29/09/2015
16:20

Já tem partido a ex-governadora Rosalba Ciarlini, ex-DEM.

Ontem a Rosa assinou ficha de filiação ao PP, partido presidido pelo cunhado e ex-deputado Betinho Rosado.

A ex-governadora aguarda agora a posição do TSE, que na próxima semana deverá julgar matéria referente à sua atual situação de inelegibilidade.

Caso seja absolvida, vai disputar a Prefeitura de Mossoró.

Partido já tem.

Por Thaisa Galvão.

Publicado por: Chico Gregorio


29/09/2015
15:58

Por Dinarte Assunção

André Horta alertou para rombo bilionário nas contas do RN (Foto: Alberto Leandro/PortalNoar)
André Horta

O secretário estadual de Tributação, André Horta, alarmou que o rombo das contas públicas no RN soma um bilhão de reais. A declaração foi dada na Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa, para a qual ele foi convocado para explicar o pacote fiscal que aumenta impostos.

“Já sacamos 470 milhões do fundo previdenciário e temos um déficit orçamentário de 485 milhões até o fim do ano. Isso somará mais de um bilhão de reais”, disse em tom de alarme aos deputados.

Segundo ainda explicou, o governo está repassando, ao sugerir aumento de impostos, apenas um quarto do problema, já que a arrecadação com aumento de tributos seria de pouco mais de 250 milhões de reais.

“Temos a preocupação de interferir o mínimo possível na economia, por isso pensamos nessa intervenção. Em outros estados, as medidas são mais amplas, mas preferimos esse modelo”, explicou Horta.

Publicado por: Chico Gregorio


29/09/2015
15:53

COU38GSXAAA7Pn0Est
Veja entrevista na íntegra aqui

Estadão

Publicado por: Chico Gregorio


29/09/2015
15:43

Foto de Francisco Gregorio.

Publicado por: Chico Gregorio


29/09/2015
15:34

palestras meio ambiente

A Prefeitura Municipal de Serra Negra do Norte, através da Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Meio Ambiente, iniciou um trabalho de conscientização sobre a importância da preservação do meio ambiente e o papel da coleta seletiva nesse processo. O Programa de Educação Ambiental foi elaborado e está sendo executado pela gestora ambiental Paula Salmana, que há três meses vem ministrando palestras importantes nas escolas públicas e privadas do município.

Após a conscientização, o próximo passo será iniciar o trabalho de coleta seletiva e, para isso, a Usina de Triagem de Resíduos Sólidos será reformada e adaptada às normas legais para seu pleno funcionamento.

Publicado por: Chico Gregorio


29/09/2015
15:31

O Ministério Público do Rio Grande do Norte revelou durante entrevista coletiva na tarde desta terça-feira (29) os nomes dos policiais do 9º Batalhão de Polícia Militar acusados de envolvimento com criminosos em Natal.

679439-1024x575
“Policiais recebiam propina e não davam viagem perdida”, diz MPRN

De acordo com o promotor Silvio Brito os militares são acusados de extorsão, recebimento de propina e proteção a criminosos. Ainda segundo o promotor os militares davam apoio e proteção ao traficante preso na ultima sexta-feira (25) identificado como Joel. Durante as investigações da Operação Citronela ficou claro o envolvimento dos agentes de segurança. “Eles iram de encontro aos criminosos e não saiam de mãos vazias. Com celulares, dinheiro ou armas”, disse.

O comandante geral da PMRN, coronel Ângelo Dantas, disse que a Instituição seguirá erguida na base da honra e da missão que cada militar fez em seu juramento. “Lamentamos, mas os militares envolvidos responderão pelas acusações e serão punidos como a lei ordena. Seja por exclusão ou licenciamento”, disse.

A Operação

A Operação do Ministério Público, deflagrada na manhã de sexta-feira (25), pelo Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), desarticulou um dos principais locais de venda de droga de Natal.

Os policiais chegaram a comunidade por volta das 5hs da manhã para cumprir 23 mandados de busca e apreensão, sendo 17 alvos principais, que segundo a Polícia Militar, seriam os principais infratores da localidade. Na Operação que ainda está em andamento já deteve 12 pessoas onde algumas já estão autuadas em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo.

Na comunidade foram encontrados mais 5kg de crack, 3 tabletes grandes de maconha, Cocaína ainda para refino, dezenas de vidros de lança-perfume, quatro balanças de precisão, um rifle modelo Winchester, uma pistola calibre 380, um revólver calibre 38 todas as armas municiadas, sendo encontrada ainda seis munições de fuzil calibre 7.62.

Publicado por: Chico Gregorio


29/09/2015
08:25

Ex secretário de Justiça do Estado Júlio Queiroz se filiou hoje ao PP, e assinou ficha com abono do presidente nacional de legenda, o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi.

