13/01/2020
11:09

Quatro assessores de Davi Alcolumbre, presidente do Senado Federal, receberam em dezembro um total de R$ 20 mil de diárias durante o recesso parlamentar, diz o Estadão. A equipe foi paga para assessorar o presidente do Senado em Macapá, até mesmo quando Alcolumbre estava, na verdade, em Brasília.

“No dia 27 de dezembro, por exemplo, Alcolumbre postou em suas redes sociais que havia passado o dia em Brasília resolvendo questões de seu Estado. Apenas no dia seguinte, um domingo, dia 28, ele voltou ao Macapá. Os dois assessores receberam R$ 1.276,17 em diárias para assessorar o senador “em viagem oficial no Amapá” naquele dia 27, mesmo com o parlamentar em Brasília. Dois policiais legislativos do Senado também receberam o mesmo valor, com a mesma justificativa.”

O Antagonista

Publicado por: Chico Gregorio

0 Comentários

Deixe o seu comentário!