15/08/2015
08:30

São Miguel do Gostoso
Os destinos turísticos do Nordeste estão em destaque e – em promoção – na Turismo Week, uma campanha de promoção de viagens organizada pela Associação Brasileira das Operadoras de Turismo, a Braztoa. O evento está em sua sétima edição e vai até o dia 16 de agosto, com descontos que variam entre 20% e 40%.
No Rio Grande do Norte, Natal, São Miguel do Gostoso, Tibau do Sul e Pipa estão entre os principais destinos ofertados pelas operadoras em todo o Brasil. A parceria da Braztoa com companhias aéreas, hotéis, pousadas e receptivos turísticos trouxe resultados vantajosos para o consumidor, além de aquecer as vendas. Os valores estão abaixo do que se costuma cobrar pela baixa temporada. Os pacotes estão divididos em prestações fixas.
Segundo dados apresentados no Anuário Braztoa 2015, o impacto de seus associados na cadeia do turismo foi de R$ 6,3 bilhões no ano de 2014.  Os associados são responsáveis por 90% das viagens de lazer realizadas no país. São R$ 3,9 bilhões diretos (via venda de pacotes) somados a R$ 2,4 bilhões extras, gerados pelo comércio e serviços no destino. A campanha Turismo Week é realizada desde 2012.
Por Tulio Lemos.

Publicado por: Chico Gregorio


15/08/2015
08:08

a a a onibus 1

Ao avaliar o governo Carlos Eduardo Alves, o professor e economista da UFRN Robério Paulino declara que falta um projeto para a capital. “Essa cidade não tem projeto, não tem plano. Esse prefeito que está aí não tem projeto de cidade”, diz.

“Nós queremos planejar no longo prazo, isso é possível, tem exemplos internacionais dentro da UFRN, do IF, da UnP, das universidades, de que é possível aplicar dentro de Natal. Nós precisamos mudar radicalmente, não só no transporte, como no urbanismo como um todo”.

Segundo o professor, um dos entusiastas de manifestações coma a “Revolta do Busão”, que fez história ao ser vanguardista nos protestos de junho de 2013 no país, “a prefeitura continua refém do SETURN, sindicato das empresas de ônibus”. “

“Essa frota de Natal é totalmente antiquada, mais de 10 anos de idade média, sem ar-condicionado. Acho que nós temos que mudar, Natal merece um transporte coletivo de boa qualidade para que as pessoas possam deixar o carro em casa”.

Por Alex Viana.

Publicado por: Chico Gregorio


15/08/2015
08:01

Governo FHC, DEM, PSDB, era assim:: Estudantes transportados em pau de Arara.

Estudantes

Governo Lula e Dilma é assim: Estudantes transportados em Ônibus    escolares repassados para Estados e municípios

.

onibus

Publicado por: Chico Gregorio


15/08/2015
07:42

Estadão Conteúdo – O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, evitou comentar a fala do presidente da CUT, Vagner Freitas, sobre “pegar em armas” para defender o mandato da presidente Dilma Rousseff. A fala do sindicalista, proferida nesta quinta (13), em evento no Palácio do Planalto, provocou desconforto ao governo.

Cardozo se limitou a dizer que “as pessoas têm total direito de dizer o que pensam” e que “não existe nenhum fato que pudesse implicar no encerramento do mandato da presidente Dilma Rousseff”, defendeu. Às vésperas de manifestações que pedem o afastamento do cargo da presidente, marcados para o próximo domingo (16), o ministro disse em tom genérico que existem pessoas “expressando sua indignação diante daqueles que, querendo sob um pretexto jurídico inexistente, fazer aquilo que no fundo parecer ate ser uma ansiedade um pouco golpista”, comentou.

O ministro disse em tom genérico que existem pessoas expressando sua indignação
O ministro disse em tom genérico que existem pessoas expressando sua indignação

Sobre as manifestações previstas para domingo, Cardozo disse que vai acompanhar o ato “com absoluta tranquilidade” e classificou como “legítimo” o direito daqueles que querem se manifestar. “O Brasil é uma democracia e as pessoas devem se posicionar dentro daquilo que acham”, comentou. O ministro acrescentou que o governo “respeita a liberdade de manifestação” e que ela é uma “conquista democrática” e como tal tem que ser tratada.

Sobre o projeto de Lei que prevê a existência de pena específica para “organizações terroristas”, aprovado pela Câmara na semana passada, Cardozo disse que “a lei não tem nada de atentatório à liberdade de manifestação e expressão. A lei antiterrorismo tipifica como fazem todos os países do mundo com atos que são criminosos e que são violadores dos direitos dos outros” comentou. Segundo ele, a liberdade de manifestação não pode ser enquadrada como ato de terrorismo. “E a lei deixa isso muito claro”, comentou.