Júlio desponta hoje como pré-candidato a prefeito de Jucurutu.

A filiação foi assinada num encontro do partido, promovido pelo presidente estadual Betinho Rosado e pelo deputado Beto Rosado com presença do ministro Occhi.

Foto Vanessa D’Olivier

 

Por Thaisa Galvão.

Publicado por: Chico Gregorio


29/09/2015
08:22

Da Folha Online:
Lobista ligado ao PMDB diz ter feito repasse a conta de Cunha no exterior
DE SÃO PAULO

DE LONDRES

DO RIO
O lobista João Augusto Rezende Henriques admitiu ter feito repasse de dinheiro para conta no exterior que tinha como beneficiário o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Henriques é apontado pelas investigações da Lava Jato como lobista do PMDB na diretoria Internacional da Petrobras.
Em depoimento à Polícia Federal na sexta-feira (26), Henriques disse que quando fez a transferência não sabia que a conta pertencia a Cunha, e só veio a obter tal informação após ser comunicado por autoridades da Suíça.
O conteúdo do depoimento foi divulgado pelo site do jornal “O Estado de S. Paulo” nesta segunda (28).
Segundo o advogado do lobista, José Cláudio Marques Barboza Júnior, Henriques tinha que fazer um pagamento de uma comissão para uma pessoa chamada Felipe Diniz, e este indicou que o valor deveria ser depositado em uma conta no exterior. Posteriormente, Henriques veio a saber que a conta tinha Cunha como beneficiário, segundo o advogado.
Felipe Diniz é filho do deputado federal Fernando Diniz (PMDB-MG), que morreu em 2009. Felipe teria direito a uma comissão por ter ajudado no negócio de aquisição pela Petrobras de um campo de exploração em Benin, na África.
O depoimento de Henriques já foi enviado pelo juiz Sergio Moro ao STF (Supremo Tribunal Federal), uma vez que Cunha possui direito a foro privilegiado por ser congressista.
A Procuradoria-Geral da Suíça informou nesta segunda que está investigando criminalmente João Henriques. O porta-voz do Ministério Público suíço disse à Folha que “procedimentos criminais” estão sendo adotados contra ele, assim como em relação ao também lobista Fernando Soares, o Fernando Baiano, outro nome vinculado ao PMDB na Lava Jato.
A ação contra os dois se soma às investigações já abertas contra o ex-gerente da Petrobras Eduardo Musa e o lobista Julio Camargo –ambos mencionam o nome do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) em seus depoimentos. Segundo Camargo, Cunha teria recebido R$ 5 milhões de propina.
Questionado pela reportagem sobre a existência de investigação contra Cunha, a procuradoria da Suíça disse que não poderia comentar o assunto.
OUTRO LADO
O deputado Eduardo Cunha também se recusou a comentar qualquer assunto sobre a Operação Lava Jato.
“Lava Jato também é com meu advogado. Não vou falar”, afirmou em evento na Assembleia Legislativa do Rio nesta segunda.

Publicado por: Chico Gregorio


29/09/2015
08:12

Uma operação de combate a corrupção na Corporação da Polícia Militar foi deflagrada no início da manhã desta terça-feira, 29. Denominada de ‘Novos Rumos’, a operação cumpre 12 mandados de prisão e tem articulação conjunta com a própria Polícia Militar.

De acordo com o MP, há indícios de que policiais militares do 9º BPM estão envolvidos com o tráfico de drogas em Natal, e que estes também teriam relação com Joel Rodrigues da Silva, preso na última sexta-feira (25) durante a Operação Citronela.

‘Joel do Mosquito’, como é conhecido o investigado, é apontado pelas investigações do MP como líder de uma organização criminosa que há vários anos atua na comunidade chamada Favela do Mosquito, que pertence ao bairro das Quintas, na Zona Oeste da capital.

Os mandados de prisão foram decretados pelo Juiz da Varada da Auditora Militar do Rio Grande do Norte e estão sendo cumpridos por policiais do BOPE e BPChoque.

Ainda de acordo com o Ministério Público, o desvios diversos de conduta dos policiais foi denunciada por diversas fontes, incluindo a própria PM, que já havia acionado ao MP o aprofundamento de informações que davam conta da prática de crimes.

Jornal de Fato.

