22/03/2016
10:46

flavio-azevedo

O secretário de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Flávio Azevedo, se mostrou preocupado com a situação do impeachment aberto contra a presidente Dilma Rousseff e afirmou não ver condições de governabilidade caso o processo de impedimento se conclua com o afastamento da petista.

Contrário ao impedimento e preocupado com os reflexos dele para o desenvolvimento econômico do país, Flávio Azevedo lembrou que o governo federal já perdeu as condições de governabilidade devido ao esfacelamento da base no Congresso Nacional, em especial na Câmara dos Deputados, mas pontuou que o PT é um partido que sabe desempenhar o papel de oposição.

“Na hipótese da impeachment, nós vamos ter os setores da situação na oposição. O PT é competentíssimo como oposição. Da mesma forma como a governabilidade está comprometida, essa governabilidade também não fica muito firme tendo o PT como oposição”, analisou afirmando que o impeachment é grave e que não pode ser tratado com base na paixão.

O titular da Sedec também não visualizou uma saída rápida da crise econômica e política que atinge o país. Na análise dele, há um ciclo vicioso que acentua a crise política e econômica.

Fonte Agora RN

Publicado por: Chico Gregorio


22/03/2016
10:17

:

O Superior Tribunal de Justiça determinou que seja realizada perícia pela Petrobras no contrato entre a estatal e a empresa ibero-argentina Repsol YPF feito em 2001, durante o governo Fernando Henrique Cardoso (PSDB); a decisão atende à Ação Civil Pública movida por petroleiros em 2001 contra o ex-presidente do Conselho de Administração da estatal na época e ex-ministro do Tribunal de Contas da União, José Jorge, e outras 18 pessoas e quatro empresas, que aponta o prejuízo de US$ 2,3 bilhões à Petrobras na polêmica troca de ativos

Publicado por: Chico Gregorio


22/03/2016
09:58

 

Carajás em JP

A rede Carajás dá início a inauguração de novas lojas no Nordeste. A empresa abre nesta terça (22) uma unidade em Rio Largo, na Grande Maceió (AL), e segue com os planos de chegar à Grande João Pessoa em julho, prometendo gerar 430 empregos.

Em Alagoas, a Carajás opera em Maceió e Arapiraca e na Paraíba já tem unidades em João Pessoa e Campina Grande. A nova loja em Alagoas deve gerar 200 empregos em um espaço de 12 mil metros quadrados, além de um estacionamento para mais de 700 veículos.

Já para a nova unidade da Carajás em Cabedelo, prevista para começar a operar em julho deste ano, os investimentos somam R$ 70 milhões em um prédio que ocupará uma área de 32 mil m², com 11.200 mil m² de loja dividida em dois pavimentos.

Serão comercializados 55 mil itens, como equipamentos eletroeletrônicos, utilidades, pisos, revestimentos, tintas, material elétrico, móveis e artigos para casa.

“Vivemos um momento difícil na economia nacional, mas um dia a situação será revertida e estaremos preparados para a demanda que surgirá. Tenho certeza que o mercado paraibano vai gerar essa demanda, principalmente em decorrência dos empreendimentos e indústrias instalados nos últimos anos”, avaliou o diretor-superintendente do Grupo Carajás, Abílio Ne

Publicado por: Chico Gregorio


22/03/2016
09:53

Ricardo Coutinho  diz que não pretende se filiar ao PT, mas defende ex-presidente Lula

Cumprindo agenda administrativa no Sertão paraibano, o governador Ricardo Coutinho (PSB) concedeu entrevista nesta segunda, 21, e saiu em defesa do ex-presidente Lula (PT) alegando que foi completamente desnecessária a condução coercitiva realizada pela Justiça que investiga o presidente de honra do PT na Operação Lava Jato.

“Não pertenço ao PT e nem vou pertencer ao PT, agora não acho justo se colocar duzentos policiais para levar um ex-presidente (Lula) que nunca se negou a depor em canto nenhum”, disparou Coutinho.

Para o socialista, Lula está sendo perseguido pela mídia

“Pra que uma Rede de Televisão filme e passe a desqualificar a figura pública de um homem que fez muito pelo país e muito por esse povo?”, indagou.

