o impeachment. Haveria defecções também no DEM.

Réquiem Dirigentes peemedebistas pró-impeachment já esboçam o documento que deve ser apresentado no congresso do partido, marcado para 15 de novembro. A peça deve fazer uma crítica incisiva à política econômica do governo

Publicado por: Chico Gregorio


14/09/2015
07:43

O prefeito Carlos Eduardo Alves usou sua conta no twitter neste domingo (13) para dizer que participará de uma reunião a convite da Latam, empresa que estuda abrigar um Hub – Centro de Conexões de vôos – no RN, Pernambuco ou Ceará.

O governador Robinson Faria também foi convidado, alegou em resposta a um internauta.

O estudo encomendado pela Latam será divulgado na próxima quinta feira, disse CEA.

O prefeito ainda sentenciou: se a decisao for técnica, o Hub é de Natal.

Mas e se não for? Torcer para que seja.

O Potiguar.

Publicado por: Chico Gregorio