12/10/2015
05:36

A celeuma da festa do boi começa a tomar outros contornos. Conversei com um membro da diretoria da Associação Norte-rio-grandense de Criadores (ANORC) sobre a questão do habite-se e a possibilidade do evento ser paralisado.

índice

Ele me disse, sem autorizar a menção do seu nome, que os problemas foram sanados e eles já estão em campo para afinar os ponteiros legais com o corpo de bombeiros, órgão responsável pela vistoria.

Na conversa, mencionou ainda que a festa do boi já é histórica e faz parte do calendário do Rio Grande do Norte. Nesse sentido, pediu para que o fato não servisse de cavalo de batalha.

“Isto não atrapalha o governo, mas os criadores, comerciantes e pessoas que vem a festa como momento de lazer”, alegou.

PS. Nessa história toda, a oposição que vem usando o fato nas redes sociais pode acabar arrumando um oponente inesperado.

O Potiguar.

Publicado por: Chico Gregorio


12/10/2015
05:26

Do Novo Jornal – A interdição da Festa do Boi, a pedido do Ministério Público, virou uma grande polêmica política do dia no Rio Grande do Norte. Após a notícia se espalhar e envolver pessoas do Governo e de fora dele, o Twitter local foi tomado por troca de acusações e insinuações sobre supostos interesses nessa interdição. O debate chegou a  tal ponto que até o governador do Estado, Robinson Faria, acabou falando sobre o assunto e entornando o caldo: para ele, “tem gente que não se conforma com um governo eleito pelo povo e que mantém a convicção de governar colocando em primeiro lugar os interesses da população, seja nas decisões mais complexas ou até mesmo na defesa da diversão das famílias. Tem gente que não admite o fim da era onde as castas elitistas comandavam as ações públicas. São aqueles mesmos que torcem todos os dias contra o Rio Grande do Norte”.

image

O governador afirmou também que “comemorar a decisão de interditar a Festa do Boi é tornar público o ódio, o desespero e o desprezo ao povo. Confio na justiça como defensora do interesse público. O governo está empenhado na solução do impasse para permitir a realização da Festa do Boi, a mais democrática da história do Rio Grande do Norte!”

Na mesma declaração, Robinson Faria informou que estve no Parque  Aristófanes Fernandes para a abertura da exposição “que gera 5 mil empregos e tem a expectativa de 200 milhões em negócios para o setor agropecuário, o mais castigado pela seca, a pior de todos os tempos.” E acrescentou: “Atendendo a nossa determinação, este ano a entrada da população é gratuita até as 17h e idosos e crianças não pagam. Com isso, a expectativa de público é de 500 mil pessoas.”

ENTENDA
O juiz Deyvis de Oliveira Marques concedeu liminar a pedido feito pelo Ministério Público para interditar a Festa do Boi 2015, que foi aberta ontem, no Parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim.

O juiz concedeu a liminar porque de acordo com o Ministério Público a exposição começou sem que o parque possua o Atestado de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB). Deyvis de Oliveira fixou multa de R$ 50 mil por dia caso a decisão seja descumprida. A Anorc trabalha para solucionar os problemas.

O magistrado também determinou que tão logo o AVCB seja expedido, a decisão fica suspensa.

No Twitter, a interdição da festa causou polêmica e ganhou contornos políticos. A chefe da casa Civil do Governo do Estado, Tatiana Mendes Cunha, foi uma das que comentou o caso e lamentou o corrido, questionando  a razão da interdição ser completa.

Publicado por: Chico Gregorio


11/10/2015
10:21

Publicado por: Chico Gregorio


11/10/2015
10:11

Por Virgínia França

O Brasil é o segundo país com mais acessos a redes sociais. Além de servir para aproximar familiares e amigos, as ferramentas digitais ocupam uma importância econômica. Com a criação de perfil nas redes sociais, brasileiros usam para fazer negócios.

A consultora de marketing digital Ana Paula Teixeira, a Ana Tex, afirmou a necessidade das empresas em investirem em marketing digital e que não há escapatória para aqueles que querem desviar do comércio digital.