Publicado por: Chico Gregorio


15/08/2015
07:39

A senadora Fátima Bezerra participou  ontem dia  (14) da solenidade de abertura do Ato Nacional pela Educação, evento que reúne lideranças e militantes do PT para discutir o tema ao longo do fim de semana. O encontro está sendo realizado no Centro de Eventos Brasil 21, em Brasília.

O primeiro dia de debates contou com as presenças do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do ministro da Educação, Renato Janine, além de lideranças do partido. A presidenta Dilma Rousseff tem presença confirmada para

para hoje.

image

“Neste momento difícil que atravessamos, não permitiremos retrocessos nas conquistas tão duramente conquistadas nos últimos 12 anos na área de educação”, disse a senadora, ao discursar na ocasião. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva convocou gestores públicos, educadores e alunos a compartilhar com o PT experiências bem sucedidas na área da educação para reforçar os esforços pelo cumprimento das metas do Plano Nacional de Educação.

Antes da fala de Lula, a senadora Fátima Bezerra já havia alertado que há ameaça a essa iniciativa, por conta de projeto de lei do senador José Serra (PSDB-SP) que retrocede as regras de exploração do petróleo ao modelo anterior aos governos do PT.

“Tratam-se de recursos muito valiosos e finitos, que deve servir ao futuro do país. Quando eles avançam contra esse reforço ao investimento na educação pública, não estão contra um partido, mas contra um projeto de país”, afirmou.

Publicado por: Chico Gregorio


14/08/2015
16:59

Publicado por: Chico Gregorio


14/08/2015
16:13

AE – A dois dias das manifestações programadas para todo o País contra Dilma Rousseff, o governo decidiu que não vai pagar em agosto o adiantamento do 13º salário de aposentados e pensionistas do INSS. Fonte do Ministério da Fazenda confirmou que a decisão foi tomada. As manifestações estão previstas para o próximo domingo.

download (10)
Governo não deve pagar adiantamento de 13º a aposentados em agosto

O pagamento no mês de agosto de 50% do abono aos beneficiários da Previdência Social não é obrigatório, mas o governo vinha adotando essa prática de fazer o adiantamento desde 2006. No ano passado, um decreto assinado ainda no dia 4 de agosto pela presidente Dilma permitiu que os repasses fossem feitos entre 25 de agosto e 5 de setembro. O valor foi creditado junto com o pagamento do benefício mensal.

De acordo com um auxiliar do ministro Joaquim Levy, a pasta tenta encontrar uma solução para o problema até o fim do mês, mas ainda não há previsão de nova data para o pagamento. O Ministério da Previdência Social não confirma a informação e ressalta que o assunto está sendo tratado pelo Ministério da Fazenda. Oficialmente, a Fazenda ainda não anunciou a decisão.

Publicado por: Chico Gregorio


14/08/2015
16:08

O Programa de Pós-graduação em Demografia (PPGDem), por meio do seu ciclo de seminários “Quartas Demográficas”, apresenta os resultados do projeto “Impacto dos Programas de Transferência de Renda sobre a Dinâmica Populacional e Redução da Pobreza no Semiárido Setentrional.

O evento acontece no auditório do Centro de Ciências Exatas e da Terra (CCET).  Reprodução

O evento acontece na quarta-feira, 19 de agosto, no auditório do Centro de Ciências Exatas e da Terra (CCET) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), a partir das 14h30.

O evento acontece na quarta-feira, 19 de agosto, no auditório do Centro de Ciências Exatas e da Terra (CCET) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), a partir das 14h30.

Publicado por: Chico Gregorio


14/08/2015
15:58


 Do G1 BA
A presidente Dilma Rousseff, durante a cerimônia de entrega de 1.480 unidades do programa Minha Casa, Minha Vida, em Juazeiro (BA) (Foto: Roberto Stuckert Filho/PR)

A presidente Dilma Rousseff (PT) fez a entrega de 1.480 unidades do programa “Minha Casa Minha Vida”, em Juazeiro, norte do estado, nesta sexta-feira (14). A inauguração e a entrega simbólica das chaves do programa foram realizadas com a presença dos ministros das Cidades, Gilberto Kassab (PSD), e da Defesa, Jaques Wagner (PT), da presidente da Caixa Econômica Federal, Miriam Belchior, do governador da Bahia, Rui Costa (PT), do prefeito da cidade, Isaac Carvalho (PCdoB), entre outras autoridades.

