22/10/2018
16:59

O Centro de Referência de   Assistência Social (CRAS), em Jardim do Seridó conquistou uma boa nota no indicador sintético, que retrata o grau de desenvolvimento de ações, avaliado pelo Ministério do Desenvolvimento Social.

As informações de avaliação tiveram como base o Censo SUAS e o ID Cras 2017, que considera o funcionamento do serviço em quatro dimensões: estrutura física; recursos humanos; serviços e benefícios. A nota conquistada pelo CRAS foi de 4,33 numa escala de avaliação de 1 à 5. Houve um aumento nos padrões de qualidade se comparado ao ano de 2016, que tinha como pontuação 3,33. Essa pontuação coloca o Município entre os melhores índices das cidades do Rio Grande do Norte.

A Secretária Hiáskara Silva reconheceu que o resultado é fruto de um trabalho de qualidade realizado pelos profissionais e acrescentou que “a Assistência Social comemora o crescimento nos indicadores do CRAS, o qual é uma conquista de toda a equipe da assistência social do município, pois trabalhamos todos juntos com vistas a um bom atendimento aos nossos usuários”, ressaltou.

Publicado por: Chico Gregorio


22/10/2018
16:57

Foi realizada no último dia  (19) a II Conferência Municipal dos Direitos das Crianças e Adolescentes.

A conferência municipal tem como objetivo: Mobilizar os Integrantes do Sistema de Garantia de Direitos, crianças, adolescentes e a sociedade para a construção de propostas voltadas para a afirmação do princípio da proteção integral de crianças e adolescentes nas políticas públicas, fortalecendo as estratégias/ações de enfrentamento às violências e considerando a diversidade.
 
O articulador municipal – Reinaldo Freitas convidou todos os presentes a ficar de pé para juntos com a turma do nível I do CMEI Kleyse Medeiros de Araujo entoarem o Hino Nacional.Em seguida, a presidente do CMDCA – Luanna Elízia, fez a abertura da conferência parabenizando todos os presentes pela participação e pelos trabalhos desenvolvidos na Rede de Proteção dos Direitos. O adolescente Giordan Mairon – presidente do NUCA, falou sobre a importância da experiência de participar desse evento para a sua própria formação como cidadão. 
 
A Assistente social da vigilância socioassistencial de Caicó – Keila Karoline Souza do Nascimento foi a palestrante.
Após a palestra, os participantes foram divididos em grupos para discutir sobre os seguintes eixos:

 
I: Garantia dos Direitos e Políticas Públicas Integradas e de Inclusão Social;

II: Prevenção e Enfrentamento da Violência Contra Crianças e Adolescentes;

III: Orçamento e Financiamento das Políticas para Crianças e Adolescentes; 

IV: Participação, Comunicação Social e Protagonismo de Crianças e Adolescentes; 

V: Espaços de Gestão e Controle Social das Políticas Públicas de Criança e Adolescentes.

O evento  teve início às 7H30m até ás 12H na sede da Secretaria Municipal de Assistência Social. 

Publicado por: Chico Gregorio


22/10/2018
16:54

Resultado de imagem para foto do javali gigante

Com o avanço das bancadas de partidos conservadores na Câmara , questões polêmicas – como caça e posse de armas – que estavam fora da pauta política devem voltar à discussão sob uma eventual gestão de Jair Bolsonaro (PSL).

A regularização do abate de animais exóticos como o javali, discussão que existe em São Paulo, já é vista como uma porta de entrada para a caça de várias outras espécies.

Em caso de vitória do capitão da reserva, grupos como a Associação Nacional de Caça e Conservação (ANCC) esperam pela desburocratização da caça ao javali, espécie considerada exótica e que destrói plantações. Bolsonaro aparece em um vídeo exibido nas redes sociais da ANCC.

O Globo

Publicado por: Chico Gregorio


22/10/2018
16:48

Nas três pesquisas realizadas pelo método convencional na semana passada a senadora Fátima Bezerra (PT) seguiu na dianteira na corrida ao Governo do Estado.

Na média dos votos válidos ela matem uma vantagem de 9% para o ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves (PDT).