Publicado por: Chico Gregorio


29/09/2015
08:09

Foto: Assessoria de Comunicação

Segue nota na íntegra:

O Governo do Estado do RN dirige-se à população, e em especial aos alunos, professores e servidores técnicos da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), para prestar os seguintes esclarecimentos a respeito da paralisação dos serviços da instituição:
1 – Desde o início do ano, o governador Robinson Faria e secretários receberam os representantes da Universidade por catorze vezes, para ouvir e encaminhar os pleitos da instituição, entre eles o de reajuste salarial para os professores e técnicos administrativos, recebido mesmo diante do grave momento de crise econômica em todo o país. De janeiro para cá, foram seis audiências dos representantes da UERN diretamente com o governador e oito audiências com a secretária-chefe do Gabinete Civil, Tatiana Mendes Cunha, em um claro sinal de diálogo aberto e permanente com a instituição;

2 – Apesar da exposição do governo a respeito das sérias dificuldades financeiras enfrentadas e do encaminhamento dos pleitos para a avaliação da área jurídica, os professores optaram por deflagrar a greve em 25 de maio deste ano. No dia 29 de maio, o Governo divulgou nota esclarecendo que aguardava os pareceres técnicos para a aferição da viabilidade do reajuste. No entanto, foi confirmado o impedimento para a concessão do aumento em função de o Estado encontrar-se acima do Limite Prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal, e não poder reajustar despesas com pessoal, sob pena de incidir em ato de improbidade administrativa;

3 – Mesmo com o primeiro parecer negativo, está sendo buscado um novo entendimento, que não implique em aumento de despesas com a folha de pessoal. Ou seja, a negociação permanece, respeitando os trâmites necessários. Não há fechamento do diálogo nem necessidade de pressão do movimento paredista para que haja prosseguimento na análise;

4 – Ao longo dos quatro meses pelos quais se estende a greve, o governo vem respeitando os repasses mensais para o custeio da universidade e o pagamento dos salários de professores e servidores, que já somam o montante de R$ 58,8 milhões somente entre junho e setembro, período em que a universidade permaneceu em paralisação. Deste montante, R$ 56,6 milhões foram gastos com folha de pessoal;

5 – Importante ressaltar que diferentemente de outros órgãos do Governo, a UERN não sofreu qualquer contingenciamento orçamentário. No entanto, os valores que deveriam estar custeando o estudo e aprendizado de cerca de 15 mil estudantes vêm sendo pagos sem o devido retorno com a prestação dos serviços.

O Governo do Estado se solidariza com os alunos da instituição e renova o apelo aos professores e servidores da UERN para que retornem ao trabalho, evitando o prolongamento de uma greve que soma prejuízos irreparáveis não somente aos estudantes, mas a toda a sociedade. Que prevaleça o sentimento de união e responsabilidade. É preciso garantir o retorno ao aprendizado dos milhares de estudantes e a preservação da UERN, um patrimônio do povo potiguar.
Governo do Estado do Rio Grande do Norte

Publicado por: Chico Gregorio


29/09/2015
08:02

Há uma liderança que luta para permanecer com cargo, que liberou o microfone para um dos seus deputados liderados. Prometeu não tomar enquanto ele fala.

image
Gente que não se conforma liga para que o aumento seja vetado e ainda liberou o microfone. Prometeu não tomar dessa vez, desde que o deputado fale tudo direitinho.

O dito cujo irá se manifestar contra o aumento de 1% no Icms. A ideia é tentar criar situação de desgoverno, para atrapalhar a gestão de Robinson.

Dizem que esse líder, apesar de ligar para os deputados para eles votarem contra o aumento, foi a favor do pacote fiscal do então governador Garibaldi, o maior da história do RN. E, ainda assim, Gari acabou vendendo a Cosern.

O índio poti, muito bem alojado na AL, alega que ouviu a ordem: vote contra. Ele que se vire para manter os salários em dia.

O Potiguar.

Publicado por: Chico Gregorio


29/09/2015
07:58

AB – A Comissão de Ética Pública da Presidência da República decidiu arquivar processo referente a reuniões do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, não divulgadas em sua agenda pública. O assunto veio à tona em fevereiro deste ano, quando a imprensa noticiou que Cardozo se encontrou com advogados de empresas envolvidas na Operação Lava Jato.

download (10)
Lava Jato: Comissão não vê infração ética em reuniões de Cardozo com advogados

A comissão decidiu rejeitar a denúncia, apresentada pelo líder do PPS na Câmara dos Deputados, Rubens Bueno (RS), devido à “não demonstração da prática de infração ética”. A deliberação foi divulgada pelo presidente da comissão, Américo Lacombe, por meio de nota à imprensa.

Na ocasião, Cardozo confirmou  que teve reunião com representantes da empresa Odebrecht, e disse ser dever do ministro da Justiça “receber advogados no regular exercício da profissão conforme determina o Estatuto da Advocacia”.
Durante a reunião desta segunda-feira (28), os integrantes da Comissão de Ética também decidiram não haver violação ética do ministro quanto à escolta realizada pela Polícia Federal à filha de Cardozo.