Ricardo fez uso da memória e salientou que Lula mudou consideravelmente a qualidade de vida de quem mais precisa

“Eu me lembro da época antes dele, que aqui pelo semi-árido você não tinha nem cisterna de placa, era cada um por si, as frentes de emergência na seca era quebrando pedra para receber R$ 30 por mês, hoje depois de cinco anos de estiagem, hoje você não vê um único saque a qualquer feira, por que você tem uma política social que foi construída desde o governo dele”, enfatizou.

Por fim, o governador considerou os ataques a Lula sem provas.

“Se for culpado paga, pois todos nós somos iguais, agora o que não pode é que faz seis meses que dizem que o cidadão (Lula) é dono de alguma coisa e não se prova nada e ninguém prova isso, já teve tempo pra provar e ninguém prova e o mesmo veículo fica massacrando de manhã, de tarde, de noite e madrugada”, desabafou.

Henrique Lima

PB Agora

Publicado por: Chico Gregorio


22/03/2016
09:49

PSB repudia intolerância religiosa

A Negritude Socialista do PSB Nacional emitiu nota nesta quarta-feira (23), para repudiar o ato de vandalismo contra a imagem de Iemanjá, registrado na última semana, em João Pessoa. Eles repudiaram a atitude e condenaram a intolerância religiosa, seja qual for a crença

Para os seguidores da Religião Matrizes Africana, a imagem de Iemanjá simboliza uma divindade de origem afro, mais especificamente da cultura iorubá. O orixá feminino, também conhecido no Brasil como “Rainha do mar”, é um ícone das religiões Candomblé e Umbanda, além de outras crenças afro-brasileiras. O nome Iemanjá pode ser encontrado com algumas variações, tais como Yemanjá, Yemanya, Iemoja, Iyemanha ou Yemoja; e seu significado é uma derivação da expressão “yèyéomoejá” que, no idioma iorubá, quer dizer “mãe cujos filhos são peixes”. (fonte: coletivo afrocaeté em 12.05.2012).

Nota de repúdio a ato de intolerância religiosa/racismo

A Negritude Socialista do PSB Nacional, vem de público manifestar solidariedade aos irmãos e irmãs da religião de matriz africana surpreendidos/as pelo ato de intolerância religiosa/racismo ocorrido na ultima sexta feira ( 18/03), quando fora decepada a cabeça e mãos da imagem de Iemanjá , no horário noturno em uma praça que fica localizada no final da Praia de Cabo Branco, aonde, segundo informes da mídia local, um cidadão vestido de roupas pretas, adentrou a praça e com um facão cometeu o ato. O incidente tem fortes indícios de natureza criminosa, não sendo este o primeiro a imagem referida, nem o de intolerância religiosa/racismo no estado da Paraíba.

Para os seguidores da Religião Matrizes Africana, a imagem de Iemanjá simboliza uma divindade de origem afro, mais especificamente da cultura iorubá. O orixá feminino, também conhecido no Brasil como “Rainha do mar”, é um ícone das religiões Candomblé e Umbanda, além de outras crenças afro-brasileiras. O nome Iemanjá pode ser encontrado com algumas variações, tais como Yemanjá, Yemanya, Iemoja, Iyemanha ou Yemoja; e seu significado é uma derivação da expressão “yèyéomoejá” que, no idioma iorubá, quer dizer “mãe cujos filhos são peixes”. (fonte: coletivo afrocaeté em 12.05.2012).

A intolerância religiosa concebe, certamente, um dos problemas preocupantes em nosso País, onde o extremismo religioso, tão inveterado em uma parcela significativa da sociedade, leva a cometerem, contra as outras, verdadeiras guerras, em nome, supostamente, de sua religião, como se fosse possível constituir, com isso, qual a religião “estaria com a razão”.

A questão é adversa e envolve o ser humano em sua mais pura essência, na medida em que são colocadas em jogo sua consciência e crença.

A Carta Magna de 1988 da República Federativa do Brasil, em seu art. 5o, inciso VI, prescreve que é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias.