Confira os números

Candidato Seta Ibope Certus Média
Fátima Bezerra 56% 54% 53,62% 54,5%
Carlos Eduardo 44% 46% 46,17% 45,5%

Nota do Blog: desde o início do processo eleitoral este operário da informação já tinha exposto que desconsideraria para efeito analítico sondagens realizadas exclusivamente por telefone. A Pesquisa Realtime Big Data usou esta metodologia e por isso foi desconsiderada para efeito de média das pesquisas. A posição se respalda em recomendação da Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa (Abep).

Saiba mais lendo:

Entidade não recomenda pesquisas por telefone

Via Bruno Barreto.

Publicado por: Chico Gregorio


22/10/2018
12:45

Via Esmael Morais.

O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), desequilibrado emocionalmente, prometeu ontem (21) a manifestantes banir do país adversários políticos se ele for eleito neste segundo turno. 

Leia mais

Publicado por: Chico Gregorio


22/10/2018
12:44

 

Via Esmael Morais.

O ministro Dias Toffoli, presidente do STF, é aguardado para fazer um severo pronunciamento em defesa da corte e condenando o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que em vídeo ameaçou prender ministros e fechar o Supremo. 

Leia mais

Publicado por: Chico Gregorio


22/10/2018
12:33

247/Brasil: O plano de governo de Jair Bolsonaro (PSL) é um aglomerado de cópias de trechos de matérias jornalísticas de diversos sites; trata-se de um texto remendado, feito às pressas, que junta fragmentos desconectados numa operação fraudulenta de plágio; a campanha que faz das fake news sua energia básica de convencimento, também levou esse conceito para a própria confecção de seu projeto político: tudo é fake na campanha de Jair Bolsonaro; confira os prints da operação fraudulenta ‘copia e cola’ para o programa de governo que, destaque-se, foi aprovado pelo TSE

Publicado por: Chico Gregorio


22/10/2018
12:28

O Rio Grande do Norte já tem oito pesquisas registradas para serem divulgadas esta semana. A maratona começa amanhã e vai até sábado, dia 27.

Confira o calendário de divulgação:

 

Instituto Data de divulgação
Seta 23/10
Big Data 23/10
Quality 24/10
Consut 25/10
Big Data 26/10
IBOPE 26/10
Seta 27/10
Certus 27/10

 

O blog  repercutirá todas as pesquisas.

Via Bruno Barreto.

Publicado por: Chico Gregorio


22/10/2018
12:21

er

 

O vice-prefeito de Macau, Rodrigo Aladim, deixou o palanque onde integrava uma “frente ampla” de apoios a candidatura ao governo de Carlos Eduardo Alves para ficar com Fátima Bezerra neste segundo turno.

“Não tinha como ser diferente. No palanque de Fátima tem vários companheiros que garantem a governabilidade à nossa futura governadora”, disse Rodrigo Aladim.

Para o vice-prefeito de Macau, o crescimento de Fátima Bezerra é sintomático na região salineira, Mato Grande e Litoral pelo arco de alianças consolidadas.”Não tenho dúvida que Fátima irá agregar mais adesões nos próximos dias para um RN melhor”, disse.

Publicado por: Chico Gregorio


22/10/2018
12:12

 

José Aldenir / Agora RN
Só quem anda de ônibus sabe o que sofreu nas gestões de Carlos Eduardo

O preço da tarifa de ônibus aumentou 135% ao longo dos quatro mandatos de Carlos Eduardo Alves (PDT) à frente da Prefeitura do Natal. Os reajustes aconteceram oito vezes entres os anos de 2005 e 2017, o que permitiu que a passagem crescesse R$ 1,90 ao longo do período.

O primeiro aumento de Carlos Eduardo Alves aconteceu em 2005. A tarifa passou de R$ 1,30 para R$ 1,45. No ano anterior ao aumento, ele obteve a reeleição ao cargo. Ele havia chegado à Prefeitura em 2002. Carlos Eduardo também aumentou o preço do transporte nos anos de 2006, 2007 e 2008.

Ele deixou o governo com a tarifa em R$ 1,85. Entre 2009 e 2012, o pedetista foi sucedido por Micarla de Sousa. Ela saiu do posto com as passagens custando R$ 2,40.