(Foto: Wellington Rocha/PortalNoAr)
Ana Tex, especialista em marketing digital

“Eu vejo que a mídia digital é a principal forma de marketing. As empresas tem que ter, tem que fazer, não tem jeito. Quem demorar, vai acabar tendo menos resultado, quem for agora vai ter mais atenção”, explicou. Ela completou que redes sociais é um investimento da marca.

Ana Tex, como é conhecida, esclareceu que os empreendedores que não possuem recursos sobrando para o investimento, podem fazer o trabalho sozinho. Porém, a consultora ressaltou a necessidade de se informar sobre a ferramenta e buscar se especializar. “Se você quer realmente focar no seu negócio, é melhor deixar uma pessoa tomando conta, o ideal é pegar uma empresa especializada”, sugeriu.

Garantindo o seu espaço no meio digital, Ana Paula Teixeira orientou que o empresário deve conhecer o público-alvo. Além disso, conhecer qual rede social usar para ter um maior alcance de seguidores/clientes.

Para ela, o Instagram tem um alcance orgânico muito maior que as outras mídias e ressaltou o investimento também no Facebook, Youtube e conteúdo de valor para blog, que gera visibilidade no Google.

Em Natal, Ana Paula Teixeira analisou que há uma busca dos empresários em utilizar as redes sociais, como uma diferenciação no mercado. “Conversei com vários empreendedores de diversos segmentos e tem um público bem engajado. Não sei se é a crise. As pessoas estão tentando fazer com o que elas já sabem”, completou a especialista

Publicado por: Chico Gregorio


11/10/2015
10:02

Publicado por: Chico Gregorio


11/10/2015
09:50

As águas do Velho Chico chegarão ao Rio Grande do Norte sem que obras estruturais estejam prontas

Em 168 anos, o mundo mudou. O homem foi à lua, nações e povos foram dizimados em duas grandes guerras, bombas atômicas explodiram, a crueldade da ditadura fez vítimas no Brasil. Há 168 anos, o sertanejo potiguar anseia pela chegada da água do Rio São Francisco através da transposição, cuja primeira ideia de formatação de projeto com objetivo de mitigar os efeitos da seca no Nordeste data de 1847. Será necessário, porém, esperar ainda mais. O Rio Grande do Norte será o último estado beneficiado no mega projeto do Governo Federal e a expectativa é de que as obras com vistas à Integração só fiquem prontas no fim de 2016. Não bastasse tanto tempo de espera, a água que dará segurança hídrica para a população das Regiões Seridó e Oeste do chegará sob o risco de que obras estruturais não estejam prontas. A Barragem de Oiticica é uma delas.

“Eu acredito que a água (da Integração do Rio São Francisco) chegue antes da conclusão de Oiticica”, confirmou o secretário de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Mairton França. Isto porque, as obras da barragem estão com o ritmo mais lento, consequência da crise financeira que desestabilizou as finanças do Governo Federal que impede o repasse integral dos recursos para a manutenção de um número maior de trabalhadores no canteiro de obras. Após conclusa, cuja previsão para tal é dezembro de 2016, ainda será necessário esperar mais seis meses para que as comportas da Barragem de Oiticica sejam fechadas. O prazo para integral disponibilização do reservatório para a população, com isto, se dará após o mês de junho de 2017. Será quando o reservatório iniciará, de fato, o processo de armazenamento.

Tribuna do Norte

Publicado por: Chico Gregorio


11/10/2015
09:34

Robinson

 

O governador Robinson Faria passou em mais um teste de rua durante a abertura da 53ª Festa do Boi, na noite deste sábado (10) no Parque de Exposições Aristófanes Fernandes, em Parnamirim.

A feira transcorrerá até o próximo sábado (17), com expectativa de público de 500 mil pessoas, estimativa de R$ 150 milhões de movimentação financeira e cinco mil empregos temporários durante o período da feira.  Na edição 2015, a Festa do Boi agrega 200 expositores e cinco mil animais em exposição, trazendo a melhor genética do país.

Com nove meses de gestão e broncas para todos os lados, parece que o estilo povão e comunicativo do governador tem feito a diferença, em mais de uma oportunidade andando nas ruas do parque os aplausos aconteceram.