A presidente disse, em discurso, que o governo federal falta entregar mais de 4.200 unidades habitacionais em Juazeiro, do total de 11 mil moradias previstas no município desde o início do programa. “A casa é o lugar mais importante, porque é onde a gente passa a vida da gente. Por isso, morar de favor é muito difícil, morar de aluguel é muito caro e faz muito mal para o bolso, porque você paga e falta para outras coisas”, disse Dilma à plateia de moradores do programa.

“O Brasil precisa disso. Precisa que as famílias se sintam acolhidas e protegidas. Diante da maior dificuldade, se tiver casa, tem para onde ir”, disse a presidente. Cada imóvel entregue tem dois quartos, um banheiro, uma sala, uma cozinha e uma área de serviço.

Publicado por: Chico Gregorio


14/08/2015
15:50

A senadora Fátima Bezerra, o deputado Gilvaldo Vieira e a presidenta da Confederação Nacional dos Artesãos do Brasil, Isabel Gonçalves, participaram, na quinta-feira (13), de uma audiência com o ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Miguel Rossetto, para discutir a realização da 1º Conferência Nacional do Artesanato e a regulamentação da profissão de artesão, prevista no Projeto de Lei 7755/2010, cuja tramitação está parada na Câmara dos Deputados. A ideia de realização da conferência nasceu durante audiência pública, realizada no mês de maio no Senado, por sugestão de Fátima Bezerra, para discutir questões ligadas ao artesanato no Brasil.

Segundo a senadora, o ministro foi muito receptivo e marcou uma nova reunião, para a próxima semana. “Esta conferência será um marco no ponto de vista da valorização do artesão e do fortalecimento do artesanato brasileiro”, disse.

A reunião contou também com a participação de Márcia Oliveira, representante da Federação dos Artesãos do Rio Grande do Norte.

Publicado por: Chico Gregorio


14/08/2015
15:47

O prefeito de Jardim de Piranhas, Elídio Queiroz recebeu com bastante alegria a notícia de reabertura do Clube Atlético Piranhas – CAP de Jardim de Piranhas que estava fechado desde 2012. O clube passou  por uma vistoria do Corpo de Bombeiros que aprovou todas mudanças solicitadas  e enviou o pedido de licença aos órgão competentes.

Elídio, que é um dos fundadores do clube, não mediu esforços para junto se empenhar pela reabertura, já que o local além de servir para o lazer do jardinense é cenário para a prática esportiva que incentiva e é um dos maiores aliados na luta pelo combate as drogas. “Eu penso muito além, porque a minha preocupação hoje é com o esporte da nossa cidade, me preocupo também com os jovens que vem se envolvendo com drogas, quero com a reabertura do CAP fazer um trabalho com estes jovens, se eu conseguir diminuir o consumo das drogas em Jardim de Piranhas eu ficarei ainda mais feliz”, disse Elídio satisfeito.

Publicado por: Chico Gregorio


14/08/2015
07:49

1439498413960_scrapeenet

Kelps Lima (SD) foi sagrado em junho do ano passado como o deputado que mais aprovou emendas à Constituição do Rio Grande do Norte, num total de quatro. Uma delas, no entanto, está causando a maior confusão, uma vez que resultou no cancelamento de incorporações salariais como gratificação de insalubridade e adicional noturno dos salários dos aposentados da saúde estadual, conforme interpretação do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

De acordo com o Tribunal, o art. 29, parágrafo 4º, da Constituição Estadual, admitia a possibilidade de integração de gratificações transitórias aos salários dos aposentados ou pensionistas, desde que recolhida a respectiva contribuição previdenciária sobre a vantagem transitória nos 5 últimos anos anteriores à aposentadoria. Diante disso, o Tribunal de Contas editou, em 14.02.2012, a Súmula nº 24, que deu cumprimento ao dispositivo constitucional acima referido.

É a partir daí que entra na história o deputado Kelps. Com a promulgação da Emenda Constitucional nº 13/2014, em 16.07.2014, proposta pelo parlamentar, o art. 29, parágrafo 4º da Constituição, foi revogado, impondo o cancelamento da Súmula nº 24, que garantia as incorporações aos salários dos aposentados.

O cancelamento foi visto como uma afronta pelos servidores, que agora prometem, com o apoio do Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Norte (Sinmed) uma paralisação geral da saúde estadual.

O desdobramento mais óbvio dessa história é que, devido a uma ação do poder legislativo estadual, sofrerá a população, que poderá ficar com acesso restrito aos serviços da saúde por tempo indeterminado, e ainda o Governo do Estado, que terá que enfrentar uma paralisação geral sem nada ter a ver com a história.