No retorno dele à Prefeitura, em junho de 2013, a tarifa foi reduzida de R$ 2,40 para R$ 2,20. O decréscimo foi motivado pelas intensas manifestações populares que aconteciam ao longo daquele período.

Em julho de 2014, a passagem foi reajustada para R$ 2,35. Entre os anos de 2015 e 2017, saltou de R$ 2,65 para R$ 3,35. Somente neste período, o aumento total foi de 52%. O reajuste ficou bem acima do que o salário mínimo teve ao longo deste período, cujo ganho real foi de 38,20%. O último reajuste da tarifa de transporte aconteceu em 16 de maio deste ano, pouco mais de um mês após a renúncia de Carlos Eduardo, que decidiu concorrer ao Governo do Estado. O valor da passagem de ônibus hoje é de R$ 3,65.

O impacto do preço do transporte em relação ao salário mínimo é de 17,15%. Como a média mensal é de 23 dias úteis de trabalho, para quem cumpre uma jornada de 40 horas, o gasto com passagens de ônibus será de R$ 167,90.

Em agosto deste ano, o Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte (MPRN) abriu um inquérito civil para apurar o suposto pagamento de propina, em forma de doação eleitoral, ao ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves.

Segundo o inquérito, aberto com o número 116.2018.000456, a autorização para o aumento da passagem foi feita em troca de recursos a serem utilizados, em forma de doação eleitoral, para a candidatura de Carlos Eduardo Alves ao Governo do Estado. A investigação está sob sigilo.

Via Agora RN

Publicado por: Chico Gregorio


22/10/2018
12:07

José Aldenir / Agora RN
Natália diz que o povo dará “basta” nas oligarquias políticas do Estado

A vereadora Natália Bonavides (PT), deputada federal eleita com 112.998 votos, está na linha de frente para eleger Fátima Bezerra (PT) governadora do Estado, para que o Rio Grande do Norte tenha a primeira gestora de origem popular. É desta forma que ela define sua participação na campanha. Para Natália, o povo terá a chance de afastar da política famílias que se revezam no poder há 70 anos.

Em entrevista ao programa Cidade Agora, apresentado pelo jornalista Alex Viana, na 94 FM, Natália Bonavides destacou que a receptividade da campanha de Fátima Bezerra tem sido ótima por onde passa. Ela frisou que muitos municípios foram visitados e outros ainda serão até o fim da campanha. “Estamos apresentado propostas para todas as áreas. Enquanto isso, nosso adversário – Carlos Eduardo – quer se aproveitar da onda de Bolsonaro, mostrando quem ele é realmente – um representante de uma oligarquia”, disse a vereadora.

A futura deputada federal aproveitou o programa Cidade Agora para dizer que o general Girão – também eleito deputado federal – está disseminando ódio e mentiras contra o PT. “Ele é um irresponsável e quer fulanizar a discussão. Sei de minha responsabilidade”, afirmou.

Via Agora RN

Publicado por: Chico Gregorio


22/10/2018
11:38

247-Brasil: Evangélicos por todo o país estão se posicionando em apoio à candidatura de Fernando Haddad (PT), contra as propostas e o discurso fascista representado pela candidatura de extrema direita de Jair Bolsonaro (PSL); movimento acontece em oposição ao senso comum de que a comunidade evangélica necessariamente compartilha dos valores conservadores e preconceituosos defendidos por Bolsonaro; para esses fiéis e lideranças cristãs protestantes, o discurso de Bolsonaro incita a violência é o oposto ao que é pregado pelo evangelho

Publicado por: Chico Gregorio


22/10/2018
11:25

 

CELSO BARBOSA/CÓDIGO19/ESTADÃO CONTEÚDO – 23.08.2018

Enquanto há discordância em relação à idade mínima para a aposentadoria de militares, o fim do benefício integral é um dos pontos de convergência entre parte dos economistas do país especializados em Previdência. No Brasil, o militar que entra na reserva continua recebendo o salário de quando estava na ativa, já nos Estados Unidos e na Inglaterra, o salário cai para 60% e 63,8%, respectivamente, segundo relatório do TCU (Tribunal de Contas da União).