Blog do BG:

Publicado por: Chico Gregorio


11/10/2015
09:23

O senador José Agripino (DEM-RN) durante discurso no plenário do Senado
O senador José Agripino (DEM-RN) durante discurso no plenário do Senado

BELA MEGALE
DE SÃO PAULO

O presidente da empreiteira OAS, Leo Pinheiro, condenado a 16 anos de prisão sob acusação de envolvimento no esquema investigado na Lava Jato, aceitou emprestar um jato particular a pedido do presidente do DEM, senador José Agripino Maia (RN), uma das principais figuras da oposição.

O pedido foi feito em janeiro de 2014 por Agripino. Ele solicitou a aeronave não para para uso próprio, mas para seu suplente na época, João Faustino, que precisava ir de Natal para São Paulo.

Pinheiro aceitou o pedido e disponibilizou o avião, mas a viagem não aconteceu porque Faustino morreu pouco depois de leucemia.

A troca de mensagens com o pedido do senador foi encontrada em celular de Leo Pinheiro apreendido durante a Operação Lava Jato. Elas fazem parte do inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF) que investiga Agripino Maia por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Apesar da viagem não ter se realizado, os investigadores avaliam que está explícita a relação de troca de favores e vantagem indevida entre o empreiteiro e o senador.

As mensagens analisadas pela Polícia Federal que fazem parte da investigação também trazem indícios, segundo os investigadores, de que o senador pode ter recebido propina por ter ajudado na liberação de recursos do BNDES para a construção do estádio Arena Dunas, em Natal, que foi feito pela OAS.

Segundo a Procuradoria, Agripino teria conseguido a liberação de dinheiro junto ao BNDES e, em contrapartida, a empreiteira doou R$ 500 mil ao diretório nacional do DEM nas eleições de 2014.

Como a Folha revelou, o Coaf, órgão vinculado ao Ministério da Fazenda, também identificou operações suspeitas de lavagem de dinheiro envolvendo o senador.

Publicado por: Chico Gregorio


11/10/2015
09:19

naom_561a26a5e4dd6

Notícias ao Minuto – Neste feriado prolongado, o turismo vai acrescentar R$ 2,7 bilhões à economia do país, com mais de 2 milhões de viagens nos três dias de folga dos brasileiros, de acordo com projeção feita pelo Ministério do Turismo. Esta é a maior movimentação entre os seis feriados nacionais estendidos no calendário de 2015.

Para fazer o cálculo, o Ministério do Turismo considerou as datas de 21 de abril (Tiradentes, terça-feira), 1º de maio (Dia do Trabalho, sexta-feira), 4 de junho (Corpus Christi, quinta-feira), 7 de setembro (Independência do Brasil, segunda-feira), 12 de outubro (Dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, segunda-feira) e 2 de novembro (Finados, segunda-feira). Foram excluídos o Carnaval, a Semana Santa, o Natal e o Réveillon, feriados estendidos, porém previstos todos os anos.

Entre os principais motivadores para as viagens neste feriado estão o Dia da Criança e as romarias em homenagem à Padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida.

Outro destaque é o Círio de Nazaré, realizado no segundo domingo do mês de outubro, uma das principais manifestações católicas do país. A devoção à santa, que dá nome ao evento, acontece no próximo dia 11, em Belém (PA). A procissão recebeu 82 mil turistas em 2014, e neste ano, a estimativa é que o evento mobilize 84,4 mil visitantes, de acordo com a Secretária de Turismo do Pará.

A festa de Aparecida também deve movimentar o turismo em diversas cidades durante o feriado. A celebração mais famosa ocorre no Santuário de Nossa Senhora da Conceição Aparecida no interior de São Paulo, considerado um dos principais atrativos turísticos do país para os viajantes motivados pela fé. Com capacidade para 35 mil pessoas, uma torre com mirante e um centro de apoio com lojas e restaurantes, a basílica da padroeira do Brasil recebeu no ano passado mais de 12,2 milhões de visitantes.