Mal entendido

A interpretação de Kelps Lima, no entanto, não é essa. Em sessão hoje na Assembleia ele se disse surpreendido pela retirada, por parte do TCE RN, das gratificações dos servidores aposentados da Secretaria Estadual de Saúde (Sesap). Visando discutir o assunto e tentar desfazer a confusão ele está propondo um amplo debate sobre o tema, em audiência pública na próxima terça-feira (18), às 14h30.

“Há no mínimo um mal entendido sobre essa medida. Com relação à aprovação de Propostas de Emenda à Constituição, algumas das quais fui o autor, a Assembleia apenas se adequou, adaptando-se à Constituição Federal e é óbvio que não foi com o intuito de retirar direitos dos servidores”, afirmou Kelps.

Para o debate Kelps convidou representantes do Governo, do Ministério Público e TCE.

Por Alex Viana.

Publicado por: Chico Gregorio


14/08/2015
07:43

discurso-estudante-medicina-ufrn-e1439329316322

AB – Em meio às manifestações de apoio do governo e da sociedade civil direcionadas a Ana Luiza Silva de Lima, estudante de medicina que foi alvo de ofensas nas redes sociais após discursar na cerimônia de dois anos do Programa Mais Médicos, no último dia (4), a ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci,       disse ontem  (13) que os responsáveis pelas ofensas devem ser punidos.

Eleonora informou que entrou em contato com a Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres do Rio Grande do Norte solicitando providências das autoridades no estado para identificar os autores das ofensas e puni-los. “Peço investigação, julgamento e punição. Quem a ofendeu tem que pagar, tem que ser investigado e tem que responder”, afirmou a ministra, em entrevista à Agência Brasil.

No evento, no Palácio do Planalto, com a presença da presidenta Dilma Rousseff e de ministros, a estudante de medicina do Campus de Caicó, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Ana Luiza Lima, falou sobre a oportunidade de acesso à educação que teve por meio de incentivos de políticas públicas do governo. Em seguida, internautas postaram comentários em sua página do Facebook em que a chamam de “médica vagabunda de pobre”, “vadia” e “ignorante”, entre outras ofensas.

Publicado por: Chico Gregorio


14/08/2015
07:40

Portal Terra – Será que duas novelas de uma mesma emissora, exibidas quase em sequência, podem ter público 100% diferente?

Essa é a impressão ao analisar ‘Babilônia’ e ‘Verdades Secretas’. É como se o folhetim das 21h fosse assistido por um grupo de pessoas, e a novela das 23h, por outra turma de telespectadores.

Uma parcela expressiva do público de ‘Babilônia’ reprovou o beijo na boca entre as discretas senhoras Teresa (Fernanda Montenegro) e Estela (Nathália Timberg). E olha que nem foi um beijão. Pareceu mais um selinho caprichado.

image

Já a audiência de ‘Verdades Secretas’ mostra-se bem mais liberal. Não houve, até agora, nenhum protesto ruidoso pelo fato de a ninfeta Arlete/Angel (Camila Queiroz) ter transado com o ex-amante e atual padrasto, Alex (Rodrigo Lombardi), na cozinha, enquanto a mãe dela (e mulher dele, obviamente), Carolina (Drica Moraes), estava no quarto, chateada com a frieza sexual do marido.

Publicado por: Chico Gregorio


14/08/2015
07:36

Do Uol – Blog de Fernando Rodrigues.

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, acaba de decidir que as contas presidenciais devem ser julgadas pelo Congresso Nacional, em reunião conjunta de deputados e de senadores.

A íntegra da decisão de Barroso está aqui.

Trata-se de uma derrota política para o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). No último dia 6.ago.2015, o peemedebista pautou e julgou, no plenário da Câmara, as contas de 3 ex-presidentes –Itamar Franco, Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva.

LuisBarroso-foto-SargioLima-Folhapress-19dez2013-1024x544

Cunha queria votar as contas de ex-presidentes para que o Congresso ficasse preparado para julgar a execução orçamentária dos mandatos da presidente Dilma Rousseff. No momento, as contas dilmistas estão sendo apreciadas pelo Tribunal de Contas da União, que já sinalizou com a possibilidade de rejeição.

A atitude de Eduardo Cunha foi contestada no STF pela senadora Rose de Freitas (PMDB-ES), que é presidente da Comissão de Orçamento do Congresso. Para ela, como a comissão é mista, composta por deputados e senadores, teria de ser o plenário do Congresso –e não o Senado e a Câmara, individualmente– que deveria julgar contas presidenciais.

Barroso concordou com entendimento apresentado pela senadora Rose de Freitas. Conforme divulgou o STF, “o julgamento das contas anuais de presidentes da República deve ocorrer em sessão conjunta do Congresso Nacional (Câmara dos Deputados e Senado Federal), e não em sessões separadas de cada uma das Casas do Parlamento”.

Publicado por: Chico Gregorio