O Pacto Internacional dos Direitos Civis e Políticos veda, em seu artigo 2o, primeiro parágrafo, a discriminação por motivo de religião. Mais adiante, no art. 18, preceitua:

Publicado por: Chico Gregorio


22/03/2016
09:39

Candidatos devem ficar atentos para desincompatibilização

 Os candidatos que pretendem concorrer a cargos eletivos nas eleições de 2 de outubro deste ano devem ficar atentos aos prazos de desincompatibilização.

Segundo o advogado Elson Carvalho Filho, a Lei Complementar 64/90 regulamenta o disposto no parágrafo nono do artigo 14 da Constituição Federal, que trata das inelegibilidades.

“São prazos distintos para cada função ou cargo exercido e para o cargo a que se pretende concorrer neste ano, ou seja, de prefeito, vice-prefeito ou vereador”, afirmou.

“Os secretários municipais que pretendem concorrer ao cargo de prefeito ou vice-prefeito precisam se desincompatibilizar 4 meses antes da eleição, ou seja, até 02 de junho deste ano. Já se a intenção for disputar um cargo de vereador, esse prazo será de 6 meses, até 02 de abril. Essa mesma regra vale para secretários de Estado e cargos equivalentes”, lembrou Elson.

O advogado ainda lembra que os ocupantes de cargos comissionado em geral, incluindo também os conselheiros tutelares e membros de direção de escolas públicas deverão se desincompatibilizar 3 meses antes da eleição para concorrer aos cargos de vereador, prefeito ou vice-prefeito.

“Se a função exercida pelo servidor, seja comissionado ou efetivo, tiver relação com fiscalização ou arrecadação de tributos, taxas ou contribuições, o prazo de desincompatibilização será de 4 meses para disputar o cargo de prefeito ou vice-prefeito e de 6 meses para o cargo de vereador”, disse Elson Carvalho Filho.

Os dirigentes de sociedades de economia mista deverão se afastar de suas funções no prazo máximo de 6 meses antes do pleito de 02 de outubro para concorrer ao cargo de vereador e de 4 meses se a intenção for disputar os cargos de prefeito ou vice-prefeito.

“O mesmo prazo das sociedades de economia mista valem para dirigentes, presidentes, diretores e superintendentes de autarquias públicas”, lembrou.

Por fim, o advogado lembrou que os candidatos a reeleição não precisam se afastar de suas funções.

“É preciso analisar cada caso especificamente, pois não há uma regra única para todos os cargos e funções”, finalizou.

Publicado por: Chico Gregorio


22/03/2016
09:36

Chuvas registradas no Sertão ultrapassam média histórica e deixam agricultores animados

 Chuvas fortes foram registradas em vários municípios do Sertão e Alto Sertão do Estado, do final de semana até a madrugada de ontem. Em alguns municípios as chuvas dos primeiros 20 dias de março, já ultrapassaram a média histórica.

A maior precipitação foi registrada em Nazarezinho, que já acumula 415,7 mm esse mês, índice de aproximadamente 78% acima do esperado. Em Cachoeira dos Índios o acumulado do mês é 44% acima do previsto, conforme dados da Agência Executiva da Gestão das Águas do Estado (Aesa). Por conta das chuvas, a vegetação do Sertão ficou verde, e muitos barreiros e açudes receberam nova carga de água. O agricultor animado, prepara a terra para o plantio.

A previsão é que durante toda esta semana as chuvas continuem de forma geral na parte oeste do Estado. “As que foram registradas nos últimos dias foram bem distribuídas no Sertão e Alto Sertão e pelos nossos dados, vão permanecer de maneira bem geral. Esse é o período chuvoso dessas regiões e as ocorrências estão dentro do previsto”, explicou o gerente de Monitoramento e Hidrometria da Aesa, Alexandre Magno.

Publicado por: Chico Gregorio


22/03/2016
09:30

Na noite desta segunda-feira o Deputado Estadual  Jacó Jácome participou da Filiação Política ao Partido Social Democrático (PSD). O evento, realizado no Hotel Holiday Inn, contou com a presença do presidente do partido, o Governador Robinson Faria e do Deputado Federal Antônio Jácome (PTN).

“Tomei esta decisão por acreditar no projeto do partido, por ter ideias e propostas que se alinham ao perfil do PSD e por poder exercer meu trabalho com a liberdade com a qual sempre atuei”, disse Jacó.