Publicado por: Chico Gregorio


11/10/2015
09:17

Blog da Thaisa Galvão – Preso durante a operação Citronela, há menos de um mês, Joel Rodrigues, que com o irmão Eduardo, comandava o tráfico a partir da Favela do Mosquito, em Natal, foi encontrado morto agora à noite, na cela em que estava no Presídio Provisório Raimundo Nonato Fernandes.
Joel, segundo investigação do Ministério Público, mantinha, com o dinheiro do crime, carrões, apartamentos, terreno em condomínio na praia, além de dois salões de beleza e um café em área nobre de Natal.
Detalhe: tudo em nome de terceiros.
Foi a partir da investigação ao esquema montado por Joel, que o Ministério Público deu start a outra operação: a Novos Rumos, que botou na cadeia 12 policiais.
As operações viraram ‘caso de cinema’ no Fantástico da semana passada.
Joel foi encontrado morto enforcado em um lençol e pendurado na grade da cela.
Suicídio?
Assassinato?
Queima de arquivo?
São as vertentes que a polícia irá enveredar para desvendar o seguinte mistério: “Cadê o preso que estava aqui?”.
A morte de Joel foi parecida com a de outros presos, assassinados nos últimos dias em presídios da capital, na guerra travada entre o ‘Sindicato do RN’ e o PCC.

Publicado por: Chico Gregorio


10/10/2015
09:37

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) disse que não foi recebido pelo presidente do Tribunal de Contas da União, Aroldo Cedraz, na tarde desta terça-feira (6), para “interferir” no julgamento do exercício fiscal do último ano do primeiro mandato de Dilma Rousseff (PT), agendado para amanhã, a partir das 17h.

Segundo Aécio, o TCU abriu as portas para a oposição ao governo para receber apoio após ter sido atacado de maneira “vil” e “grosseira” pelo Planalto, que anunciou, no último domingo, a estratégia de pedir o afastamento do relator das contas de Dilma, Augusto Nardes, por ter antecipado seu voto contra na imprensa.

“Não viemos aqui interferir no mérito da decisão que deverá ser tomada, mas apenas garantir que o Tribunal de Contas possa fazer aquilo que faz com que a sua existência se justifique: atuar com independência, com isenção, com base em pareceres técnicos”, disse Aécio.

Na visão do candidato derrotado por Dilma na última disputa presidencial, o fato de a oposição se dirigir ao TCU na véspera do julgamento não é “politizar” a questão. “A politização veio exatamente do governo federal, da AGU. O advogado-geral há muito deixou de ser advogado-geral para ser um assessor político da presidente da República, inclusive atacando a oposição. O que estamos fazendo aqui hoje é defendendo o Tribunal de Contas contra uma ação política escancarada do governo federal e de seus ministros”, comentou.

Publicado por: Chico Gregorio


10/10/2015
09:25

A vereadora Amanda Gurgel (PSTU) encontrou uma fórmula de fazer o município de Natal economizar recursos diante da crise financeira. Ela protocolou um projeto na Câmara Municipal de Natal propondo que os salários dos vereadores, prefeito e vice, sejam iguais ao dobro do piso salarial nacional dos professores do magistério público da educação básica. Um dos motivos da apresentação do projeto, de acordo com o texto da matéria, é tentar “combater os privilégios dos representantes políticos”.

Atualmente o piso salarial nacional dos professores do magistério está em R$ 1917. O dobro desse valor, ou seja, R$ 3.834, é o valor que a parlamentar propõe para o prefeito Carlos Eduardo, a vice-prefeita Wilma de Faria e os vereadores receberem por mês.

“Se é o momento de fazermos corte e economia, então façamos de onde é possível tirar, e não da população, que precisa da saúde pública, da educação pública, disso aí nós não podemos tirar, mas podemos tirar sim do gabinete do prefeito, dos salários dos vereadores, que é muito alto, um salário de R$ 17 mil, enquanto um professor do município recebe um salário de R$ 1.800″, justifica a vereadora.

Caso a lei seja aprovada, o salário do prefeito, que hoje é em torno de R$ 20 mil, reduzirá cerca de 80%, caindo para aproximadamente os R$ 3.834 equivalentes ao dobro do piso nacional dos professores. Já os vereadores, que recebem hoje R$ 17 mil, terão um decréscimo de cerca de 77% em seus salários mensais.