Publicado por: Chico Gregorio


29/09/2015
07:56

AB – O ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Nelson Barbosa, disse hoje (28) que a manutenção, pelo Congresso Nacional, de 26 vetos da presidenta Dilma Rousseff foi um “sinal importante”. “É um sinal de que o Executivo e o Legislativo estão trabalhando juntos para o reequilíbrio fiscal.” Acrescentou que o governo continua trabalhando pela manutenção dos demais vetos, entre eles o da proposta de reajuste de 53% a 78,5% para servidores do Judiciário.

977697-28092015-dsc_7781
Barbosa diz que manter vetos é sinal importante para reequilíbrio fiscal

Na terça-feira (22), a sessão no Congresso para apreciar 32 vetos do Executivo foi encerrada de madrugada por falta de quórum, após a manutenção de vetos, entre eles o que trata do fim do fator previdenciário.

De acordo com o governo, a derrubada dos vetos implicaria em aumento de gastos para os cofres públicos. A queda do veto ao reajuste dos servidores do Judiciário, por exemplo, representaria aumento de despesas de R$ 36,2 bilhões entre 2015 e 2019.

Barbosa comentou também a possibilidade de novo rebaixamento da nota de crédito do Brasil. No início deste mês, a agência de classificação de risco Standard&Poor’s rebaixou a nota e retirou o grau de investimento do país.

Na agência Moody’s, o Brasil está apenas um degrau acima do grau especulativo, classificação de países que não são seguros para investir. Na Fitch, a nota de crédito do Brasil ainda coloca o país dois patamares acima da perda do grau de investimento.

Publicado por: Chico Gregorio


29/09/2015
07:48

AB – O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fachin defendeu hoje (28), em entrevista ao programa Brasilianas.org, da TV Brasil, que a proibição da doação de empresas a partidos políticos já está valendo para as próximas eleições, em 2016, conforme a decisão tomada pelo STF no dia 17 de setembro último. O ministro Gilmar Mendes defende que a Corte retome o debate e defina a vigência da decisão.

download (9)
Fachin: fim de doações de empresas vale para 2016 e não precisa ser rediscutido

“Eu estou subscrevendo o entendimento de colegas ministros daqui da Corte que, na sua composição majoritária, pelo menos até o presente momento, entendem que essa decisão já é aplicável para as próximas eleições. A decisão tomada aqui é uma decisão já publicada e que está já surtindo os seus efeitos”, disse Fachin.

O ministro explicou que agora caberá ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) regulamentar a decisão, decidindo como será aplicada e quais serão os mecanismos de fiscalização e controle para o seu cumprimento. A decisão foi consequência de uma ação da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que questionou artigos da lei dos Partidos Políticos e da lei das Eleições.

O ministro Luiz Edson Fachin foi empossado no STF em junho deste ano, ocupando a vaga deixada pelo ministro Joaquim Barbosa, que se aposentou em julho do ano passado. Fachin foi indicado para o cargo pela presidenta Dilma Rousseff.

Publicado por: Chico Gregorio


28/09/2015
17:53

Essa discussão do Parecer do TCE, sobre as contas rejeitadas do prefeito Roberto Germano, é bom que se diga a verdade, desviar o foco, de repente muita gente pode ficar desacreditada nessa história. A ideia da mala preta, o mote foi dado e perguntar não faz mal a ninguém, porque o prefeito resolveu convidar os vereadores para uma reunião, coincidentemente logo depois que ele foi notificado pela a Câmara Municipal? Paralelamente a esse debate, existe uma crise administrativa e de relação de natureza política, que vem se arrastando alguns meses. Eu, Batata, Zé Maria, Odair e Mancuso, do ponto de vista administrativo estamos discordando do tratamento dispensados por alguns secretários do município e do próprio prefeito, com relação a nossa ação parlamentar, algo normal, mas que precisa de um realinhamento político, principalmente definindo o papel de cada um. Entretanto, não podemos concordar com essas insinuações que estão sendo feitas, é muito ruim, dar a impressão de uma articulação maldosa daqueles que estão na busca da mala preta, a ideia de querer jogar a pecha no grupo de cinco vereadores, que se recusaram a participar de uma reunião com o prefeito na última sexta-feira (25), e que depois, a população de Caicó, pudesse entender perfeitamente o que teria ocorrido dentro do gabinete do senhor prefeito. Evidentemente que no mínimo sairíamos dali, com a imagem perante a opinião pública totalmente destroçada, hoje, na opinião dos formadores de opinião, o prefeito não deveria ter feito essa reunião, deu margens para inúmeras interpretações, inclusive comenta-se “boca miúda” que foi desnecessária e inoportuna.

Publicado por: Chico Gregorio