O líder do partido destacou o futuro promissor de Jacó. “Jacó Jácome tem a força do diálogo e da palavra eu seus mandatos. Ele trabalha para reduzir as desigualdades, dar qualidade de vida ao povo e favorecer minorias. Eu acredito que ele pode ousar, pois irá muito longe, no partido e na política potiguar”, completou o Governador.

Para o Deputado Federal Jácome, “o PSD está ganhando um jovem com vocação, com conteúdo e responsabilidade”. Jácome disse ainda que Jacó chega para somar em um partido que tem demonstrado crescimento e renovação política.

Publicado por: Chico Gregorio


22/03/2016
09:15

A solução mais viável para “estancar a sangria” das atuais crises política e econômica seria um novo governo, segundo avaliação do economista Armínio Fraga. Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, o ex-presidente do Banco Central na gestão Fernando Henrique Cardoso disse que a lei de responsabilidade fiscal foi abandonada, o que provocou um crescimento galopante da dívida pública e deve impactar sobre o trabalho de décadas. Para ele, a atual crise deixa como lição que não há atalhos na economia e que ajustes são necessários. Ele lamenta que “BENEFÍCIOS SOCIAIS” “serão retirados da pior maneira, via recessão e, eventualmente, inflação”.

Publicado por: Chico Gregorio


22/03/2016
08:36

Colunista Bernardo Mello Franco comenta a recente pesquisa Datafolha para a corrida presidencial de 2018 e ressalta que, de todos os nomes do principal cenário, o menos citado pelos eleitores é o que tem mais chances de assumir a Presidência: “Estamos falando do peemedebista Michel Temer, que aparece com apenas 1% das intenções de voto”.

Ele destaca que, se o Congresso aprovar o impeachment, como parece cada vez mais provável, ele pode se sentar na cadeira até o fim de abril. Terá 75 anos de idade e mais dois anos e oito meses para governar o país.

Ainda segundo a pesquisa, só 16% acreditam que ele fará um governo ótimo ou bom. Para a maioria absoluta (60%), a administração será igual ou pior do que a que está aí.

“O dado leva a outro paradoxo: sete em cada dez brasileiros apoiam o afastamento de Dilma, mas quase nenhum se empolga com o vice. É um cenário desalentador, porque a recessão não vai evaporar com o impeachment” (leia aqui).

Publicado por: Chico Gregorio


22/03/2016
08:32

247 – Líder nas pesquisas para 2018, a ex-senadora Marina Silva diz que o impeachment de Dilma Rousseff deixa intacta “a metade dos problemas que hoje afetam o País”.

“O PMDB, durante 12 ano, como irmão siamês do PT, indicou diretores para a Petrobras e tomo decisões políticas que nos levaram à crise. O Brasil está vivendo um momento de emergência econômica. Não podemos, em hipótese alguma, permitir que haja emergência institucional”, disse ela, em entrevista ao ‘Estado de S. Paulo’.

Segundo Marina, os tucanos querem entrar no jogo para depois frear a Lava Jato.

Ela defende novas eleições. “Os seis ministros do TSE devolveriam aos 200 milhões de brasileiros a possibilidade de reparar o erro a que foram induzidos a cometer”.

Publicado por: Chico Gregorio


22/03/2016
08:21

BRAZIL-ROUSSEFF

Vai melhorar o Caixa dos Estados . A Dívida poderá ser paga num prazo maior e durante até 24 meses ainda poderão abater até 40% da prestação mensal da dívida. Com isto os Estados ganham uma folga para investir.  Com esta renegociação os Estados também ficam com a obrigação de pagar Servidores em dia.  No RS, por exemplo, o Governo do Estado tem pago o salário dos servidores a prestação, o que é um absurdo.Agora o próprio Governo Federal toma a decisão de ajudar os Estados, apesar da crise que atinge a todos e de forma mais contundente ao próprio Governo Federal. Espera-se que os Governadores dos Estados dêem o crédito necessário a quem construiu esta alternativa, ou seja, o Governo Federal, já que este tem muita dificuldade em comunicar os avanços que temos atingido no país, apesar da crise.