A aposentadoria dos militares brasileiros é também uma das poucas cujo reajuste acompanha o dos profissionais da ativa. Na maioria do mundo, esse aumento é dado com base na inflação. São essas disparidades brasileiras que tornam os militares responsáveis por quase 45% do déficit previdenciário total da União, explicam os economistas.

Nova previdência deve preservar especificidades de militares

“O principal problema é o militar se aposentar com vencimento integral. Em outros países, a aposentadoria varia de 25% a 85% do salário, dependendo da idade em que a pessoa sai. Aí eles (os militares) vão exercer uma atividade civil, o que não é muito fácil. Precisa de uma adaptação”, afirma o economista Paulo Tafner, da Fipe-USP.

“Nem países que entram com frequência em conflitos são tão generosos com os militares como o Brasil”, acrescenta Márcio Holland, pesquisador da FGV.

Holland e Tafner, no entanto, discordam em relação à idade mínima necessária para os militares se aposentarem. Holland afirma que é possível eles deixarem seus cargos aos 60 ou 65 anos. “A maioria dos brasileiros, felizmente, nunca conviveu com um conflito, exceto as missões de paz.

Pesquisadores sugerem maior tempo de contribuição dos soldados militares. José Cruz/Agência Brasil

Um capitão ou um coronel pode ir para uma guerra com essa idade exercendo vários papéis, como de inteligência”, diz o economista. De acordo com Tafner, porém, é preciso flexibilidade nesse ponto, pois um militar aos 60 anos já não tem mais condições físicas de combater.

Em 2016, 61% dos militares que se aposentaram no país tinham menos de 50 anos. Entre os servidores públicos civis, essa parcela era de 6,0%. Já no setor privado, ficou em 10%, ainda de acordo com dados do TCU.

Serviço civil

O economista Hélio Zylberstajn, também da Fipe-USP, propõe um caminho alternativo. Segundo sua proposta, os militares devem deixar suas carreiras aos 55 anos para, em seguida, trabalharem no setor público civil. Nesse caso, um médico do Exército, por exemplo, continuaria atuando em um hospital público até os 65 anos – idade que seria estabelecida como mínima para a aposentadoria.

O economista Marcos Lisboa, presidente da instituição de ensino superior Insper, reconhece que a carreira militar tem especificidades que precisam ser consideradas em uma reforma, mas as regras do Brasil, diz ele, deveriam se assemelhar às dos países da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico). “Hoje, tem muitas distorções em relação aos demais países.”

Para Lisboa, a aposentadoria prematura dos policiais militares é um dos fatores que têm levado os Estados a graves crises financeiras e de segurança. “Eles se aposentam muito cedo e com salário integral, mas os Estados não têm mais dinheiro para contratar novos.”

Entre as alternativas para amenizar o problema, Tafner sugere um aumento da contribuição dos próprios militares – hoje de 7,5%. “É um valor baixo. Poderia ir aumentando progressivamente”, diz o economista.

Tafner destaca, no entanto, que é preciso reconhecer que há diferenças importantes entre o regime de trabalho dos civis e dos militares e considerá-las na reforma da Previdência. “Boa parte das Forças Armadas reconhece a necessidade de um ajuste. O que não aceita é ser equiparado com uma pessoa da iniciativa privada.”

Estadão

Publicado por: Chico Gregorio


22/10/2018
08:08

O ex-vereador de Natal, Renato Dantas, diz em seu blog que o deputado Rogério Marinho que foi relator da reforma trabalhista que agora ficou desempregado passando a apoiar o candidato Carlos Eduardo Alves de quem dizia horrores..

Publicado por: Chico Gregorio


22/10/2018
07:48

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso usou as redes sociais neste domingo, 21, para engrossar o coro de críticas às declarações do filho de Jair Bolsonaro, o deputado Eduardo Bolsonaro, de que basta “um soldado e um cabo” para fechar o Supremo Tribunal Federal (STF). “As declarações merecem repúdio dos democratas. Prega a ação direta, ameaça o STF. Não apoio chicanas contra os vencedores, mas estas cruzaram a linha, cheiram a fascismo. Têm meu repúdio, como quaisquer outras, de qualquer partido, contra leis, a Constituição”, escreveu o ex-presidente.