Ainda no teor da matéria, a vereadora Amanda Gurgel afirma que o projeto consiste em uma medida de “justiça social” para a população de Natal e que que “pode contribuir sobremaneira para o fortalecimento das receitas municipais”.

Publicado por: Chico Gregorio


10/10/2015
09:18

Dossiê entregue pelo Ministério Público suíço à Procuradoria-Geral da República do Brasil revela que o dinheiro que saiu de uma conta secreta na Suíça atribuída à jornalista Claudia Cruz, mulher do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), pagou despesas com dois cartões de crédito e até uma famosa academia de tênis na Flórida (EUA).

Segundo os investigadores, o dinheiro é fruto de propina da Petrobras, mais especificamente de um contrato de US$ 34,5 milhões da estatal relativo à compra de um campo de exploração em Benin, na África.

Segundo dados do banco Julius Baer, os recursos foram movimentados na conta com nome fantasia KOEK, que está em nome da jornalista, entre 2008 e 2015, e tem uma das filhas do deputado como dependente. Essa conta tinha 146,3 mil francos suíços e foi bloqueada pelo Ministério Público da Suíça em 17 de abril de 2015, um mês após a Polícia Federal deflagrar a Operação Lava Jato, que investiga o esquema de corrupção na Petrobras.

Em um dos cartões de crédito foram gastos US$ 525 mil de janeiro de 2013 a abril de 2015. O outro registrou despesas de US$ 316,5 mil em quatro anos.

Os familiares de Cunha gastaram ainda US$ 59,7 mil com a IMG Academies, academia de tênis do treinador Nick Bollettieri na Flórida -uma das mais prestigiadas do mundo. Ele é considerado um “descobridor de estrelas” e já treinou campeões mundiais como Andre Agassi, Boris Becker e as irmãs Venus e Serena Williams. Além das aulas na Flórida, Bollettieri dá várias clínicas de tênis pelo mundo, inclusive no Brasil.

Há ainda pagamento de US$ 8.400 à Malvern College, uma escola na Inglaterra, e repasse de US$ 119,7 mil para a Fundacion Esade Banco, instituição financeira espanhola, além de transferência de US$ 52,4 mil a uma pessoa que não teria ligação com os desvios.

Além das transações financeiras de Claudia Cruz, os documentos revelam que três empresas offshore são ligadas a Cunha: Orion SP, Netherton e Triumph SP, que foram abertas entre maio de 2007 e setembro de 2008, sendo uma delas em Singapura.

Blog do BG:

Publicado por: Chico Gregorio


10/10/2015
09:07

A Superintendência Estadual da Funasa/RN(Suest/RN) comunica que foi prorrogado, para até o dia 16 de outubro de 2015, o prazo para municípios cadastrarem as cartas consultas referentes aos programas de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) e Melhorias Sanitárias Domiciliares. As cartas consultas poderão ser preenchidas no Sistema Integrado de Gerenciamento de ações da Funasa (siga), a fim de subsidiar as aplicação dos recursos conforme os critérios da portaria n.º 669/2015.

Por Israel Lucas de Souza – Jornalista DRT/RN 1004

Publicado por: Chico Gregorio


10/10/2015
09:03

Nesta semana, as prefeituras do Rio Grande do Norte receberam a primeira parcela do mês de outubro do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). O repasse sofreu redução de 19,39%, quando comparado com o mesmo período de 2014.

Segundo a Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (FEMURN), 43 municípios potiguares tiveram o FPM zerado, como por exemplo, Baraúna, Felipe Guerra e Pau dos Ferros.

Para o presidente da FEMURN, o prefeito de Mossoró Francisco José Júnior, a situação é lamentável. Ele reafirma que a entidade, em parceria com a Confederação dos Municípios, tem tentado reverter este quadro.

“Temos realizado reuniões e mobilizações frequentes, a fim de pressionar o Governo Federal. O fundo destinado tem sido insuficiente para manutenção dos municípios, o que compromete a permanência de atividades e torna a gestão insustentável economicamente”, informa.

Para muitas prefeituras potiguares, o Fundo de Participação (FPM) é o único meio de entrada de recursos para aplicação dentro dos municípios, seja no pagamento da folha ou em obras estruturantes.

Publicado por: Chico Gregorio