10/02/2019
19:56

247- Segundo informa o Portal Fórum, a denúncia do Ministério Público Estadual (MPE), da segunda fase da Operação Quarto Elemento, deflagrada em agosto de 2018, levou os irmãos “nota mil” a terem a prisão preventiva decretada; na denúncia, está descrito um esquema incrustado na Polícia Civil carioca, a partir das delegacias de Bangu e posteriormente Santa Cruz, ambas na Zona Oeste, responsável por diversos crimes, como corrupção, extorsão, desvio de mercadorias apreendidas.

Publicado por: Chico Gregorio

0 Comentários

Deixe o seu comentário!