Publicado por: Chico Gregorio


22/03/2016
08:04

Trinta moedas de prata foi o preço pelo qual Judas Iscariotes traiu Jesus, de acordo com uma citação de Livro de Mateus no Novo Testamento.[1] Antes da Última Ceia, Judas disse ter ido aos chefes dos sacerdotes e concordou em entregar Jesus em troca de 30 moedas de prata, tendo depois devolvido o dinheiro arrependido de seu ato.

O Evangelho de Mateus afirma que esta é a realização, por Jesus, de uma profecia de Jeremias. Não há nenhuma menção no Livro de Jeremias que corresponda a este montante e que aparece novamente em uma história do Livro de Zacarias[2] que descreve o pagamento de trinta moedas de prata.[3]

Os besantes presentes na Bandeira de Portugal simbolizam as trinta moedas de prata, com que Judas vendeu Jesus.

Essa atitude covarde de Judas, se assemelha muito a certo partidos políticos da Brasil, que usaram e abusaram

do governo Dilma e Lula, inclusive usando da boa imagem de Lula nas campanhas eleitorais pra se beneficiar

politicamente, agora aproveitam o momento delicado do governo, para fazerem como JUDAS>

Publicado por: Chico Gregorio


22/03/2016
07:49

Por: Notícias ao Minuto

1901-Dilma  Lula Marques_Agência PT

A presidente Dilma Rousseff já ordenou que sua equipe jurídica prepare um recurso ao Supremo Tribunal Federal caso um pedido de impeachment contra seu mandato seja aprovado.

De acordo com a Folha de S. Paulo, a estratégia foi elaborada pelo aumento do risco de a presidente sofrer uma derrota na Câmara dos Deputados. Uma reunião de Dilma com ministros e assessores, no fim de semana, teve como objetivo judicializar o processo de afastamento diante da conclusão do Planalto de que ele “não tem base legal” e é “insustentável juridicamente”.

O plano é, inicialmente, para deputados petistas ingressarem com medidas judiciais na Suprema Corte durante a tramitação do processo na comissão especial do impeachment, que foi instalada na semana passada. Se Dilma sofrer uma derrota no plenário da Câmara, o governo daria início à estratégia de “judicializar” o impeachment.

Depois da medida, cabe à Câmara decidir se abre ou não o processo, com o voto de pelo menos 342 dos 512 deputados federais.

Além dessa primeira estratégia, a presidente orientou o núcleo político a reforçar movimento para impedir que a votação dos deputados seja ratificada pelo Senado e, assim, ela seja afastada temporariamente por até 180 dias.

Publicado por: Chico Gregorio


22/03/2016
07:41

Da Folha:
PF deflagra mais uma etapa da Operação Lava Jato
BELA MEGALE

FLAVIO FERREIRA

DE SÃO PAULO

GABRIEL MASCARENHAS

DE BRASÍLIA
A Polícia Federal deflagrou mais uma etapa da Operação Lava Jato nesta terça-feira (22). Uma viatura da Polícia Federal entrou no início da manhã no hotel Blue Tree, em Brasília, endereço de políticos na capital federal.
Segundo a Folha apurou, estão sendo cumpridos em torno de 15 mandados em São Paulo, Brasília e Salvador. As sedes da empreiteira Odebrecht na capital baiana e no Distrito Federal são alvos de buscas.
Este é o desdobramento da 23ª fase da Lava Jato, que levou para trás das grades o marqueteiro do PT João Santana e sua mulher e sócia, Monica Moura. A nova fase foi batizada de “Xepa”.
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva estava hospedado nesse hotel pelo menos até a madrugada desta terça.
Na noite de segunda (21), o petista jantou com a presidente Dilma Rousseff para discutir a possibilidade de o governo manter a sua posse como ministro da Casa Civil, contestada pelo STF (Supremo Tribunal Federal, já que o ministro Gilmar Mendes a considerou uma forma de tentar dificultar as apurações da Lava Jato.
Caso o governo vença no Supremo e Lula ocupe a cadeira ministerial, ele passará a ter foro privilegiado e, consequentemente, sai da alçada da operação em Curitiba.

Publicado por: Chico Gregorio