O comentário de Eduardo Bolsonaro foi feito durante palestra que ocorreu antes do primeiro turno, em 9 de  julho, na cidade paranaense de Cascavel. Em determinado momento do vídeo gravado por um participante, alguém da plateia questiona: “Teu pai sendo eleito no 1º turno, há possibilidade do STF, que há uma previsibilidade, dele agir e impedir que o seu pai assuma? E isso acontecendo, o Exército pode agir sem ser invocado lá, salvo engano, acho que o artigo primeiro, se isso acontecer?”.

O filho de Jair Bolsonaro responde: “Aí já está caminhando para um estado de exceção. O STF vai ter que pagar para ver e aí vai ser eles contra nós. Você está indo para um pensamento que muitas pessoas falam e muito pouco pode ser dito. Mas se o STF quiser arguir qualquer coisa, sei lá. Recebeu uma doação de 100 reais do José da Silva, impugna a candidatura dele. Eu não acho isso improvável, mas vai ter que pagar para ver. Será que eles vão ter essa força mesmo? O pessoal até brinca lá, se quiser fechar o STF, sabe o que você faz? Você não manda nem um jipe. Manda um soldado e um cabo. Não é querendo desmerecer o soldado e o cabo. O que que é o STF, cara? Tipo, tira o poder da caneta de um ministro do STF, o que que ele é na rua? Se você prender um ministro do STF, acha que vai ter uma manifestação popular a favor do ministro do STF? Milhões na rua? Solta o Gilmar! Solta o Gilmar?“, indaga ele.

Leia Também:   Haddad diz que democracia ‘corre risco’ se ele perder

Em entrevista no início da tarde deste domingo, 21, o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) disse desconhecer o vídeo em que seu filho Eduardo Bolsonaro aparece. “Isso não existe, falar em fechar o STF. Se alguém falou em fechar o STF precisa consultar um psiquiatra”, afirmou o candidato, em coletiva na casa do empresário Paulo Marinho, onde grava vídeos para seu programa eleitoral. “Desconheço esse vídeo. Duvido. Alguém tirou de contexto.”

Em coletiva sobre as eleições em Brasília, a presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, também comentou o vídeo. “Me foi trazido a conhecimento que o vídeo foi desautorizado pelo candidato (Bolsonaro)”, disse. “No Brasil as instituições estão funcionando normalmente. E juiz algum que honra a toga se deixa abalar por qualquer manifestação que pode ser compreendida como inadequada.”

Durante visita a São Luís do Maranhão, também neste domingo, o candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, usou o vídeo – divulgado nas redes sociais neste domingo, 21 – para voltar a advertir sobre as tendências autoritárias do rival. “Há muito medo de violência por parte de Bolsonaro. Um filho dele chegou a gravar, de um pensamento, se é que se pode chamar de pensamento o que eles falam, é uma coisa tão impressionante que não sei se pensam para falar. Disse que iam prender, fechar o Supremo Tribunal Federal caso batessem de frente com o executivo”, disse Haddad, segundo o jornal Folha de S. Paulo. Lula também se pronunciou no Twitter:

Lula

@LulaOficial

Eduardo Bolsonaro: ameaça o Supremo: “Basta um soldado e um cabo para fechar STF”https://lula.com.br/eduardo-bolsonaro-ameaca-o-supremo-basta-um-soldado-e-um-cabo-para-fechar-stf/ 

Eduardo Bolsonaro ameaça o Supremo: “basta um soldado e um cabo para fechar STF” – Lula

Em mais uma declaração polêmica e, no mínimo, desrespeitosa, o deputado Eduardo Bolsonaro, filho do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), afirmou que se o Supremo Tribunal Federal decidir impugnar a…

lula.com.br

O candidato derrotado à Presidência da República pelo PSOL, Guilherme Boulos, afirmou, também no Twitter, que o vídeo de Eduardo Bolsonaro “mostra bem o descompromisso dessa turma com a democracia”. “Aos setores do Judiciário que impulsionaram a onda antidemocrática no País fica o dito espanhol: ‘cria cuervos y te sacarán los ojos’”, acrescentou ele.

Leia Também:   Bolsonaro é uma ameaça ao planeta – Por Eliane Brum

Confira:

 



Fonte: Veja Online

Publicado por: Chico Gregorio